ÚLTIMAS DO BLOG

Em Abril desse ano, o Brasil e o mundo pôde assistir "Divergente", baseado no primeiro livro da série best seller de Veronica Roth. Mesmo não se tornando (ainda) uma novo fenômeno como seus ~concorrentes~, o filme lucrou o suficiente para garantir suas sequências. "Insurgente" chegará aos cinemas em Março de 2015, e já tem pôsteres m-a-r-a-v-i-l-h-o-s-o-s circulando na web - quem sentimos o efeito "Jogos Vorazes" aí? Confira os 8 cartazes interativos (e em "3D") abaixo:

Desde os rumores até a confirmação oficial, o novo filme da franquia "Exterminador do Futuro" já é envolvido com grandes expectativas com a volta de Arnold Schwarzenegger ao papel de T800. E o anúncio de que Emilia Clarke, famosa mundialmente pelo seu papel em "Game of Thrones", estará no filme, só elevou tais sentimentos. "Terminator: Genesis" está previsto para o verão americano do próximo ano, e suas primeiras informações oficiais começaram a ser divulgadas.

Entre indignações e xingamentos no Twitter pelos fãs, foi revelado, através da EW, que a personagem de Clarke, Sarah Connor, terá suas origens alteradas. Diferente dos últimos filmes, a personagem não irá "evoluir" com tempo, tornando-se a bad ass que todos conhecemos. Sarah, orfã aos 9 anos (seus pais foram mortos por um exterminador), será criada pelo T800, tendo até um vinculo com o robô, chamando-o de "pops". Por consequência, a moça se tornará antissocial, não entenderá nada de relações humanas e sim de armas. Não achamos tão drástica a mudança como muitos afirmaram - até por que é um reboot, não remake - e sim bem comum.

Além das informações, a revista trouxe duas capas. Uma com Emilia Clarke e Jai Courtney ("Divergente"), e outra com Matt Smith ("Doctor Who") e Jason Clarke ("Planeta dos Macacos: O Confronto"). E tem imagens separadas de Clark e Smith tá?


É inegável que a cantora Meghan Trainor seja um fenômeno e seu single de estreia, “All About That Bass”, um dos maiores singles do ano, mas passado tanto tempo no topo das paradas, é de se esperar que a menina sofra com a superestimação e, consequentemente, desvalorização do seu disco de estreia, “Title”, o que faz com que, ainda que soe estranho, desejemos o quanto antes vê-la longe do topo das paradas com esta canção.

Pode parecer um pouco confuso de início, mas a questão é que o destino raramente é positivo com fenômenos pop e, pensando nos últimos anos, temos apenas duas exceções dentro desses casos, sendo elas a neozelandesa de “Royals”, Lorde, e o canadense de “Baby”, Justin Bieber. Esse último, ainda assim, atualmente luta para manter alguma relevância, em tempo que foi um dos precursores no gênero que mais a frente permitiu a ascensão de One Direction e afins.
No dia 9 de novembro rola mais uma edição do Europe Music Awards, que neste ano faz aniversário, e com apresentação de Nicki Minaj, que é uma de suas atrações confirmadas, a premiação da MTV europeia revelou uma lista pra lá de generosa de algumas de suas performances, mostrando que motivos pra assisti-la não faltarão.
O disco de estreia do George Ezra, “Wanted On Voyage”, continua vendendo feito água, e depois de alcançar o topo da parada de discos americana, passadas quatorze semanas desde o seu lançamento, o primeiro CD do cara, que é uma das revelações desse ano, ganhou videoclipe para mais um single.