#MÚSICA

LEIA MAIS!

#CINEMA

LEIA MAIS!

#SÉRIES

LEIA MAIS!

#NOVOSNOMES

LEIA MAIS!

24/04/2014

Katy Perry lança clipe para "Birthday" e ficou tipo aquele programa de cassetadas da MTV



Quando foi confirmado que o quarto single da Katy Perry com o CD "Prism" seria "Birthday" (review) e não a canção lançada pela cantoras nas rádios da Europa, "This Is How We Do", bateu um desespero quanto ao que ela estava pretendendo com o disco, principalmente se levarmos em consideração as especulações quanto aos planos da gravadora incluírem uma sequência de 7 singles (o mesmo número de cores do arco-íris), assim como aconteceu com o "Teenage Dream", mas desde então optamos por não sofrer com essa decisão, deixando apenas para ver no que isso ia dar.

Com exceção de "Unconditionally", todos os clipes de Katy Perry com o "Prism" até o momento teve como elemento principal o bom-humor e isso tem, inclusive, incomodado muita gente que vê isso como uma postura que não devemos levar a sério, infantilidade e etc, mas se a californiana lê o que falam dela pela internet, ela quer mais é que continuem criticando, pois parece bem disposta a manter essa linha engraçadinha por mais um tempo.

Em seu clipe novo, lançado nesta quinta-feira (24), por exemplo, Perry encarna diversos personagens absurdinhos, enquanto compartilha conosco a sua experiência como animadora de festas. O mais legal (ao menos pra nós, que não éramos os aniversariantes), é que todos esses momentos aconteceram de verdade, com a cantora fazendo a maior baderna nas festas alheias, sem que soubessem que ela era ela. Hahahah. Primeiro ficamos preocupados quanto ao clipe não ir muito além de um viral, mas depois de tanto rir até que gostamos, ainda que funcione apenas como um vídeo engraçado (alô, Cassetadas do Faustão!) e não como um videoclipe em si. Olha só:


A cara da menininha sendo maquiada e os velhinhos se assustando no asilo não tem preço. Isso sem falar no quase atropelamento na festa do palhaço, que rendeu uma nota no TMZ e tudo mais. Mas o mais legal foi quando ela se revelou na festa infantil e provou que tem um bom público (seu target, né?) satisfeito com essa nova era. Rs.

Seja como for, não foi esse um daqueles casos em que o clipe salva a música (a melhor parte do clipe é a tela pausada antes de assistirmos, com uma estética meio popart), nem vice-versa, então mal podemos esperar pra que a cantora avance logo para seu próximo single. Aliás, se a sequência de sete singles realmente for verídica, vamos torcer também pra que inclua "Legendary Lovers" e "This Is How We Do", além de uma baladinha que não seja "Double Rainbow", mas sim "It Takes Two" ou "This Moment".

PS.: Bem que "Birthday" podia ter ficado só com aquele lyric video bacanão, né?

CONTINUE LENDO!


Beyoncé lança clipe para seu novo single, "Pretty Hurts", e quer saber o que é bonito para você!



A gente já assistiu todos os 17 clipes lançados pela Beyoncé no fim do ano passado, quando ela também lançou um disco completo de surpresa, de onde extraiu o smash hit "Drunk In Love", mas agora a cantora está pronta para seguir com a divulgação do álbum visual (review) e, aproveitando essa edição da Time, da qual é a capa e aparece entre as 100 pessoas mais influentes do mundo, lançou oficialmente nesta quinta-feira (24) o clipe do seu novo single, "Pretty Hurts".

Coincidentemente ou não, foi nesta semana que a compositora da canção, a divindade australiana Sia, revelou que "Pretty Hurts", antes de ser da Beyoncé, foi oferecida para Katy Perry e Rihanna, mas ambas demoraram muito pra oficializar seu intere$$e na baladinha, que no fim das contas realmente não funcionaria tão bem se não fosse com os vocais da Queen B. 

Ainda a cargo da coincidência, também achamos interessante ter "Pretty Hurts" sendo assunto agora, devido à recente polêmica da revista People, que foi massacrada por eleger a atriz em ascensão Lupita Nyong'o como a mais bonita do mundo neste ano, o que também gerou, por sua vez, um massacre aos que massacraram o veículo, colocando em discussão se as pessoas que discordavam do título julgavam sua beleza (o que é subjetivo, tratando dos gostos e conceitos de quem vê) ou apenas não gostaram de ver o título nas mãos de uma atriz negra.

Deixando tudo isso de lado, "Pretty Hurts" é uma grande canção e conta também com um grande videoclipe. Em sua trama, acompanhamos a cantora e seus esforços em busca do padrão para vencer um concurso de beleza, mas no fim as coisas não saem como ela esperava. O clipe já estava disponível para alguém havia comprado o álbum autointitulado em dezembro, mas só agora saiu no canal VEVO da Mrs. Carter no Youtube. Olha só:



(Caso o player acima fique indisponível, dá pra assistir também no site da cantora.)

Pelo Instagram, vai rolar também uma ação promocional para o single, onde os fãs da cantora devem publicar imagens do que acham bonito com a hashtag #WhatsIsPretty. Pode ser você (selfies! Hahah), seu amor (não necessariamente um relacionamento sério, affairs, amigos, família e animais de estimação também valem), uma paisagem... O que for bonito. As imagens deverão ser usadas futuramente e um hotsite para a ação já foi disponibilizado, podendo ser acessado aqui. O blogueiro que vos fala já contribuiu:


"Pretty Hurts" é o quarto single de Beyoncé com seu novo álbum, sucedendo a produção do Ryan Tedder em "XO", a parceria com o Jay Z em "Drunk In Love" e a banger urban em potencial "Partition". O CD "Beyoncé" foi lançado no dia 13 de dezembro. 

CONTINUE LENDO!


Com NX Zero, CPM 22 e CW7, Ovomaltunes foi o primeiro festival realizado pelo Facebook, saiba o que rolou por trás dele!



Há pouco a gente mostrou pra vocês o festival Ovomaltunes, que foi promovido pela Ovomaltine e contou com apresentações de nomes como NX Zero, CPM 22 e CW7, com o diferencial de ser totalmente realizado pelo Facebook e agora, que a exibição do mesmo em seu aplicativo foi encerrada, voltamos pra mostrar também o que rolou por trás do evento, nos bastidores divulgados pelo Youtube.

No vídeo novo, podemos conferir algumas das atrações falando sobre como foi participar de uma experiência como essa, num festival em que podem interagir com o público em tempo real, ainda que eles não estejam exatamente na sua frente, além da opinião dela que foi a apresentadora do Ovomaltunes pelo Facebook, a sempre linda Rafa Brittes, da Mix TV. 

Em seus 3 dias, o evento contou com a participação de 6 bandas, o que rendeu cerca de 9 horas de música. Confira um pouco do making of abaixo:



Muito legal mesmo! Pra quem perdeu, todas as apresentações que rolaram no Ovomaltunes foram disponibilizadas pela Ovomaltine (parece um trava língua, hahah) em seu canal do Youtube. Então agora não tem mais desculpa para assisti-las e você pode fazer isso ~indo com tudo~ neste link

CONTINUE LENDO!


23/04/2014

“Game of Thrones” (4x03): A Guerra dos Cinco Reis acabou, mas ninguém ganhou!



[ESTE POST CONTÉM SPOILERS DO EPISÓDIO 4x03]

“Quando você joga o jogo dos tronos, você ganha ou morre. Não existe meio termo.”

Com essa máxima de Cersei Lannister para Eddard Stark (1ª temporada), começamos nossa review de “Breaker of Chains”. Ao contrário do que o título denuncia, o destaque maior aqui não foi "somente" a nossa querida Dany Natini Natili Lohana Savic de Albuquerque Pampic de La Tustuane de Bolda de Targaryen, que está prestes a tocar o terror em Meereen, mas sim o terreno que começa a ser preparado para uma segunda partida do jogo dos tronos.

Por mais que Stannis Baratheon tenha sobrevivido à Guerra dos Cinco Reis, nenhuma casa antes aliada ao seu irmão se uniu ao clã do veado em chamas. A quem não se recorda, Ponta Tempestade pertence a Casa Baratheon, mas o finado Rei Robert havia nomeado Stannis (irmão do meio) como o senhor de Pedra do Dragão, deixando Ponta para o irmão mais novo, Renly (também morto). Stannis também nunca fora o melhor dos diplomatas. Sem apoio dos antigos vassalos da casa original,  ilhado em terras pouquíssimo produtivas, sem um exército/ouro e com uma raiva descomunal de todos que não aceitam a verdade, não é de menos que apelasse para a bruxaria de Melisandre e seu Senhor da Luz. É notável que ele não liga pra todo esse fanatismo religioso ou qualquer outro meio adotado, contanto que o trono de ferro seja seu.


Mas a Guerra acabou e não saiu nenhum vencedor, ou pelo menos esse não viveu por muito tempo. E as cartas já começaram a ser jogadas na mesa. Já calcula Tywin Lannister: Balon Greyjoy está furioso (Yara/Asha principalmente), já que sequer o Norte conseguiu dominar por completo e ainda perdeu Theon para o atual protetor do Norte, Roose Bolton. No leste, uma garota Targaryen possui 3 dragões e um dia irá retornar a Westeros. Hora então de formar alianças com o máximo de grandes casas possíveis, já casando imediatamente o novo rei Tommen Baratheon com Margaery Tyrell (Renly, Jof… será que agora vai?) e tentar fazer as pazes com os Martell, de Lançassolar. Tudo isso pensado no meio do velório de seu falecido neto. Aliás, que cena fantástica a conversa com o novo rei, que já demonstra ser mais manipulável por ele do que Joffrey jamais foi. No final das contas, o casamento roxo não foi um golpe tão fatal assim para a casa do leão dourado. Falo da casa como um todo e para os sete reinos… a loucura de Cersei e o que ela fará com isso já é outra história. 



Por falar na loucura de Cersei, Tyrion também está em sua lista. Obviamente ele em nada contribuiu para o assassinato do rei, mas seus sempre pontuais ataques à irmã e ao sobrinho o levou a posição em que se encontra agora. Ainda que Tyrion esteja aguardando o seu julgamento, Cersei continua implacável, chegando até a pedir ao irmão/pai de seus filhos/estuprador(?) que mate o outro membro da família. Alguém chama Cristina Rocha pelo amor de R’llor. Se Sansa não tivesse fugido imediatamente do local, com a ajuda de Dontos e Mindinho, pode ter certeza que Cersei já teria ela mesmo executado Sansa com sua lixa de unha. 


É comum ler por aí o ódio completamente não justificável que muitos telespectadores sentem pela “Sonsa”, como gostam de chamá-la. Game of Thrones possui um universo de mulheres fortes e únicas e Sansa é uma delas. Força obrigatoriamente não implica o sentido literal da palavra, ou algum título, nome que carrega ou ser calculista. Sansa foi criada cercada por irmãos guerreiros, filha de duas das casas mais honradas desde os Primeiros Homens, uma destas carrega “Família, dever e honra” em suas bandeiras. Ela foi criada em um ambiente completamente tradicional, com o único objetivo de ser mãe e se tornar uma rainha no futuro. Da desilusão que sofreu com Joffrey, a ver seu pai ser executado a poucos metros, ter suas roupas arrancadas no meio da sala do trono, quase ser estuprada nas ruas de Porto Real, ser torturada, saber que sua mãe teve a garganta cortada e jogada ao rio e seu irmão costurado à cabeça de Vento Cinzento… sem ter notícias de que seus irmãos mais novos continuam vivos e ainda assim se manter completamente composta em um lugar onde muitos desejariam sua cabeça, a transformação de Sansa foi uma das mais marcantes em toda a série (“Minha pele transformou-se em porcelana, em marfim, em aço.”). Por mais que não tenha um comportamento rebelde como todas as outras mulheres da série que fazem você vibrar em casa a cada gota de sangue derramada, ou que tenha que “agir como homem” para sobreviver… Sansa é, de fato, uma das personagens mais fantásticas da atualidade e uma das representações feministas mais relevantes da história da TV.


Claro que quando se fala em personalidades femininas, Daenerys Targaryen é um dos primeiros nomes que nos vem à cabeça. A Mhysa chega à Meereen já desafiando o status quo dando as costas aos aristocratas, que assistiam ao espetáculo sentados sobre o altos muros da cidade de escravos, para falar diretamente com aqueles que os construíram. Seus mestres obviamente encheram suas cabeças com falsas ideias sobre a mãe do dragões, mas não esperavam que ela iria quebrar as correntes de todos os escravos crucificados na estrada para a cidade, arremessando (literalmente) aos escravos o que lhes é de direito: sua liberdade. Mas isso foi só o cliffhanger para o próximo episódio. Avante, Khaleesi!



CONTINUE LENDO!


Assista "Marilyn Monroe", o novo clipe de Pharrell Williams com coreografia e Kelly Osbourne!



Depois de divulgada a informação que o cantor Pharrell Williams irá lançar um videoclipe para cada música de seu segundo trabalho solo, o incrível "G I R L" (review), chegou hoje na interweb o clipe para a faixa que abre seu CD, "Marilyn Monroe". 

Sucedendo o smash-hit "Happy" - que ganhou um vídeo de 24 horas e um site só pra chamar de seu -, o single foi lançado para as rádios do Reino Unido, mas ainda não foi informado se também será enviado para os Estados Unidos, já que "Come Get It Bae", sua parceria com Miley Cyrus, foi o single lançado por lá.

No vídeo maravilhoso de "Marilyn Monroe", encontramos um Pharrell dançante ao redor de várias mulheres (como sempre), com direito a coreografia e uma pequena participação da Kelly Osbourne, que contribui com vocais para a faixa, interpretando o cupido que fez o cantor se apaixonar pela amada. Com uma fotografia e produção incríveis, o clipe, dirigido por Luis Cerveró, é bem colorido e animado. Assista abaixo:


CONTINUE LENDO!


Venha escutar "Dreams", a maravilhosa parceria entre Boots e Beyoncé!



Parece que foi ontem que a cantora Beyoncé lançou o seu quinto álbum de inéditas, o autointitulado "BEYONCÉ" (review), parando toda a internet para escutar o seu novo trabalho. Com uma produção contendo vários nomes importantes do cenário musical, como Justin Timberlake, Pharrell Williams e Sia, o CD também traz a produção do ainda não tão conhecido Boots.

Boots, que é um projeto do produtor Jordy Asher, foi descoberto pela própria Queen B, que o fez assinar com a gravadora do maridão, a Roc Nation. Nome por trás de boa parte do "BEYONCÉ", como em "Haunted", "Jealous", "Heaven" e "Blue", o cara lançou ontem uma música em parceria com, olha só, a Beyoncé!

A canção com nome de "Dreams", faz parte da tracklist de "WinterSpringSummerFall", sua futura mixtape (que também possui uma participação da Sia que vocês podem conferir aqui) sem data de lançamento marcada. Confira a parceria logo abaixo:



O dinheiro arrecadado com a venda da música ainda vai ser destinado para a instituição Day One, que se dedica ao cuidado de crianças e adolescentes vítimas de violência, então se vocês não fizeram a sua dose de caridade diária, contribuam comprando ela aqui.

CONTINUE LENDO!