Novo álbum de Iggy Azalea foi totalmente descartado e agora rapper recomeçará a gravar o material do zero


Gente, vamos juntar todo mundo e dar um abraço coletivo na Iggy Azalea? Temos certeza de que ela está precisando. A rapper australiana parece não estar muito certa de quais serão os próximos passos com sua carreira e depois de lançar “Pretty Girls” com Britney Spears e ser surpreendida pelo desinteresse da cantora e sua equipe em promovê-la (por conta dos contratos de exclusividade com Las Vegas), perder a participação de Tinashe e Nick Jonas na Great Escape Tour, que seria sua primeira grande turnê e, um pouco mais tarde, também cancelar seus shows com a mesma, Igloo confirmou que as gravações do seu novo álbum, sucessor do “The New Classic”, foram retomadas do zero, fazendo com que ela e sua equipe descartassem tudo o que ela produziu nos últimos seis meses! Que barra, hein?


Quem revelou a notícia foi a própria Iggy Azalea em seu Twitter, como resposta à um fã que questionou “pode nos contar alguma coisa dos seus novos trabalhos, miga?”. A resposta da rapper foi curta e grossa, informando “nenhuma além de que descartei seis meses inteiros de trabalho pra começar algo totalmente novo”. Poxa, Iggy! Animada com o lançamento de “Pretty Girls”, Azalea havia revelado que o primeiro single do seu novo CD seria lançado em breve, mas agora que houve esse descarte, a gente acredita que demorará um pouco mais até que possamos ouvir algo do próximo novo clássico.
A julgar pela fórmula do single com Britney Spears, qual a rapper revelou que deveria integrar seu novo álbum, acreditamos que a proposta inicial de Iggy Azalea com seu novo álbum pouco diferiria do caminho seguido por ela desde o sucesso de “Fancy”, com singles como “Black Widow” e “Beg For It”, além da parceria com a Jennifer Hudson em “Trouble”, o que significa que, começando tudo do zero, talvez a loira esteja prestes a, de fato, dar início a algo novo, fugindo um pouco do óbvio que tem nos apresentado e, quem sabe, investindo em coisas tão boas quanto as que ela lançou antes do sucesso com Charli XCX.


Quem conheceu Azalea antes de “Fancy”, inclusive, sabe que a rapper sempre foi uma ótima artista, nos apresentando produções audiovisuais de encher os olhos e fazer com que nossos ouvidos implorassem sempre por mais, mas foi o sucesso e a sede por outro hit que fez com que ela desandasse, além de todas as polêmicas discussões sobre apropriação cultural, racismo e até homofobia, todos tópicos que Iggy Azalea não parece muito instruída sobre, mas sabemos que, com o tempo, aprenderá a se policiar mais pra não terminar falando besteira e, na melhor das hipóteses, também correrá atrás e será orientada para compreender como todos eles funciona e de que forma ela é ou não um problema dentro disso.

Ainda pelo Twitter, Azalea afirmou que uma das razões de descartar o que vinha fazendo em seu novo disco até aqui era o interesse em trazer de volta a sonoridade de suas mixtapes e outros trabalhos de antigamente, como “Work”, coisa que ela via se tornar cada vez mais ofuscada na produção, e após afirmar que ainda era cedo pra dizer como seria a direção tomada neste próximo disco, ela garantiu que não cogita abandonar a sua identidade. 


Por enquanto, a única certeza que temos em relação aos próximos lançamentos da australiana é que, até novembro, uma música dela com o Major Lazer estará entre nós. O que é uma novidade bastante animadora quando nos lembramos do trabalho que ela e Diplo fizeram na mixtape “Trap Gold”. Bons tempos.
Tecnologia do Blogger.