O trailer de "Ghost In The Shell" está maravilhoso e promete uma adaptação fiel à obra original


A gente tá acompanhando "Ghost In The Shell" desde a escalação polêmica de Scartlett Johansson. Em consequência, acompanhamos todo o lenga-lenga dos fãs, dizendo que o filme não seria fiel ao material original sem ao menos saber da real importância de uma asiática no papel principal e o quão maravilhoso seria em ver alguém da Ásia num papel tão legal numa produção Hollywoodiana. Estamos dando só um voto de confiança para a produção por motivos de Scarlett mozão e prévias excelentes divulgadas pré-trailer. Continuamos achando problemática a mudança de etnia e vamos reformar isso em qualquer post relacionado ao filme e quando couber a colocação.

De qualquer maneira, com o primeiro trailer divulgado no domingo, chegamos a conclusão que Hollywood só vai acertar em produções baseadas em mangás "menores", de pouco conhecimento do público em geral. Por exemplo, "All You Need Is Kill", chegando em terra norte-americana como "Edge Of Tomorrow" e pra gente como "No Limite do Amanhã" é maravilhoso e poucos sabem que é baseado num mangá japonês. Com "Ghost In The Shell" não deve ser diferente.



O trailer foi divulgado em um evento todo dedicado ao filme. Além deste material, a sequência inicial do longa, com o "nascimento" da Major também foi divulgado, porém só para quem estava presente no evento. Felizmente, a lindona da IGN gravou e soltou o vídeo pra gente e tá tão sensacional quanto o trailer. Quem conhece o anime, vai perceber o quão dedicado o pessoal envolvido no filme está para trazer algo realmente fiel à obra original. Dá uma olhada.



Para quem não sabe, "Ghost in the Shell" é um mangá que se passa após 2029, onde existe uma tecnologia capaz de fazer a fusão do cérebro à computação, à rede mundial. A história cyberpunk já foi para os cinemas três vezes através de filmes e para a TV duas, além de ganhar um jogo para Playstation 2. A adaptação norte-americana chega aos cinemas no próximo ano.
Tecnologia do Blogger.