Com surpresas, ranking dos singles mais vendidos no primeiro semestre de 2013 é revelado!

Metade do ano de 2013 já se passou e, junto com ela, algumas listas começam a surgir. Para quem ainda não viu, fizemos a nossa maravilho...

Metade do ano de 2013 já se passou e, junto com ela, algumas listas começam a surgir. Para quem ainda não viu, fizemos a nossa maravilhosamente hipster dos melhores álbuns do ano neste primeiro semestre. Dando continuidade a essas listas, acabou de sair a da Nielsen SoundScan (que faz todos os levantamentos de vendas de música e produtos em vídeo nos Estados Unidos e Canadá, além de ser o principal termômetro para a Billboard e suas respectivas paradas, por mensurar em números as quantidades vendidas por cada artista) para os singles mais vendidos de janeiro à junho de 2013 nos EUA e temos algumas surpresas (ou não) dependendo do ponto de vista de cada um.

No top 20, temos artistas que vão desde Drake (20º), passando pela parceria do Pitbull com a Christina Aguilera (17º) e o pessoal do Fall Out Boy (15º). Mas os grandes destaques da lista ficam por conta de Bruno Mars, que aparece duas vezes, com "When I Was Your Man" em 3º e "Locked Out of Heaven" em 16º. Timberlake, que teve "Suit & Tie" em 8º e "Mirrors" em 12º. Rihanna e seu sucesso "Stay", em parceria com Mikky Ekko, também figura no top 5, na 4ª posição. P!nk e sua lindíssima "Just Give Me a Reason", em parceria com Nate Ruess foi a segunda música mais vendida deste semestre, com nada mais, nada menos que 3 milhões 524 mil cópias vendidas. Mas PARA TUDO! Se você está pensando "quem alcançou a #1 então?", é bom surpreender-se, pois o grande hit dos primeiros seis meses do ano foi "Thrift Shop", smash hit do duo de hip-hop Macklemore & Ryan Lewis, eclipsando a todos com uma vendagem de 5,5 milhões de cópias da faixa.

Confira o ranking completo elaborado pela Nielsen SoundScan, com os respectivos números de cópias vendidas no semestre:

1 Macklemore & Ryan Lewis (ft. Wanz): "Thrift Shop" (5,558,000)
3 Bruno Mars: "When I Was Your Man"                      (3,424,000)
4 Rihanna (ft. Mikky Ekko): "Stay"                               (3,298,000)
5 Imagine Dragons: "Radioactive"                                 (3,246,000)
6 Macklemore & Ryan Lewis: "Can’t Hold Us"            (3,129,000)
7 Florida Georgia Line: "Cruise"                                   (3,112,000)
8 Justin Timberlake (ft. Jay-Z): "Suit & Tie"                  (2,574,000)
9 Taylor Swift: "I Knew You Were Trouble"                (2,455,000)
12 Justin Timberlake: "Mirrors"                                    (2,243,000)
13 Icona Pop ft. Charli XCX : "I Love It"                    (2,025,000)
14 The Lumineers: "Ho Hey"                                       (1,971,000)
16 Bruno Mars: "Locked Out of Heaven"                    (1,846,000)
18 Darius Rucker: "Wagon Wheel"                             (1,768,000)
19 Baauer: "Harlem Shake"                                        (1,735,000)
20 Drake: "Started From the Bottom"                         (1,703,000)

Agora vamos a algumas considerações finais: achamos justos a #1 para "Thrift Shop", afinal, reinou na Billboard por um bom tempo, sem contar que é uma das músicas mais legais lançadas até aqui e com um dos melhores videoclipes também. E surpreende um pouco o fato de "Mirrors" ter sido menos comercializada que "Suit & Tie". Tá, nenhuma das duas conseguiu ser #1 na principal parada norte-americana, mas convenhamos, a primeira, é indiscutivelmente melhor que a parceria com Jay-Z (que adoramos, diga-se de passagem, mas...). Num ano em que grandes nomes deixaram para lançar materiais inéditos, casos de Beyoncé, Gaga e Katy Perry, no segundo semestre, ao menos por enquanto, a lista se parece e muito com a do ano passado, repleta de novatos e muito bem recebidos pelo público e com outros ótimos artistas, já conhecidos da grande massa, tendo seus merecidos destaques.

Lógico que, estamos trabalhando com fãs que defenderão seus ídolos e questionarão algumas posições, mas até que no geral (principalmente o Top 5), achamos super bem distribuído e justo, tendo em vista a repercussão de cada single nas paradas ou até mesmo o que rolou nos nossos players ou LastFMs da vida.


Agora contem pra gente, gostaram da lista feita pela Nielsen SoundScan? Mudariam alguma ordem? Acham que faltou algum artista/single? Opinem!