Quatro vezes em que a Beyoncé provou que a espera vale a pena

 
Hoje, 04/04, data em que Beyoncé comemora oito (2x4) anos de casada com Jay-Z, a gente parou pra pensar no número da sorte da artista e sabe o que aconteceu? Percebemos os QUATRO motivos que nos fazem ter a certeza de que a espera por Beyoncé sempre vale a pena e que, provavelmente, não será diferente com o #B6.

UM HINO DA MÚSICA POP

Ao lado de Kelly Rowland e Michelle Williams, Beyoncé já tinha mostrado que era uma artista interessante e que seu talento era o suficiente para liderar um grupo, mas ao anunciar sua carreira solo, todo mundo queria saber quais caminhos artísticos Beyoncé iria seguir e se conseguiria sustentar uma carreira sozinha. Depois de ter o lançamento do Dangerously in Love, seu primeiro disco solo, adiado pela sua gravadora, em 2003, Beyoncé fez a sua estreia com o poderoso single 'Crazy in Love'. Muito bem aceito pela crítica, a faixa conquistou o público e alcançou marcas impressionantes: se manteve em #1 no Hot 100 da Billboard por oito semanas consecutivas, conquistou o primeiro lugar no Reino Unido e o Top 10 nos principais mercados do mundo. 

Quase 13 anos após o seu lançamento, podemos afirmar que 'Crazy In Love' é uma das músicas mais marcantes da música pop. Com uma mistura de R&B, soul e funk dos anos 70, a faixa configura-se como um verdadeiro clássico da música pop atual. É impossível escutar a faixa e não se envolver com as batidas e com os vocais poderosos de Beyoncé. Até hoje, a música soa como algo atual, moderno e pronto para estourar nos charts do mundo todo.



SINGLES SIMULTÂNEOS

Com seus dois primeiros lançamentos, Beyoncé nos levou para acompanhar a sua evolução artística. O primeiro disco rendeu ótimas faixas e seu segundo disco, "B'Day", apresentou uma Beyoncé poderosa, agressiva e cheia de energia - que foi capaz de gravar finalizar o material em apenas 15 dias. Com o seu terceiro álbum de estúdio, "I Am...Sasha Fierce", a artista prometia expor dois lados de sua personalidade e explorar diferentes sonoridades. Lançado em versão dupla, o primeiro disco ("I Am...") trazia baladas e mid-tempos que representavam a faceta mais intimista da cantora. O segundo ("Sasha Fierce") apresentava músicas agitadas, expondo ao mundo o alter ego que Beyoncé sempre assumiu nos palcos. 

Pensando em uma forma de trazer sua dualidade ao público, Beyoncé adotou uma estratégia diferente para a promoção do disco, realizando o lançamento de singles simultâneos. Num primeiro momento, a estratégia poderia parecer confusa e ser considerada como um tiro no próprio pé, mas "If I Were a Boy" e "Single Ladies", cumpriram o que prometiam e tornaram Beyoncé ainda mais popular no mundo todo.


Conquistando audiência em rádios de estilos diferentes e agradando os mais variados gostos, Beyoncé se consagrou como uma grande estrela da música pop com o seu terceiro disco e seus singles simultâneos. A estratégia faz sentido até hoje e inspira artistas a fazerem o mesmo. Recentemente, Rihanna anunciou "Kiss It Better" e "Needed Me" como singles simultâneos do "ANTI", por exemplo.

A COREOGRAFIA E O VÍDEO MAIS ICÔNICOS DA NOSSA GERAÇÃO

Para a divulgação de 'Single Ladies', um dos singles simultâneos do "I Am...Sasha Fierce", Beyoncé apostou num clipe em preto & branco, com uma coreografia poderosa e uma edição impecável - que dá a impressão de um plano sequência - e o resultado não poderia ser diferente: o videoclipe mais icônico da geração.


Num primeiro momento, o vídeo parecia simples demais, mas não era preciso mais de uma execução para você entender a grandiosidade do projeto. Beyoncé e suas duas bailarinas conseguiram envolver a audiência e garantir o sucesso para o single. Famosos como Justin Timberlake e Joe Jonas fizeram suas versões e, quase que imediatamente, surgiram milhares de versões do clipe no YouTube. Beyoncé deu uma verdadeira aula em como viralizar um conteúdo na internet. Imaginem se esse lançamento tivesse sido em 2016? Seria um pacote inesgotável de memes e referências.

É impossível você escutar a música e não repetir alguns passos da coreografia e se lembrar do clipe da canção, certo?E o vídeo é tão icônico que gerou até aquele climão entre o Kanye e a Taylor no VMA de 2009, lembram?E se Yeezus está com a gente, ninguém pode duvidar.

ÁLBUM VISUAL E LANÇAMENTO SURPRESA DO 'BEYONCÉ'

13 de dezembro 2013 é um dia que entrou para a história da música. Do nada, sem avisar ninguém, Beyoncé foi lá e disponibilizou seu quinto disco de estúdio. A internet simplesmente parou. Imediatamente, Beyoncé virou notícia no mundo todo, tomou conta de todas as redes sociais e fez o mundo prestar atenção no seu disco.

E se isso já não fosse o suficiente pra levar qualquer fã de música à loucura, o álbum apresentava um videoclipe para cara uma das faixas, sendo intitulado como um "álbum visual". E o mais legal é que esse parecia ser o disco mais maduro da cantora e com um material visual que coloca em cheque a carreira de muitas outras artistas. A estética dos clipes é impecável, a produção segue um padrão de excelência e a sonoridade do disco é ousada e completamente fora do que estávamos esperando da cantora. 

Depois de sofrer com o vazamento do "4", seu disco anterior, Beyoncé fez a lição de casa e conseguiu fazer esse lançamento sem que qualquer informação vazasse. O lançamento colocou Beyoncé no posto de artista mais inovadora e tem inspirado artistas a falarem cada vez menos sobre os seus lançamentos.

Com o "Beyoncé", a artista mudou a forma de divulgar.. A superexposição deu lugar ao elemento surpresa, que vem sendo uma das principais características da sua carreira. 

***

Diante de uma artista tão completa e interessante como a Beyoncé, poderíamos escolher muitos outros quatro momentos que provariam que Beyoncé faz a espera valer a pena, mas temos certeza que esses podem te acalmar e trazer a certeza de que quando o #B6 for lançado, Beyoncé trará algo que terá feito a espera valer a pena
Se o disco seguir a sonoridade, a qualidade visual e a temática de "Formation" , podemos esperar por um disco foda. E não se esqueçam: com a Beyoncé, tudo é possível!



Não seria nada ruim se ela resolvesse lançar o disco novo hoje, 4/4, né?
Tecnologia do Blogger.