"O Despertar da Força" supera a bilheteria mundial de "Relíquias da Morte - Parte 2" e pode se tornar o filme com a maior bilheteria da história


No ano passado, tivemos a volta de quatro grandes franquias famosas, que tiveram retornos mistos quanto às bilheterias: ou superou as expectativas, ou tornou-se um "fiasco", ou teve de depender do mercado chinês para ter um certo lucro. O saudosista "Jurassic World" gerou nos EUA mais de 652 milhões de dólares, e mundialmente ultrapassou o um milhão; o feminista "Mad Max 4" ficou com os seus US$ 153 milhões nos EUA, e US$ 222 milhões mundialmente; já o desastroso "Exterminador do Futuro: Gêneses" teve sorte, gerando  US$ 440 milhões mundialmente, enquanto na terra do tio Sam, não passou dos tímidos 89 milhões de dólares.

Quem realmente se deu bem nestes retornos foi o novo "Star Wars", tornando-se nossa Adele dos cinemas, quebrando recordes atrás de recordes — a gente fez uma lista com alguns eles, e você pode conferi-la aqui. Nos EUA, o filme já passou "Jurassic World" e "Titanic" com seus US$ 687 milhões em 15 dias. Mundialmente, o filme agora soma US$ 1,39 bilhões, tornando-se o sétimo colocado na lista das maiores bilheterias da história, ultrapassando "Relíquias da Morte - Parte 2" e Elsa e seu "Let It Go" em "Frozen".

Na segunda-feira, quando os números oficiais forem divulgados, o filme deve ultrapassar a arrecadação de "Avatar" nos Estados Unidos. Alguns analistas já chegam a dizer que o longa-metragem deve chegar aos absurdos US$3 bilhões, tornando-se assim o filme com a maior bilheteria da história, posição também ocupada pelo filme de James Camaron hoje. É válido ressaltar que "O Despertar da Força" é dono do recorde de maior bilheteria da história do cinema. Destruidor mesmo, hein?

Tecnologia do Blogger.