Numa proposta semelhante ao Spotify, TIDAL passa a promover novos artistas e promete maior atenção aos nomes em ascensão

Jay Z continua na sua saga em busca de aceitação com a plataforma de streaming que promete revolucionar nosso modo de consumir música, Tidal, e depois de xingar muito no Twitter, falando sobre o quão precipitadas têm sido as críticas à sua nova iniciativa, o rapper e sua marca estrearam um novo espaço dentro do software, finalmente favorecendo de alguma forma novos artistas.

Chamado por “Discover” que, em tradução livre, significa “Descubra”, a nova aba do Tidal promete revelar novos nomes que também fecharam acordos com a plataforma, promovendo seus trabalhos com base no gosto musical de seus usuários, de uma forma muito semelhante com o que o Spotify já vem fazendo há algum tempo e com sucesso. A gente também faz algo assim no blog com o It Pop Apresenta, RS.

Numa declaração oficial, a empresa declarou que “muitas das melhores músicas do mundo nunca foram ouvidas por nós porque esses artistas não possuem o espaço que eles merecem”, garantindo que “os lançamentos de maior qualidade estarão mensalmente em nossas playlists e serão promovidos juntos com as estreias exclusivas do Tidal”.

Para a divulgação desta nova área, eles devem também percorrer o globo em busca de novos talentos, transmitindo alguns shows ao vivo, o que também nos remete à serviços de outras plataformas, como as “sessions” do Spotify e Deezer, que consiste em levar aos estúdios nomes em ascensão para apresentações acústicas e intimistas, tanto promovendo suas próprias canções quanto apresentando covers.

A iniciativa do Tidal, ainda que nada inovadora, é muito bem vinda, principalmente quando a crítica de muitos artistas, como da cantora Marina & the Diamonds, incluíam o fato da proposta deles soar muito “elitista” devido ao apoio de tantos nomes grandes e especialistas em fazer dinheiro.

Tecnologia do Blogger.