Com ator de ‘Game of Thrones’ e Heidi Klum, Sia erra a mão no clipe de ‘Fire Meet Gasoline’, que nem tem a menininha que dança

A fórmula de Sia estava começando a ficar batida. A gente nem está falando da música, mas todo o conceito visual e essa coisa de ser representada pela dançarina mirim, Maddie Ziegler, por mais que tenha rendido coisas realmente incríveis e, o principal, causado as mais variadas reações (é assim que a arte deve ser, certo?), terminou marcando a fase do disco “1000 Forms of Fear” de uma maneira que, para os que não entendiam o que ela queria passar, parecesse preguiçosa, repetitiva, e eis que a australiana virou o disco.

Calma, ela ainda não entrou na divulgação do seu próximo álbum, “This is Acting”, mas um clipe para o single promocional “Fire Meet Gasoline” foi repentinamente lançado pela MTV nesta quarta-feira com cara de sexta (22) e, infelizmente, não traz a participação da menininha que foi o rosto de Sia numa era que a própria não quis botar a cara no sol.


Aliás, nem foi só Maddie Ziegler que foi passada pra trás. Para o clipe de “Fire Meet Gasoline”, Sia também abriu mão dos trabalhos do diretor Daniel Askill, responsável por “Chandelier”, “Elastic Heart” e “Big Girls Cry”, além do coreógrafo Ryan Heffington, o que deu espaço pra que Heidi Klum (!!!) e Pedro Pascal (ator da hypada “Game of Thrones”) entrassem em cena, mas será que valeu a troca?

Pra nós, não. “1000 Forms of Fear” é um disco que fala abertamente sobre tudo, mas sem expor, de fato, nada. E visualmente, o álbum reforçou o conceito que Sia trouxe sobre ser “uma hitmaker que não quer ser famosa”, fazendo com que todos fossem eles mesmo e sendo ela também, como foi Maddie nos clipes anteriores e até o Shia LaBeouf em “Elastic Heart”, em tempo que “Fire Meet Gasoline” só traz uma marca da cantora mesmo em seus segundos finais, sendo todo o resto de um clichê entediante. 

Talvez a fórmula funcione, visto que a música é bem comercial e combina com essa coisa “Beyoncé faria”, mas é tudo previsível demais para o que ela nos apresentou até então. Mastigado. Além do fim não soar fiel à ideia de estarmos conhecendo mais um lado da cantora e apenas parecer uma forma de justificarem que isso não era algum vídeo novo da Beyoncé ou Britney Spears.

Assista “Fire Meet Gasoline”:

Tecnologia do Blogger.