Video Review: um é pouco, dois é bom, três é demais com Jessie J, Ariana Grande e Nicki Minaj no clipe de 'Bang Bang'

Jessie J sentiu o amargo sabor do flop com seu último álbum, "Alive", mesmo com uma promoção digna. Com o terceiro álbum, &quo...

Jessie J sentiu o amargo sabor do flop com seu último álbum, "Alive", mesmo com uma promoção digna. Com o terceiro álbum, "Sweet Talker", a britânica decidiu voltar com força: recrutou dois dos maiores nomes nos charts atuais, Ariana Grande e Nicki Minaj, para fazer um grande featuring que a fizesse voltar para os holofotes que há tempos não se interessavam por ela.

E deu certo. "Bang Bang", o lead single do álbum, conseguiu ótimos números mundo afora, incluindo um #6 na Hot 100. Isso sem nenhuma divulgação. Então na noite de ontem (24), a cantora decidiu ligar os motores e divulgar o single massivamente: performá-lo pela primeira vez na abertura do Video Music Awards e logo em seguida lançar o clipe para a faixa.

Certo que a performance causou mais pelo zíper quebrado que quase deixou Nicki Minaj nua no palco (se fôssemos ela teríamos arrancado o vestido e mostrado a anaconda) e que o clipe foi lançado no site da MTV em vez do VEVO, o que diminuiu o impacto, mas acontece.

O clipe, dirigido por Hannah Lux Davis (diretora de "Come Alive" da Paris Hilton, "23" do Mike Will Made It & Miley Cyrus, "I'm Out" da Ciara & Minaj, "Miss Movin' On" das Fifth Harmony e vários outros) acerta em não querer soar preocupado em ser conceitual, assim como a canção. É tudo sem grandes pretensões além da diversão.


Trazendo as cantoras em três espaços diferentes, Jota num cenário urban, Big com tropical neon (algo meio encarte do "Bangerz") e Onika num heliporto riquíssima, as cores e texturas de cada locação conseguem caracterizar cada uma das divas e ao mesmo tempo criar um todo conciso e coerente. Jota está estonteante na vibe street, Big nunca esteve tão linda com a pose retrô e Onika faz o que sabe fazer de melhor: mandar versos insanos e ser popozuda. As três conseguem se destacar no clipe sem ofuscar as outras, o que é essencial.

As três só se encontram no fim do vídeo, no heliporto de Minaj, agora num figurino meio "Starships", Ariana meio "Break Free" (LARGA ESSE CABELO PELO AMOR DE DEUS MULHER) e Jota meio... "Roar". Com um vestido curtíssimo e duas fendas laterais, o look ficou "Rita Ora assistindo à performance de 'Anaconda'". O cabelo amarrado e partido ao meio terminou de assassinar o outfit.

Esse cabelinho é sério amiga?
Bem ágil, colorido e divertido, "Bang Bang" não é nem de perto um dos melhores clipes do ano, mas como clipe pop faz o dever de casa muito bem, não só agregando valor ao camarote do single como das três cantoras. Bem-vinda de volta, Jota! Agora queremos clipe de "Sweet Talker", obrigado.