Lacrando as inimigas: Ella Henderson lança videoclipe (ótimo) para "Ghost", seu incrível single de estreia!

Em 2012, aos 16 anos de idade, Ella Henderson impressionou o público ao participar do X Factor UK . Nesse mesmo programa, nos levou à...

Em 2012, aos 16 anos de idade, Ella Henderson impressionou o público ao participar do X Factor UK. Nesse mesmo programa, nos levou às lágrimas com sua precoce eliminação no Top 7 ainda (naquele fatídico final de semana, ela enfrentou em seu primeiro Bottom II, James Arthur, que também estreava nele e, semanas depois, foi o campeão do programa), por pensarmos que um potencial talento como o dela poderia ser desperdiçado por aí, uma vez que não estaria mais no meio dos holofotes da vitrine do reality show. Mas graças aos bons deuses da música (e a Simon Cowell), isso não aconteceu.


Hoje, aos 18 anos de idade, Ella é uma das principais apostas britânicas do ano, está assinada com a Sony Music UK e, agenciada por Simon Cowell — que já deu diversas declarações nos últimos meses se mostrando muito entusiasmado a respeito do que já tinha ouvido do álbum de estreia de sua pupila , lançará no próximo semestre seu aguardado álbum de estreia, intitulado, sugestivamente, de "Chapter One". E o primeiro passo para fincar seus pés numa carreira que promete brilhantismo acaba de ser revelado.

"Ghost" foi o single escolhido para apresentar Ella Henderson oficialmente ao mundo. Composto por Ryan Tedder, em parceria com a própria cantora, é uma excelente forma de lançamento. Pop, mas com levadas no soul, letra impecável, arranjos no ponto, vocais dinâmicos e explorando grande parte do poder vocal da sua intérprete, ele ainda conta com o essencial neste início de carreira: tem cara de hit. O videclipe da faixa, também não deixa por menos. Dirigido por Charles Mehling (que já trabalhou com Emeli Sandé, The Script, James Morrison, entre outros), temos um banho artístico e fotográfico em cena. Fora isso, ainda temos um belo roteiro, contando uma história de crime e mistério entre um trio (não contaremos mais a história para não estragá-la), com começo, meio e fim imprevisíveis, e ainda tendo a cantora incorporada ao cenário, em takes belíssimos, como o dela caminhando pela rua, à frente dos carros de polícia. Tá impecável, confiram:


Me perdoem, porque posso estar muito entusiasmado ainda e falando uma besteira sem tamanho, mas "Ghost" me traz uma perspectiva tão interessante quanto a que tive ao ouvir "Bleeding Love", da Leona Lewis, pela primeira vez. E a propósito, a faixa foi um sucesso estrondoso no mundo todo. Esperamos que Ella Henderson tenha a mesma sorte, porque talento, ela tem de sobra.

E se vocês têm alguma dúvida, olha quem já tinha dado a bênção pra ela lá trás, ainda no X Factor, em 2012:


Sem mais, né? <33333