Reprodução/Divulgação

Saíram 3 músicas do novo EP da Robyn com o Röyksopp e elas são mesmo incríveis!

Estamos no chão. A cantora sueca Robyn anunciou há pouco seu primeiro material inédito desde o disco "Body Talk", e se só a s...

Estamos no chão. A cantora sueca Robyn anunciou há pouco seu primeiro material inédito desde o disco "Body Talk", e se só a sua volta já nos fez tremer mais que qualquer outra coisa, nosso estado só agravou ao sabermos que o material novo se tratava de um EP em colaboração com o duo norueguês Röyksopp, com quem a rainha do pop da Suécia alimenta uma parceria de longa data, incluindo os hinos "The Girl and The Robot" e "None Of Dem".

Levando o mesmo nome de sua nova turnê com a dupla, o EP de retorno de Robyn se chama "Do It Again" e, SOS, ela veio pra fazer com que a gente passe por toda aquela sensação indescritivelmente renovadora do "Body Talk" outra vez, quatro anos após o seu lançamento e com o mesmo gás de outrora, porque ela não consegue parar.

Falando sobre esse novo trabalho, Robyn e Röyksopp explicaram que, ao menos por agora, podemos tê-los como um trio e a junção funciona tão bem que mal conseguimos notar onde começa Robyn e termina Röyksopp ou onde eles começam e ela termina, bem, você entendeu. Rs. Pra zerar a internet, nesta terça-feira (23) que sucede a semana santa 3 músicas do tal EP chegaram até nós e, sim, valeu a pena toda a ansiedade. 

Ainda que sejam bem diferentes entre si, as músicas divulgadas, "Do It Again" (dá-lhe synths! Uma música boa de academia, com uma sonoridade meio "Time Machine" do "Body Talk", só que mais dançante), "Every Little Thing" (dá pra dizer que é uma baladinha, pra quem gosta de "Get Myself Together" e "With Every Heartbeat") e "Sayit" (carreiras foram destruídas depois dessa, lembra a porralouquice eletrônica de "Curriculum Vitae", "Criminal Intent" e "Don't Fucking Tell Me What To Do"), evocam os deuses do electropop para fazerem pop com arte de forma despretensiosa e nos remetem à bíblia lançada pela cantora em 2010, ainda que soem totalmente características ao trabalho do duo também. Como dissemos, uma junção praticamente perfeita. 

O blogueiro que vos fala não está bem e o melhor é parar de escrever e voltar a escutar todas essas canções. E depois "Sheezus" da Lily Allen. E depois o "Do It Again" de novo.






Pra completar o arrombo, ainda faltam duas músicas do novo EP de Röbskopp ou Röykbyn, sendo elas "Monument" (o primeiro single do material, que teve uma prévia divulgada recentemente!) e "Inside the Idle Hour Club". Mal podemos esperar por ambas.