It Pop apresenta: os hits em potencial “de la chanteuse” sueca, Marlene!

A internet adquiriu o ignorante habito de considerar tudo o que não é famoso por indie. Sabe-se lá a razão, muitos artistas atualmente s...

A internet adquiriu o ignorante habito de considerar tudo o que não é famoso por indie. Sabe-se lá a razão, muitos artistas atualmente se lançam visando atingir esse nicho, enquanto os fãs mais assíduos se esforçam, inclusive, pra que dele seus ídolos não saiam, mas há sim algumas diferenças entre o artista desconhecido/novo e o indie em si. Controversas sobre "pop" ser ou não um gênero musical a parte, "pop", derivado da palavra "popular", também descreve um nicho musical e, bem, se assim não fosse, não teríamos quem vê o meio como uma monarquia, ao ponto de definirem reis, rainhas, princesas e etc.

A nossa dica da vez, Marlene, é uma cantora pop. Levando em conta que seu público não se compara a legião de fãs que perseguem outras como Katy Perry ou Britney Spears, vamos pensar no meio com que ela ganhou força (os blogs de música alternativa, Tumblrs e afins) e chamá-la então por uma cantora de pop alternativo — sim, diferente do seu "indie pop".



O trabalho de estreia de Marlene que, assim como Robyn e Lykke Li, vem da Suécia, foi aberto pelo single "Bon Voyage" e nos fez questionar se a moça já não seria um daqueles projetos que a gravadora estuda por anos, sendo lançada pronta pra que seja um sucesso. Mas se assim foi, os planos da gravadora falharam, visto que a cantora não emplacou sua "Royals" ou [coloque aqui o primeiro grande hit de um nome em ascensão] até o momento em que escrevemos esse post, infelizmente.

Seja como for, seu trabalho é incrível, impecável mesmo, e tem tudo pra conquistar suas dezenas, centenas ou milhares de fãs pelos próximos meses, ao menos se mantiverem o mesmo gás que rendeu singles como "Bon Voyage" (essa a gente já chama de hino) e sua mais recente música de trabalho, "Stay Awake".

Até o momento, ainda não sabemos quais serão os próximos passos de Marlene, mas apostamos num EP pra que ela teste seu nome antes de apostarem em um disco ou algo do gênero — e acreditamos, inclusive, em algo futuro com a Marina & The Diamonds, com quem Marlene parece ter uma boa amizade e tem sido vista frequentemente. Nossa atenção pode nem ser grande coisa, mas ela já tem.



Aos interessados, aqui está a sua página no Facebook.