Jay-Z e Kendrick Lamar foram indicados em quase todas as categorias do Grammy 2018

E não, nós não estamos reclamando.

Chegou a hora da verdade!

Na manhã  desta terça-feira (28) foram revelados os indicados ao 60º Grammy Awards e, pelo incrível que pareça, o que não faltam são surpresas com a lista completa, liderada pelos rappers JAY-Z e Kendrick Lamar que, respectivamente, foram lembrados em oito e sete categorias.



Entre os principais indicados, a música de Luis Fonsi com Daddy Yankee e Justin Bieber, “Despacito”, foi mais do que reconhecida, assim como Childish Gambino, SZA, Khalid e o produtor No I.D., que garantiram nada menos do que cinco indicações cada.



Grande nome desta edição, JAY-Z é o único artista que concorre nas três principais categorias: álbum, gravação e música do ano. Batendo de frente com outros dois nomes fortes, Kendrick Lamar e Bruno Mars, que concorrem pelos trabalhos com os discos “DAMN.” e “24K Magic”.



O aclamado retorno de Lorde, “Melodrama”, só conta com uma indicação, por álbum do ano, podendo ser o responsável por tirar o prêmio de um artista negro mais uma vez - como aconteceu com Adele e Beyoncé no ano passado ou com Taylor Swift e Kendrick Lamar em 2016.



Ed Sheeran, que lançou no último ano o disco “Divide” e fez bastante sucesso ao som de “Shape of You”, só foi lembrado nas categorias pop, disputando os gramofones que gostaríamos de ver nas mãos de Kesha, Lady Gaga ou Lana Del Rey, todas indicadas fora dos prêmios principais.



Na ala dos nomes que sentimos falta, estão mulheres como Rihanna (“Wild Thoughts”, do DJ Khaled), Demi Lovato (“Tell Me You Love Me”) e Camila Cabello (“Havana”), além do cantor Harry Styles, que neste ano lançou seu disco de estreia, autointitulado, e também merecia o seu lugar ao sol.



Veja os indicados das principais categorias abaixo:

Gravação do Ano
“Redbone” — Childish Gambino
“Despacito” — Luis Fonsi & Daddy Yankee Featuring Justin Bieber
“The Story Of O.J.” — Jay-Z
“HUMBLE.” — Kendrick Lamar
“24K Magic” — Bruno Mars

Álbum do Ano
“Awaken, My Love!” — Childish Gambino
4:44 — Jay-Z
DAMN. — Kendrick Lamar
Melodrama — Lorde
24K Magic — Bruno Mars

Música do Ano
“Despacito” — Ramón Ayala, Justin Bieber, Jason “Poo Bear” Boyd, Erika Ender, Luis Fonsi & Marty James Garton, songwriters (Luis Fonsi & Daddy Yankee Featuring Justin Bieber)
“4:44” — Shawn Carter & Dion Wilson, songwriters (Jay-Z)
“Issues” — Benny Blanco, Mikkel Storleer Eriksen, Tor Erik Hermansen, Julia Michaels & Justin Drew Tranter, songwriters (Julia Michaels)
“1-800-273-8255” — Alessia Caracciolo, Sir Robert Bryson Hall II, Arjun Ivatury & Khalid Robinson, songwriters (Logic Featuring Alessia Cara & Khalid)
“That’s What I Like” — Christopher Brody Brown, James Fauntleroy, Philip Lawrence, Bruno Mars, Ray Charles McCullough II, Jeremy Reeves, Ray Romulus & Jonathan Yip, songwriters (Bruno Mars)


Artista Revelação
Alessia Cara
Khalid
Lil Uzi Vert
Julia Michaels
SZA

Melhor Performance Pop Solo
“Love So Soft” — Kelly Clarkson
“Praying” — Kesha
“Million Reasons” — Lady Gaga
“What About Us” — P!nk
“Shape Of You” — Ed Sheeran

Melhor Performance Pop em Duo/Grupo
“Something Just Like This” — The Chainsmokers & Coldplay
“Despacito” — Luis Fonsi & Daddy Yankee Featuring Justin Bieber
“Thunder” — Imagine Dragons
“Feel It Still” — Portugal. The Man
“Stay” — Zedd & Alessia Cara

Melhor Álbum Pop Vocal
Kaleidoscope EP — Coldplay
Lust For Life — Lana Del Rey
Evolve — Imagine Dragons
Rainbow — Kesha
Joanne — Lady Gaga
÷ (Divide) — Ed Sheeran


Melhor Álbum de Música Alternativa
Everything Now — Arcade Fire
Humanz — Gorillaz
American Dream — LCD Soundsystem
Pure Comedy — Father John Misty
Sleep Well Beast — The National

Melhor Performance R&B 
“Get You” — Daniel Caesar Featuring Kali Uchis
“Distraction” — Kehlani
“High” — Ledisi
“That’s What I Like” — Bruno Mars
“The Weekend” — SZA

Melhor Música R&B
“First Began” — PJ Morton, songwriter (PJ Morton)
“Location” — Alfredo Gonzalez, Olatunji Ige, Samuel David Jiminez, Christopher McClenney, Khalid Robinson & Joshua Scruggs, songwriters (Khalid)
“Redbone” — Donald Glover & Ludwig Goransson, songwriters (Childish Gambino)
“Supermodel” — Tyran Donaldson, Terrence Henderson, Greg Landfair Jr., Solana Rowe & Pharrell Williams, songwriters (SZA)
“That’s What I Like” — Christopher Brody Brown, James Fauntleroy, Philip Lawrence, Bruno Mars, Ray Charles McCullough II, Jeremy Reeves, Ray Romulus & Jonathan Yip, songwriters (Bruno Mars)

Melhor Álbum Urban Contemporâneo
Free 6LACK — 6LACK
“Awaken, My Love!” — Childish Gambino
American Teen — Khalid
Ctrl — SZA
Starboy — The Weeknd


Melhor Álbum R&B
Freudian — Daniel Caesar
Let Love Rule — Ledisi
24K Magic — Bruno Mars
Gumbo — PJ Morton
Feel The Real –Musiq Soulchild

Melhor Performance Rap
“Bounce Back” — Big Sean
“Bodak Yellow” — Cardi B
“4:44” — Jay-Z
“HUMBLE.” — Kendrick Lamar
“Bad And Boujee” — Migos Featuring Lil Uzi Vert

Melhor Performance Rap/Cantado
“PRBLMS” — 6LACK
“Crew” — Goldlink Featuring Brent Faiyaz & Shy Glizzy
“Family Feud” — Jay-Z Featuring Beyoncé
“LOYALTY.” — Kendrick Lamar Featuring Rihanna
“Love Galore” — SZA Featuring Travis Scott

Melhor Música de Rap
“Bodak Yellow” — Dieuson Octave, Klenord Raphael, Shaftizm, Jordan Thorpe, Washpoppin & J White, songwriters (Cardi B)
“Chase Me” — Judah Bauer, Brian Burton, Hector Delgado, Jaime Meline, Antwan Patton, Michael Render, Russell Simins & Jon Spencer,
songwriters (Danger Mouse Featuring Run The Jewels & Big Boi)
“HUMBLE.” — Duckworth, Asheton Hogan & M. Williams II, songwriters (Kendrick Lamar)
“Sassy” — Gabouer & M. Evans, songwriters (Rapsody)
“The Story Of O.J.” — Shawn Carter & Dion Wilson, songwriters (Jay-Z)

Melhor Álbum de Rap
4:44 — Jay-Z
DAMN. — Kendrick Lamar
Culture — Migos
Laila’s Wisdom — Rapsody
Flower Boy — Tyler, The Creator

Produtor do Ano (Não-Clássico)
Calvin Harris
Greg Kurstin
Blake Mills
No I.D.
The Stereotypes

Melhor Videoclipe
“Up All Night” — Beck
“Makeba” — Jain
“The Story Of O.J.” — Jay-Z
“Humble.” — Kendrick Lamar
“1-800-273-8255” — Logic Featuring Alessia Cara & Khalid