Recap || X Factor UK: com polêmica e sem favoritos, o primeiro liveshow tá imperdível


Oi, gente, que saudade estávamos dessa coluna que há dois anos dá o ar de sua graça aqui no It Pop, trazendo sempre o que aconteceu no final de semana do melhor reality show musical do mundo: o X Factor UK.

Depois de muito drama, "favoritos" eliminados antes de irem aos liveshows e com ótimos e singulares candidatos, a 13ª temporada teve, hoje (08), seu primeiro programa ao vivo. Tendo como mentores Simon Cowell (Girls), Nicole Scherzinger (Boys), Louis Walsh (Groups) e Sharon Osbourne (Overs 25) e com o tema "Express Yourself", o Top 12 deveria cantar músicas que mostram seu potencial enquanto artistas. E, para a surpresa geral, o programa foi SENSACIONAL.

Porém, a temporada já começou com uma polêmica gigante: o duo Brooks Way, formado pelos gêmeos Kyle e Josh, foi "removido" do programa por tempo indeterminado (muitos veículos britânicos falam da exclusão da dupla), porque um dos gêmeos (que são menores de idade) está sendo investigado pela polícia sobre a alegação de ameaçar a integridade física da ex-namorada.

Abaixo, você confere todas as apresentações, seguidas dos comentários já habituais de PV e Mike, a duplinha do X Factor pelos olhos do It Pop:

5 After Midnight - "Can't Stop the Feeling" (Justin Timberlake)


Começamos os live shows dessa temporada em alto nível com os meninos do 5AM. Apesar do começo instável e o nervosismo evidente, do meio pro final (principalmente quando Kieran assume os vocais) foi excelente, confirmando não apenas seu favoritismo, como também o quão bem o dinheiro do programa será bem investido neles, em algum momento do próximo ano. Foi divertido, cheio de energia e com muito "star quality". Sério, nos sentimos num show deles. Jurados amaram, público amou e nós, do It Pop, também. Arrasaram!

Sam Lavery - "Impossible" (James Arthur version)

 
WOW, estamos arrepiados! Após a apresentação de 5AM, o nível seguiu lá em cima, agora com a diva trevosa e ex-mascarada da temporada. A música na voz da Shontelle já era maravilhosa, James Arthur fez uma versão única na final de 2012, que popularizou ainda mais, e Sam tratou de criar outra versão singular pra ela. E que belo acerto. Vocalmente impecável, explorando o que tem de bom e sem perder o estilo sombrio que essa menina maravilhosa carrega. Sam tem talento de sobra e tem tudo pra ir bem assim que a temporada acabar. Vai, princesinha gótica!

Saara Aalto - "Let It Go" (Frozen)



Socorro, que destruição foi essa, Saara? Detestamos a música e escolha dela, mas que performance ESPETACULAR. Saiu da breguice que a norteou desde as audições, pra dar o melhor nos live shows. A nota que essa mulher segurou no ápice da apresentação foi de gelar a alma. Melhor da noite até agora, que, por enquanto, está impecável!

Ryan Lawrie – "Perfect" (One Direction)

 

Acho que todo mundo concorda com a gente: Ryan é perfeito para uma boyband. Isso é tão verdade que o próprio Ryan escolheu “Perfect” do One Direction para essa primeira semana. A apresentação foi interessante. Tudo parecia estar no lugar certo. O visual, o figurino, o palco e voz do candidato. A gente ainda sente que Niall ou Christian poderiam estar nos live shows, mas Nicole fez uma aposta certa ao trazer um candidato moderno e comercial para essa fase da competição. Ryan certamente não é o melhor vocalista da competição, mas certamente, agradará o público para crescer na competição. Já temos certeza que Ryan é o crush de muita gente por aí.

Gifty Louise – "That's My Girl" (Fifth Harmony)



QUE APRESENTAÇÃO. É exatamente isso que esperamos dos shows ao vivo do X Factor. Gifty optou por ‘That’s My Girl’ (Fifty Harmony) e fez uma apresentação impecável. Intensa, coreografada, dominando o palco e com um dos melhores vocais já apresentados até aqui, a candidata deixou seu nome na noite e, provavelmente, terá uma das apresentações mais lembradas do primeiro dia. Se Gifty continuar nesse caminho, poderá firmar seu nome como uma das favoritas ao prêmio dessa edição.

Relley C- "Shackles" (Mary Mary)

 
A gente sabe que ela já tentou entrar para os live shows do X Factor em outra temporada, mas até agora, Relley era uma candidata nula pra gente nessa temporada. Nada do que tenha feito havia se destacado, mas essa noite, finalmente, Relley parece ter se encontrado como artista. A apresentação teve energia o suficiente para chamar a atenção e mostrar o que pode fazer no programa. Mais uma candidata que cresceu com a competição e pode se tornar interessante para a temporada. Estamos de olho em você, Relley.

Matt Perry – "You Don't Own Me" (Grace)



Desde que o Matt apareceu no programa, sentimos que ele poderia ser um dos favoritos do ano. Ele tem carisma, beleza (de sobra), estilo e voz pra isso. Matt fez uma escolha arriscada para a noite, mas que não poderia ser mais certeira. Com ‘You Dont Own Me’ (Grace), Matt trouxe energia e intensidade para o show e fez a melhor apresentação da noite. Vocalmente, nos fez esquecer o desastre que foi o 6CC e arrasou. As partes altas e os falsetes finais foram destruidores. Pra mim (PV), se o programa terminasse hoje, Matt seria o campeão da temporada e iria direto pra um estúdio. Tenho crush assumido pelo candidato e sinto que ele poderá ser huge após o X Factor.

E vocês ouviram a plateia? Eles estavam histéricos ao final da apresentação. E assim como a Nicole, a gente também levantou a aplaudiu de pé.

Xuxinha – "Killing Me Softly" (The Fugees)


Nem precisamos explicar o apelido, né? Ele é a cara da Xuxinha, não é?

Resultado de imagem para xuxinha

Sinceramente, não entendo a escolha da Nicole em levar o Freedy para os shows ao vivo. Como era de se esperar, ele começou a apresentação no piano – que sempre foi o seu estilo – e até que fez uma escolha não tão segura. O problema é que ele tentou ser diferente do meio pro final, mas não rolou. Ele parece estar abaixo dos demais candidatos e, sinceramente, não sabemos se ele tem personalidade e versatilidade o suficiente para o programa. Novamente, Niall e Christian teriam sido escolhas melhores para essa temporada.

Bratavio – "Boom Boom Boom" (Vengaboys)


Tudo bem ser diferente, tudo bem ser fora da caixinha, tudo bem não ser convencional, mas de qualquer forma, você precisa ser bom o suficiente para estar ali. Bratavio foi divertido até uma fase da competição, mas já deu. Não mereciam estar ali! A impressão que eu tenho (PV) é que a produção contratou uma atração barata para divertir o público – de uma forma sem graça – entre uma apresentação e outra.

Resultado de imagem para nicole scherzinger x factor gif

Emily Middlemas – "Closer" (The Chainsmokers)

 
Obrigado, Simon. Você conseguiu fazer com que a Emily saísse daquelas versões chatas no violão de grandes clássicos do pop. Pela primeira vez, vimos uma nova versão da candidata e ela pareceu muito mais interessante. Particularmente, eu (PV) ainda acho a Emily sem carisma, com uma personalidade fraca – para o show – e a não a entendi como artista, mas pelo menos, ela pareceu mais atual do que poderia imaginar. Por mim, Simon deveria ter escolhido Caitlyn (mesmo com aquela apresentação desastrosa da Judge’s House) e pedido para que Emily estudasse mais, se encontrasse como artista e voltasse daqui uma ou duas temporadas. A escolha da música, provavelmente, levará Emily para a próxima semana!

Honey G – "California Love" (Tupac)



Ela precisa mesmo se tratar na terceira pessoa? Sério. Já está chato e sem graça faz tempo. Talvez a escolha mais criticada para os live shows (olá, Bratavio), Honey G chegou completamente desacreditada para os shows, mas sabe de uma coisa? Estamos com o Simon e não sabemos o motivo, mas adoramos essa apresentação. Dificilmente a gente a levará a sério, afinal, nem ela se leva a sério, mas a apresentação foi legal e divertida – diferente dos meninos do Bratavio que fizeram uma apresentação caricata e sem graça. A gente não faz ideia de qual será o futuro da Honey G, mas por hoje, ela fez o seu papel!

*** 

Com o fim das apresentações, ficamos surpresos com a qualidade do primeiro live show da temporada. Aos poucos, os fantasmas de alguns nomes que pareciam certos para essa fase da competição vão desaparecendo e dando espaço para que o Top 12 brilhe e tenha o seu merecido destaque.

5 After Midnight, Gifty, Saara , Sam e Matt – o melhor da noite – não decepcionaram e já conquistaram nossos corações. Ainda é muito cedo pra apostar em algo, mas se tivéssemos que arriscar um palpite para amanhã, acreditamos em um bottom com Xuxinha (Freddy), Ryan e Bratavio. E, se tudo ocorrer bem, assistiremos a dupla mais sem graça da competição sendo eliminada.

E vocês, o que acharam?

Amanhã estamos de volta com a primeira eliminação da temporada. Com show de James Arthur e seu novo/maravilhoso single, a noite promete ser tensa (inclusive com a definição sobre Brooks Way). A partir de agora, os três menos votados passam por uma "flash vote" de 5 minutos, salvando um candidato e deixando os outros dois nas mãos dos jurados! Já estamos nervosos!

Resultado de imagem para gif sharon osbourne dando tchau
Tecnologia do Blogger.