Prince, aos 57 anos, foi encontrado morto em seu estúdio :(

2016 tem sido o ano de despedida para algumas das maiores lendas da música.

Há alguns meses, lidamos com a perda de David Bowie e sua viagem sem volta para Marte, e agora precisamos encarar a partida de Prince, um dos maiores ícones negros da música, que, aos 57 anos, foi encontrado morto em seu estúdio de gravações, em Minnesota. As informações são do TMZ.

Cerca de uma semana atrás, o músico já havia sido hospitalizado, mas sua equipe afirmou se tratar apenas de uma gripe. Agora, a polícia local investiga as possíveis razões de seu falecimento.

Em toda sua carreira, Prince foi uma figura que desafiou diversos padrões historicamente tratados como tabus, da sexualidade às fronteiras musicais, se tornando um nome certeiro quando o assunto é empoderamento e, ao lado de artistas como Michael Jackson e David Bowie, integrando o mais alto escalão dos ícones da história da música.



Seu último disco foi lançado em 2015, o álbum duplo “HITnRUN” marcou ainda um importante posicionamento do músico quanto a indústria atual, visto que o colocou em frente aos artistas que apoiavam a iniciativa do Tidal, plataforma musical do rapper Jay Z que visa valorizar o trabalho dos seus artistas, em tempo que também os concede maior liberdade quanto ao que lançam. Ele também esteve a favor do movimento “Black Lives Matter”.

Com nada menos de trinta e nove discos lançados, Prince deixa mais que uma verdadeira legião de fãs órfãos de sua autenticidade e ousadia, nos provando que sempre podemos ser bem mais do que qualquer dia imaginamos e reforçando que estereótipo algum é o suficiente pra nos impedir de ser livres. Alguns dos artistas da atualidade influenciados por ele são Rihanna, Miguel, Bruno Mars e Janelle Monáe. Um puta artista que fará uma puta falta.

Que descanse em paz. :(
Tecnologia do Blogger.