Naldo erra (e erra feio) em seu novo clipe e single: "Deixa Eu Te Pegar"!

Depois da febre sertaneja começada por nomes como Michel Teló e Luan Santana, ainda era incerto qual seria o próximo gênero a emplacar na...

Depois da febre sertaneja começada por nomes como Michel Teló e Luan Santana, ainda era incerto qual seria o próximo gênero a emplacar nas rádios nacionais, mas aconteceu de surgir o cantor Naldo com uma boa música chamada "Amor de Chocolate". Na teoria, o que o cara fazia era funk (ou ~funk melody~), mas na prática o que tínhamos era o bom e velho pop, cheio de influências da terra do Tio Sam e diversas semelhanças bem específicas com um cantor que costuma conquistar bons números no nosso hemisfério vizinho, Chris Brown.

Aproveitando ao máximo a chance que teve, nosso Marrom extraiu tudo o que pode do tal hit, mas se deparou com o momento de virar o disco e, antes de revelar recentes parcerias com Timbaland e Kanye West, apostou em "Deixa Eu Te Pegar" como sua nova música de trabalho. Mas a nova aposta tem futuro? Talvez. Ao contrário da maioria de donos-de-um-hit-só, Naldo não quis reaproveitar a fórmula de "Amor de Chocolate" no novo single e vem num caminho totalmente diferente, mantendo apenas a ideia do refrão pequeno e de fácil acesso. Outros fatores que também podem causar um choque é a sonoridade da faixa, desta vez sem flertes com o funk (o que era, diga-se de passagem, uma das coisas mais legais de sua proposta inicial, por fazer um pop influenciado pelos americanos, mas com elementos nacionais), e seu videoclipe, agora sem praias, mulheres, animação ou qualquer coisa que remete àquele Brasil-pra-gringo-ver.

É um lançamento arriscado e admiramos isso, pois adoramos quando um artista tenta ir além do que lhe é proposto, mas seria ainda mais interessante se a música fosse boa ou se o clipe, lançado na manhã desta quinta-feira (09), caminhasse para algum lugar (e tivesse mais orçamento ou uma ideia que pudesse ser trabalhada com menos elementos, cof cof). Olhem só: