OMG: J.K. Rowling sugere que a saga Harry Potter seria uma mentira!

PERIGO, EVACUEM O LOCAL. O título desse post não é uma mentira, nação. J.K. Rowling, a escritora mais bem sucedida da história, mais ri...

PERIGO, EVACUEM O LOCAL. O título desse post não é uma mentira, nação. J.K. Rowling, a escritora mais bem sucedida da história, mais rica que a Rainha da Inglaterra, mais loira que a Lana Del Rey, mais diva que a Rita Ora, soltou essa bomba básica pra descontrair o cérebro dos potterianos. Peguem o cilindro de oxigênio, o desfibrilador, segurem a mão de Black Jesus e continuem lendo essa matéria.

No Box mega-super-ultra perfeito Harry Potter Wizard Collection, que você provavelmente terá que vender a casa pra comprar, chormd, existe um extra que mostra uma entrevista da escritora com Steve Kloves, o roteirista da saga. No extra, eles conversam na hipótese (que soa mais como algo concreto em certos momentos) de que toda a saga é uma mera loucura da cabeça do protagonista, que, cansado da vida aprisionada e sofrida, imagina tudo aquilo como válvula de escape. Pfvr to tremendo Rosana. Veja o vídeo e a tradução da entrevista.

SK: Havia essa parte no roteiro, quando ele estava no armário debaixo da escada, inventei para ele uma aranha chamada Alastor, com quem ele conversava. E ele pegava soldadinhos quebrados da lixeira e os alinhava na prateleira. Esse exército quebrado que Duda jogou fora.
JK: Era uma imagem tão excelente, o exército quebrado.
SK: E ele costumava conversar com eles e a questão é que ele parecia ligeiramente louco quando escrevi o primeiro rascunho. Quando Hagrid aparecia, você achava que ele havia saído de sua imaginação por um segundo. Ele havia convocado esse cara.
JK: Acho que esta questão é fabulosa e que conversa com perfeição com a verdade dos livros, porque já sugeriram isso a mim mais de uma vez que Harry enlouqueceu no armário debaixo da escada e que tudo que aconteceu subsequentemente foi algum tipo de vida fantasiosa que ele desenvolveu para se salvar.
SK: E aí é de onde veio. Veio do livro. Quando você lê o livro, você percebe muito bem que ele é um garoto torturado.
JK: Totalmente. Claro que ele é sim.
SK: E, então, há escuridão lá, então é.
Comassim Brasil??? Vamos com calma. Você deve está se perguntando “Ela deu pistas disso, sugeriu? Nunca vi!”.
"- Claro que está acontecendo em sua mente, Harry, mas por que isto significaria que não é real?" DUMBLEDORE, Alvo, Harry Potter e as Relíquias da Morte, capítulo Trinta e Cinco.
Parece mais claro agora, não? Muda alguma coisa na saga tudo aquilo ser uma mentira? Não. Muda para nós? Sim. Cada um pode ter uma reação diferente (pra começar isso não foi prontamente confirmado pela JK), mas para mim, deixou a saga ainda mais profunda e épica. Alice no País das Maravilhas, outra obra-prima clássica, se baseia exatamente na mesma coisa – tudo aquilo foi um sonho de Alice para se livrar do mundo apático que vivia, e é isso. Não precisam arrancar os cabelos, lirou potters. Apesar de ser frustrante para alguns, a saga Harry Potter jamais será abalada com um mero devaneio da cabeça de um menino de onze anos preso no armário da escada. Ou será que é o contrário?

ATUALIZADO: Corrigido um detalhe da tradução, dica do leitor Victor Bianchin. E FRIZANDO: J.K. não confirmou isso, só sugeriu ("Acho que esta questão é fabulosa e que conversa com perfeição com a verdade dos livros") e deixou a questão em aberto, levantando-a (o que, particularmente, é uma teoria válida e muito inteligente).