Review: Karmin e todas as possibilidades do EP "Hello"

Quando Karmin anunciou para o dia 8 de maio o lançamento de "Hello", todos esperavam que fosse esse o álbum de estreia da dupla, m...
Quando Karmin anunciou para o dia 8 de maio o lançamento de "Hello", todos esperavam que fosse esse o álbum de estreia da dupla, mas não, aproveitando esse momento "por cima" e todo o buzz gerado pelo VEVO, a dupla apostou em um EP - com oito faixas, sendo uma delas um remix para "Brokenhearted", que é o lead-single do extended play.

Antes que eu comece a review, preciso perguntar, qual Karmin vocês preferem? Os discontraídos de "Crash Your Party", os apaixonadinhos e radiofônicos de "Brokenhearted" ou a dupla mais intensa de "I Told You So"? Não, não responda! Tenho uma boa notícia, se você tem preferência por uma dessas três opções, algo no "Hello" deverá te agradar. Agora vamos resenhar?



1. "Walking On The Moon"
Nos primeiros segundos de "Walking On The Moon", parece que temos uma baladinha ou algo do gênero, mas somos surpreendidos por um quase-break, que intercala os melódicos versos com as rimas de Amy Heidemann. Não que seja ruim, mas não se surpreenda, tem coisa melhor à frente.

2. "Brokenhearted"
Eis a "coisa melhor à frente". Essa já é conhecida e todo mundo ama, né? A faixa, que foi o segundo single da carreira de Nick e Amy, é algo bem mais radiofônico e bonitinho do que estávamos acostumados a escutar a dupla cantar - isso inclui seus covers - e em geral, não convenceu aqueles que preferem o Karmin mais ousado.

3. "I Told You So"
"... o Karmin mais ousado". Me lembro que quando comentei pela primeira vez sobre "Brokenhearted" aqui no blog, me lembrei de Katy Perry e Pixie Lott, mas toma esse banho de água fria: "I Told You So". A faixa, que é minha favorita do EP, mostra um lado mais "Nicki Minajístico" de Amy e mesmo com esse pé no hip-hop, te rouba pelo refrão. Ótima.

4. "Too Many Fish"
Essa é uma faixa que me chamou bastante atenção neste EP. Ela é cativante, animada e claro, ousada. Na faixa, que super me lembrou de "Get Me Bodied" da Beyoncé, Amy canta sobre ter "peixes demais no mar para se preocupar com apenas um". É tipo uma versão melhorada daquela "a fila anda e a catraca gira, se sentir saudades, vai pro final da fila", sabe? Putz, que referência bacana.

5. "I'm Just Saying"
Essa também já era conhecida, hein? A faixa, que já havia sido performada pelo duo, segue aquela fórmula de mesclar um bom refrão com uma boa rima e um bom instrumental. Pensando bem, já não sei de "I Told You So" é minha favorita, I am just saying.

6. "Coming Up Strong"
Esses dias estava conversando com um amigo meu e brinquei, dizendo que logo alguns desinformados vão achar que Karmin é o nome de Amy e nem ao menos notar Nick, mas "Coming Up Strong" me trouxe uma dose de esperança neste EP. "Why are you crying? It's ok now." Nick Noonan canta muito bem para ficar apenas no teclado e fazendo o figurante nos videoclipes, tá dona Amy? Não seja ciumenta, só queremos a voz dele - eu, ao menos. Preciso dizer que amo essa faixa?

7. "Hello"
Opa, estou escutando o grande hit do Karmin?! Hit do verão? Já podemos dar tchau para Nicki Minaj?! Não, não e talvez. Infelizmente, "Hello", a faixa-título do EP, foi usada apenas como buzz-single do material e sendo assim, não deverá ganhar nem ao menos um clipe. A faixa é daquelas que te pega de primeira e nela, a dupla fala sobre os odiadores e sobre não ligar para eles. Além disso, "Hello" traz o olá da banda, literalmente, para os que não os conhecem: "Vou fazer isso, faça como eu quero que faça isso. Você não me conhece porque nunca me viu antes. Vou trazer aquilo, dar isso. Você vai me amar como nunca amou ninguém. Olá!".

8. "Brokenhearted (Mixin Marc & Tony Svejda Club Mix)"
Como eu disse, uma das oito faixas era um remix de "Brokenhearted" e assim terminamos o EP "Hello", com uma boa dose de dubstep e falta de sincronização entre o instrumental do remix e os vocais de Amy Heidemann.