Este post é um apelo em prol da carreira de uma cantora chamada Kehlani

O futuro da boa música está nas suas mãos.

Caso você ainda não saiba, esta é Kehlani:


Você provavelmente a conhece por alguma parceria, como a participação dela em “Faking It”, do Calvin Harris, ou “Good Life”, do G-Eazy, ou “Wrong”, do Zayn.


Mas PRE-CI-SA saber que ela tem bem mais do que isso para oferecer.

Cantora, dançarina e compositora, Kehlani faz música desde 2009. Antes de se encontrar no R&B, a artista chegou a integrar um grupo finalista do America’s Got Talent, Poplyfe, mas foi em carreira solo que realmente entregou seus melhores trabalhos.

Na breve carreira, já foram 3 álbuns: as mixtapes “Cloud 19” e “You Should Be Here”, além do seu disco de estreia com uma gravadora, “SweetSexySavage”.


Com esse disco, ela lançou singles como “CRZY” e a faixa que também integra a trilha-sonora de “Esquadrão Suicida”, “Gangsta”:


E, curiosamente, nenhuma delas se tornaram smash hits.


Mesmo antes de encerrar os trabalhos com seu primeiro CD, Kehlani estreou há algumas semanas um novo single, “Touch”, e sem grandes surpresas, a música é mais um hino para o seu histórico.


O clipe não tem nada demais porque a música foi feita para uma campanha publicitária, infelizmente:


Mas o fato é que: estamos negligenciando mais um grande nome que, se fosse literalmente grande, poderia estar por trás da próxima “Shut Up and Drive”, provavelmente.


E, com cada vez mais cantoras sendo engavetadas pela ausência de grandes hits, nos bateu uma preocupação sobre Kehlani que, definitivamente, não pode ser deixada para trás (Tinashe, Anne-Marie, Neon Hitch, Bonnie McKee, nós ainda estamos com vocês!).

Sendo assim, lançamos aqui um apelo: não deixe o hype de “Faking It” morrer e, sempre que possível, recomende “SweetSexySavage” para seus amigos e familiares.


O futuro da boa música está nas suas mãos.