Os vocais “escondidos” em “Liar”, da Britney Spears, deixam a música ainda mais épica

Um link para guardarmos e mostrarmos sempre que disserem que ela não canta bem.

É difícil encontrar quem não concorde que o novo álbum da Britney Spears, “Glory”, é uma das produções pop mais completas desse ano e, dentro desse hinário, uma das músicas que mais chamaram nossa atenção desde a primeira audição foi “Liar”, até então não lançada como single.

Não enviar a música para as rádios, entretanto, não impediu que seus fãs apostassem em remixes para a faixa, e numa dessas versões, assinada pelo produtor Neemz, temos uma releitura maravilhosa da música que já era ótima, destacando alguns dos vocais “escondidos” nas camadas de sua edição original e, por conta disso, nos deixando bastante impressionados.

Ouça:


Embora descreva sua versão como uma “stripped”, Neemz conseguiu reestruturá-la de uma forma que a manteve bastante encorpada, ganhando, inclusive, ares mais épicos em seu refrão e final, com ênfase para os solos de Britney e o coro ao fundo.

Na versão do álbum, “Liar” foi produzida por Jason Evigan, que já esteve por trás de músicas como “Ghosttown”, da Madonna, “Heartbeat Song”, da Kelly Clarkson, e “Chains”, do Nick Jonas.


Agora que “Make Me” e “Slumber Party” não vingaram, traz logo esse hino como single, Britney, nunca te pedimos nada!