Os melhores lançamentos da semana: Tove Lo, MC Carol, The Skins, DNCE e mais


Desde junho do ano passado, a sexta-feira foi escolhida para o dia mundial de novos lançamentos musicais, chamado New Music Friday, e, no geral, todos esses lançamentos acontecem por plataformas como Spotify, Apple Music, Tidal, iTunes, etc.

Como tem se tornado costume, ao virar do dia entre quinta e sexta-feira, corremos para o Spotify, para sabermos quais são as novidades mais interessantes, sejam elas de artistas novos ou consolidados, e daí surgiu a ideia de tornarmos isso uma playlist que, obviamente, será atualizada semanalmente.



Como uma introdução, vale ressaltarmos que as músicas foram ordenadas de forma que as melhores se encontrem no topo.

Caso você não esteja interessado em ler sobre isso, pode apenas apertar o play na lista acima, mas se você realmente está disposto a saber o que temos a dizer sobre isso, aqui vamos nós:


 Toda semana, dizem que o pop foi salvo por alguém. Se essa história for real, nesta semana foi a vez de Tove Lo fazer a sua parte. O disco “Lady Wood” está entre nós e uma das melhores músicas já lançadas em toda a carreira da sueca se chama “Imaginary Friend”.

 Heavy Baile nesta porra! MC Carol lançou um dos melhores álbuns do ano, “Bandida”, e além dos singles “100% Feminista” e “Delação Premiada”, traz uma nova versão de “Não Foi Cabral”. Que hino da porra.

 Não dá pra ficar surpreso ao saber que o produtor John de Sohn é da Suécia, após ouvir a maravilhosa “Run For Cover”. É como se a Bebe Rexha cantasse “Starving”, da Hailee Steinfeld, o que é uma ótima coisa, caso se questione.

 Em nosso primeiro contato com a banda americana The Skins, fomos impactados por um instrumental FODA, guiado pelos marcantes vocais de Bay Li, além da grande colaboração de D.R.A.M, que já deu as caras por aqui outras vezes. A música se chama “Bury Me”.

 Embora esteja numa boa posição na lista, ainda não estamos certos sobre ter ou não gostado de “After The Afterparty”, da Charli XCX. É meio “We Can’t Stop”, meio “O Sapo Não Lava O Pé”, meio genérica demais para um trabalho que sucede algo tão bom quanto o EP “Vroom Vroom”, mas cresce conforme escutamos. Talvez gostemos mais daqui um tempo.

 Louisa Johnson tem tudo para se tornar uma grande artista. A moça do X-Factor deu voz para um dos melhores singles do Clean Bandit, “Tears”, ela volta com seu próprio hino e, com o perdão do trocadilho, it’s “So Good”.

 Se o Maroon 5 não faz música de Maroon 5, Joe Jonas e a sua trupe do DNCE nos salva. “Blown” é funky, retrô, radiofônica, despretensiosa e chiclete pra caramba. Difícil não gostar.

 Não contentes em dominar a música pop, os suecos também avançam pelas fronteiras do neo-soul com “Did It For The Fame”, da talentosíssima Sabina Ddumba. O impacto é real.

 Numa proposta menos óbvia e, consequentemente, menos radiofônica, Dua Lipa se redescobre na introspectiva “Room For 2”. Mais um acerto em sua breve carreira.

 Bebe Rexha está decidida a emplacar seu próprio hit e, como não rolou com a Nicki Minaj em “No Broken Hearts”, torcemos pra que aconteça com “I Got You” – que é imensamente melhor, diga-se de passagem.

+ Alessia Cara, Drake, Little Mix, Frida Sundemo, Shakira, Maty Noyes, ALMA, etc.


Tecnologia do Blogger.