It Investiga: Missão cumprida: O que você não sabia sobre o desaparecimento de Usher Raymond!



RELATÓRIO DE RESOLUÇÃO DO CASO 1104 - USHER RAYMOND
DDA - Divisão de Detetives de Artistas

DOSSIÊ

Usher Terry Raymond IV, nascido no dia 14 de outubro de 1978, é um artista natural do Texas, Estados Unidos. Seu primeiro e autointitulado disco foi lançado pouco antes de completar 16 anos, com três singles, incluindo suas primeiras entradas no Hot 100, "Can U Get Wit It" e "Think Of You". Três anos depois, seu segundo disco, "My Way", tornou-se um incrível sucesso, vendendo em torno de 8 milhões de cópias e rendendo os hits "You Make Me Wanna", "Nice & Slow", seu primeiro #1, e "My Way". 



No dia 07.08.2001 (8.7.01 em inglês), até então uma data comum de promoção do primeiro single do seu terceiro álbum, "U Remind Me", mais um #1, Usher recebeu um email com a seguinte mensagem: "Se quiser que seu disco seja um sucesso, o libere hoje." Assustado, mas animado com a ideia, Usher resolveu arriscar, nomeando o disco 8701 e lançando-o no mesmo dia. Não só o disco já vendeu em torno de 9 milhões de cópias, como rendeu mais um #1, "U Got It Bad", um top 3 com "U Don't Have To Call" e junto com tudo isso, seus dois primeiros Grammys. 



Raymond ficou intrigado com aquela mensagem, por isso contratou detetives e hackers para descobrirem quem fora o autor de tal email. Um prodígio da programação, mexendo no computador de Usher, encontrou a combinação de códigos que gerou o email, mas não fazia sentido para ele, pois era algo nunca antes visto, como se fosse produto de uma tecnologia muito mais avançada. E era! Depois de meses tentando contatar o mensageiro, o expert em computação conseguiu replicar os códigos e se conectar com o computador que rastreava, mas para sua surpresa, um rosto surgiu na tela: o rosto de Usher!

Encontro 

Assustado, ele gritou Usher e não soube o que fazer quando viu o seu chefe, falando com uma versão um pouco mais velha dele, através de um computador. Resumindo os fatos, o cantor recebeu uma mensagem do futuro dele próprio! O Usher do futuro estava tentando contatar a si próprio para conversar sobre o andamento de sua carreira, pois ele estava com bloqueio criativo. Graças as tecnologias disponíveis em 2014, ano atual para ele, isso era possível. Além disso, ele planejava um viagem para o passado, afim de encontrar a si mesmo e viver essa experiência que julgava ideal para construir um novo disco de sucesso depois.

O Usher de 2014 estava em contato com cientistas especializados em viagens entre tempo-espaço, pois queria que construíssem um máquina para que ele pudesse viajar ao passado. Tais cientistas realizaram o feito e Raymond embarcou em sua viagem de volta para 2003. Enquanto isso, no passado, todo mundo esperava o sucessor do aclamado 8701, que estava encontrando dificuldades em ficar pronto. Usher que, assim como sua versão do futuro, não sabia qual direção tomar, até que, enquanto se olhava no espelho, viu além do seu reflexo, uma figura idêntica a si próprio, usando roupas estranhas.


Confissões  

Semanas passaram enquanto ambos os Ushers trocavam figurinhas sobre suas vidas pessoais e profissionais. A cada dia eles ficavam mais próximos, até que o Usher do passado pediu ajuda nas sessões de composições do seu novo álbum. Vendo ali uma chance de transformar seu nome, o Usher do futuro topou, só que ele não sabia que mudando a direção do disco que ele havia lançado quando viveu em 2003, ele causaria um efeito dominó.

Depois de um ano trabalhando juntos, misturando a sonoridade futurística de "Yeah!", maior hit da carreira de ambos, com o R&B do momento, o "Confessions" ficou pronto, contando histórias das vida dos dois Ushers e gerando outros 4 smash hits: "Burn", "Confessions", "My Boo", todas #1, assim como "Yeah!" e um top 10 com "Caught Up". Melhor do que tudo isso, o álbum, primeiro de ambos a debutar no topo, recebeu disco de diamante por mais de 10 milhões de cópias distribuídas só nos Estados Unidos, que são somadas a mais 10 milhões no mundo todo. Com mais 3 Grammys em sua estante, tudo corria incrivelmente bem para os dois.

Consequências

Empolgados com o sucesso do "Confessions", iniciaram rapidamente os trabalhos para o que veio a se tornar o "Here I Stand". Certos da identidade do disco, mais um sucesso foi criado, outro cd estreando no topo, com "Love In This Club", mais um single em #1. E isso, junto com as 5 milhões de cópias vendidas, foram o suficiente para eles entrarem em turnê e quererem mais. O 'mais' gerou o controverso, "Raymond v. Raymond", onde duas identidades batalhando e controversas são vistas. A inconsistência e diferença de identidades gerou o cd menos aclamado dos Ushers, mesmo assim o sucesso foi suficiente para eles.



Só o quarto single do "Raymond. v. Raymond", "OMG", chegou ao primeiro lugar, o disco estrou no topo, mas com críticas medianas. Vendo que seria necessário um esforço a mais para manter a coroa, eles relançaram o disco com o EP "Versus", mostrando que ainda tinham mais a oferecer e gerando o hit "Dj Got Us Falling In Love", top 5 da Billboard e ganhando mais dois Grammys.

Separação



Os dias de gêmeos dos Ushers estavam contados, mas eles não sabiam e seguiram produzindo mais sons. Em 2012, uma faixa nova cai na internet, o top 20 aclamadíssimo de "Climax". Essa música, que depois rendeu mais um Grammy, mostrava um amadurecimento incrível. Logo em seguida, o hit top 10, "Scream" ajudou a levar o "Looking 4 Myself" ao topo da parada de discos. Tudo parecia estar indo bem, pois apesar das vendas medianas, o estilo e musicalidade deles estavam a todo vapor.



Inciando a turnê, tiveram que optar pela continuidade ou pela cadeira do The Voice. Escolheram a segunda opção e começaram a produzir o oitavo disco de estúdio. Foi em 2014, após o lançamento de "Good Kisser", "She Came To Give It To You" e "I Don't Mind", que o Usher do futuro desapareceu. Desesperado e buscando explicações, Usher também desapareceu e passou a rodar o mundo, buscando Usher do futuro, achando que havia sido abandonado. Quando o mundo percebeu seu sumiço, a Divisão de Detetives de Artistas foi contatada para descobrir o que estava acontecendo com Usher e porque não havia sinal dele em lugar algum, mas não demorou muito para nossos detetives e cientistas descobrissem o que aconteceu.


Status: Missão Completa

A explicação encontrada pelos cientistas da DDA foi que o Usher do futuro viajou em 2014, e como não retornou para o seu tempo real, ele estava sendo uma projeção em duas épocas. Como o passado também chegou ao futuro, ele não pôde coexistir no mesmo futuro em duas dimensões distintas. Quando nossos detetives encontraram o único Usher, ele, se vendo sozinho, após ter conquistado tanto em sua carreira, está decidido a fazer do seu oitavo disco um tributo a esta vida conquistada com seu gêmeo futurista. Todo o mundo segue aguardando ansiosamente pelo retorno triunfal de um dos artistas mais importantes da época.



Relatório oficial da operação 1104 - Usher Raymond.

Tecnologia do Blogger.