Kimbra vem com ouro e em stop motion em 'Goldmine', seu novo (e ótimo) vídeo!

Kimbra, infelizmente, está longe de ser um dos grandes nomes da música mundial. A neozelandesa (eita país abençoado!) ganhou fama ao redor desse pequeno planeta chamado Terra por conta de sua participação em "Somebody That I Used To Know", smash hit do belga Gotye, extraído do brilhante disco de estreia do cara, "Making Mirrors", mas após esse feito, a garota não conseguiu nada parecido.

Por falar em "Somebody That I Used To Know", foi na época da explosão do hit que Kimbra promovia seu primeiro e interessantíssimo disco, "Vows", que conta com hinos como "Settle Down", "Cameo Lover" e "Old Flame". Infelizmente, o segundo CD dela, 'The Golden Echo", falhou no desafio do segundo álbum e foi, na melhor das hipóteses, morno, não tendo uma boa receptividade perante os críticos e nem seu público. 

Ela pode não ter acertado em "Echo", mas uma se tem uma coisa que ela não faz feio é um vídeo. Da simplicidade e fotografia belíssima dos já citados "Settle Down" e "Cameo Lover", passando pelo enérgico "Come Into My Head" até ao coloridíssimo "90's Music", ela sempre nos entregou trabalhos visuais interessantíssimos, ainda que com uma distância entre e outro bem deprimente (seu último clipe é 10 meses atrás, para "Miracle")

Felizmente, a neozelandesa está de volta com mais um videoclipe, de outro single extraído de seu malfadado e mais recente álbum. "Goldmine", musicalmente falando, não nos soa como algo absurdamente bom ou fora do estilo da Kimbra, ainda que conte com uma ponte e um refrão deliciosos e seja uma das mais legais do CD. O trunfo disso tudo é, novamente, seu clipe muito bacanudo em stop motion e quase totalmente em preto e branco. 

Assista abaixo e vem amar com a gente:

Tecnologia do Blogger.