It Pop Apresenta: o electropop vitaminado com guitarras e baterias de Florrie!

Há uma cantora absurdamente linda que reina no meu iTunes há algum tempo. Florence Arnold, 24 anos, mais conhecida pela alcunha de Flor...

Há uma cantora absurdamente linda que reina no meu iTunes há algum tempo. Florence Arnold, 24 anos, mais conhecida pela alcunha de Florrie, é inglesa, cantora, baterista e modelo (gatíssima <3). Confesso que sempre pensei em apresentá-la ao mundo por aqui, mas tinha muito ciúme dela (ciúme cultural em pleno século XXI, que démodé) rs, mas aqui está, vocês também podem amar essa linda agora.

Eu poderia escrever um texto mega elucidativo sobre o início da carreira dessa flor, mas nada está tão simples e direto quanto sua bio no Last.fm, então vamos lá para agilizar o processo: Uma reunião com a empresária da cantora australiana Gabriella Cilmi fez com que Florrie fosse a um bem-sucedido teste para se tornar baterista na gravadora Xenomania. Seu primeiro trabalho foi tocar em 2008 juntamente com a banda Girls Aloud (SDDS) a música The Promise. Após um período de participação na música de outros artistas, o produtor musical Brian Higgins a encorajou a lançar uma música escrita por ela mesma, Call 911, e entrar no mercado musical – esse foi um passo importante para sua carreira. A música recebeu críticas positivas e em poucos dias já havia tido mais de mil downloads, um número bastante expressivo para uma cantora ainda desconhecida no cenário musical.


Bem, foi assim que Florrie conseguiu seu pequeno espaço nesse tumultuado cenário. Logo após, em 2010, ela lançou seu primeiro EP, “Introduction”, recheado com muito synthpop e instrumentos eletrônicos combinados com sua voz doce. Com quatro faixas, Call Of The Wild, Give Me Your Love, Summer Nights e a melhor música, Left Too Late (essa é a Dance In The Dark dela - a que todos os fãs amam mas que não virou single), a fama da moça começa a crescer, ganhando holofotes em sites de música que elogiaram o trabalho no EP, que é maravilhoso. Para ouvi-lo inteirinho é só clicar aqui.


Depois, em 2011, Florrie lança seu segundo EP, “Experiments” (clique aqui para ouvi-lo), que é dono de uma das capas mais fashion que eu já vi. Agora com seis faixas, Speed Of Light, Experimenting With Rugs, What You Doing This For?, I Took a Little Something, Begging Me e She Always Gets What She Wants, foi a fase que ela mais conseguiu destaque, com três faixas ganhando clipes.


No ano seguinte veio o terceiro EP, “Late” (nome escolhido com a ajuda de fãs pelo Facebook). Com o cargo chefe nas mãos da in-crí-vel Shot You Down, Florrie veio mais agressiva, forte, eletrônica. Seguida pelas faixas I’m Gonna Get You BackEvery Inch e To The End, fecha o ciclo na carreira da cantora, que conseguiu reunir um material incrível em apenas três anos. Cola aqui pra ouvir essa delícia.

Agora a musa retorna com sua nova música, Live A Little, onde, no clipe lançado nessa semana, Florrie é uma banda de um só. Ao que tudo indica, essa é uma amostra do primeiro álbum da cantora, que deve continuar trabalhando com os mesmos produtores dos três EPs, como o já citado Brian Higgins, que já trabalhou com Pet Shop Boys, Sugababes, The Saturdays, Girls Aloud, Sophie Ellis-Bextor, Kylie Minogue, Gabriella Cilmi e outros.

E VAMOS APROVEITAR: há várias músicas disponíveis para download gratuito na sua página do Last.fm e no seu site oficial, além do canal no Youtube, que tem MUITA coisa. Ah, e não se esqueçam de curtir a moça no Facebook e seguir no Twitter que Florrie é linda, é loira, é diva e merece todo o sucesso do mundo.