Justin Bieber ~canta~ "Boyfriend" na final do The Voice USA. Tsc, tsc...

Ontem foi a final do The Voice norte-americano e quem foi a ~grande~ atração da noite foi o nosso querido -n Justin Bieber, que performou...
Ontem foi a final do The Voice norte-americano e quem foi a ~grande~ atração da noite foi o nosso querido -n Justin Bieber, que performou pela primeira vez ao vivo "Boyfriend", que é o primeiro single de "My World 4.0" "Believe" e que teve seu videoclipe-marmota divulgado na semana passada.
Sobre a performance, há muitos pontos a analisar, começando pelo quesito que não fez jus ao nome do programa: a voz. Além do mais, ficou (mais uma vez) evidentemente claro que Jus10 ainda não está adepto ao combo dançar+cantar, e que falta bastante para ele chegar a um nível de satisfação favorável. Sem contar que, qual o sentido de gravar uma canção sem saber se dará conta de interpretá-la ao vivo? Será que é mais digno ter que ~rihannizar~ e mudar o tom para conseguir "levar" a música? I don't think so.
Mas isso é o começo de tudo. O desastre mesmo está no conjunto visual da apresentação. O pequeno investiu na fórmula desastrosa do videoclipe e insistiu no conceito de gente-eu-cresci-minha-voz-tá-grossa-e-quero-provar-de-uma-vez-por-todas-que-não-sou-gay. Bieber entoou a letra da música em meio a bailarinas rebolativas com uma coreografia que me pareceu bastante forçado e desnecessário. Mas no final, tudo se resultou em algo semelhante à toda aquela parafernalha apelativa que a Miley Cyrus (sdds, Hannah) fazia enquanto divulgava o álbum "Can't Be Tamed". eeeew

Achei que ficou um "FutureSex/LoveShow" para baixinhos. E Justin... Eu juro que estou tentando gostar um pouco mais de você. Mas eu acho que você deveria ir com mais calma. Amadureça primeiro, deixe crescer uns pelos nesse corpo e pega leve na make. Aí depois a gente já pode conversar sobre você se tornar um símbolo sexual.