Kevin Spacey acaba de entrar para a lista de homens escrotos de Hollywood

Infelizmente, mais uma decepção para a lista.

Woody Allen, Charlie Sheen Jhonny Depp, Robert Downey Jr., Michael Fassbender, Bret Ratner, Casey e Ben Affleck, Sean Penn e Harvey Weinstein. Todos estes grandes nomes de Hollywood são apenas alguns de inúmeros atores, produtores e diretores que nos decepcionaram e provaram que o homem é, em sua maioria, uma merda. Infelizmente, Kevin Spacey acaba de entrar para este clube.

Na última segunda-feira, o ator de “Star Trek: Discovery” Anthony Rapp contou ao BuzzFeed sobre o assédio que sofreu pelo Kevin Spacey em 1986 durante uma festa. Na época, Rapp tinha 14 anos e Spacey 26, e o ator disse que bêbado, Spacey teve comportamentos inadequados, claramente tentando algo sexual com o jovem, que conseguiu se desvencilhar.

O ator de “House of Cards” através do Twitter disse que não se lembrava de nada, pediu desculpas e saiu do armário, dizendo que escolheu viver uma vida como um homem gay. Pegou mal de novo. Militantes LGBTQ foram enfáticos em dizer que a saída do armário de Spacey foi oportuna, com intenção de desviar o foco do que importa, e que isso corrobora o discurso de conservadores ao dizer que gays são pedófilos.

A história que aconteceu há mais de 30 anos, contudo, foi importante para que novas pessoas tivessem coragem de expor abusos sofridos por Spacey. O produtor Tony Montana contou ao Radar Online que foi agarrado por Spacey em 2003 quando os dois estavam em um bar em Los Angeles. O ator Roberto Cavazos, que trabalhou com Spacey em um teatro em Londres de 2004 a 2015, denunciou em seu Facebook as constantes tentativas de Spacey em jovens rapazes. Para ele “parece que o único requisito era ser um homem abaixo dos 30 para o sr. Spacey se sentir livre para nos tocar”. 

Em uma longa reportagem, a CNN encontrou 8 trabalhadores do set de “House of Cards” que afirmaram que o protagonista da série mantinha um comportamento predatório. Ninguém quis revelar sua identidade por medo de represália, pois são, em muitos casos, pessoas que ainda não conquistaram seu espaço em Hollywood. Um funcionário chegou a dizer que Spacey, em uma carona para o set da série em Baltimore, colocou a mão em suas pernas sem permissão. O funcionário disse que ficou em choque, “ele era um homem em uma posição muito poderosa no show, e eu não era ninguém na cadeia alimentar lá”. 

A Vulture publicou uma reportagem sobre um ator anônimo que disse ter sofrido uma tentativa de estupro por Spacey. O ator, que não quis se identificar, falou que se relacionou sexualmente com ele quando tinha 14 anos e Spacey 24. A Vulture confirmou as datas e conversou com pessoas próximas e o terapeuta do acusador, e a história foi confirmada.

A tentativa de estupro se deu no último encontro dos dois, quando Kevin forçou penetração no jovem, que resistiu. O ator ainda afirmou que Kevin confessou ter "ficado de olho" nele desde os 12 anos, mas que só se aproximou aos 14. Spacey não se pronunciou sobre o assunto, e seu advogado disse que ele irá procurar tratamento, só não sabemos para o quê, exatamente. As gravações da sexta temporada de "House Of Cards" foram suspensas pela Netflix essa semana, e depois das acusações de pessoas do próprio set não seria de se espantar se a temporada for cancelada.

Pois é Kevin Spacey, felizmente estamos num mundo onde as pessoas estão tomando coragem para enfrentar valentões de Hollywood como você e Harvey Weinstein, no que parece ser uma tendência agora.  Outros gigantes do audiovisual tendem a cair e, com sorte, essa cultura obscura de Hollywood ficará para trás.