Mostrando postagens com marcador vazou. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador vazou. Mostrar todas as postagens

Enquanto ainda permanece em estúdio finalizando seu aguardado segundo álbum, "Joyride", Tinashe não contava que cinco músicas inéditas dela e, aparentemente, descartadas do material final, caíssem na rede mundial de computadores na noite de ontem.

"Same Old Me", "Pour Your Love On Me", "No To Me", "Just a Taste" e "April Moon" são os nomes das músicas vazadas e, muitas delas ainda não haviam sido finalizadas, outras parecem ser interludes, mas, mesmo assim, soam muito interessantes e mantendo a cantora dentro de sua proposta sexy no alt-R&B, que conhecemos em "Aquarius" (2014). Na verdade mesmo, só não curtimos muito essa primeira. Inclusive, você pode ouvir tudo logo abaixo:









A cantora e seu staff ainda não se pronunciaram a respeito desse vazamento, muito menos nos revelaram maiores detalhes, como a data de lançamento, capa e tracklist de "Joyride", que, inclusive, terá sua turnê iniciada daqui a dez dias sem sequer o álbum ter chegado ao público. Tá fazendo a Rihanna e brincando a gente, colega?!

De certo mesmo, é que o material já teve dois singles: a parceria com o Chris Brown em "Player" e a promocional "Party Favors". Vamos aguardar os próximos passos.

Como assim, gente? Uma parceria entre o ex-casal Justin Bieber e Selena Gomez caiu na rede no fim da noite de ontem e pegou meio mundo de surpresa.

Depois de meeeeeeses com informações, expectativas e pequenos vazamentos de baixa qualidade, finalmente o novo trabalho de Lady Gaga, "Till It Happens To You", chegou completo e em alta qualidade à rede mundial de computadores nesta maravilhosa tarde de quarta-feira! Coincidentemente ou não, um pouco antes do vazamento foi revelado que a música ganharia um clipe.

O segundo álbum da princesinha R&B, Tinashe, é questão de tempo, conforme contamos há alguns dias e virá cheio de novidades, como a presença de nomes mais voltados ao pop entre seu time de produtores - casos de Max Martin e Dr. Luke. Porém, enquanto o álbum, previsto para ainda este ano não tem detalhes concretos para analisarmos, uma faixa inédita da cantora ganhou a rede no último final de semana.


O amadurecimento pode demorar, mas chega para todos, não é mesmo? Com Austin Mahone, isso não foi diferente. Típico adolescente que surge no mainstream atingindo relativo sucesso entre músicas chatinhas e, propriamente teens, até acertos, como o hino "What About Love" e boa parte de seu EP, "The Secret", lançado no ano passado, suas mudanças já eram esperadas. Casos recentes de artistas que passaram por essa transição da adolescência pra fase adulta, comprovam que ela pode ser interessante se bem pensada, como foi com Nick Jonas, por exemplo.

Antes do "ARTPOP" chegar até nós, Lady Gaga trabalhou com Kendrick Lamar, o mesmo que Taylor Swift trouxe pro remix de "Bad Blood", e rendeu duas faixas: "Bitch Don't Kill My Vibe" e "PARTYNAUSEOUS", mas ambas foram cortadas do álbum do rapper, "Good Kid, M.A.A.D City". O motivo? Gaga não teria gostado dos seus vocais.
Marina & The Diamonds está fervendo na divulgação do "Froot", seu terceiro álbum de estúdio, que ganhou o quarto clipe da era essa semana, para o single "Forget". Em meio à isso, chega à internet hoje (05) o suposto clipe de "E.V.O.L.", faixa descartada (sem justificativa) do "Electra Heart".
A internet não perdoa. Semana passada a Rainha Madonna não conseguiu o impedir o poder da world wide web, com seu novo álbum, o "Rebel Heart", vazando completinho. Hoje foi a vez de Marina & The Diamonds ver seu forninho indo ao chão com o "Froot" chegando até nós.

E a espera acabou, irmãos e irmãs. O novo álbum da Madonna está no meio de nós. O 13º álbum de estúdio da Rainha do Pop há tempos sofre com vazamentos, com as demos de todas as faixas já circulando na rede, mas agora o OB não conseguiu segurar e vazou tudo na versão finalizada. É hora de ajoelhar e ouvir a mais nova obra de deus.

Faltando ainda mais de uma semana para o lançamento (17 de novembro), "FOUR", o novo álbum da boyband britânica One Direction acabou vazando antes do tempo. E, aparentemente, nós brasileiros somos os grandes responsáveis, porque alguns lugares desse país começaram a vender o álbum antes do combinado.

Uma boa nova para quem aguardava ansiosamente o novo álbum de Nick Jonas: ele já está disponível para audição na internet! "Nick Jonas" é o nome do primeiro álbum solo de Jonas, que será lançado dia 11 de novembro. Dois singles oficiais e um promocional do álbum já haviam sido lançados pelo cantor, mas Nick não se contentou e quis fazer ainda mais a alegria da moçada. Outras quatro músicas do álbum foram liberadas na conta da VEVO do cantor. Ontem, todo o trabalho foi divulgado na rede.
Todos curvados pois a Duquesa do Pop está de volta! Depois de oito anos (O-I-T-O!) do lançamento do "The Dutchess", seu debut album, Fergie prepara o terreno para o lançamento do seu novo álbum de inéditas (você pode ler mais informações sobre clicando aqui). Ela nos deu o prazer de sua presença ano passado ao entrar na trilha sonora do filme "O Grande Gatsby" com o hino farofístico "A Little Party Never Killed Nobody (All We Got)", mas agora ela retorna com um single seu, "L.A. Love (La La)", que acaba de vazar na web.

E acabou que vazou o clipe engavetado de Chris Brown e Ariana Grande para uma das novas faixas do álbum do cantor, intitulada "Don't Be Gone Too Long". Bom, a história desse lançamento que acabou vazando é bem complicada, mas a gente vai tentar explicar pra você que tava lavando o cabelo.

Miley Cyrus ainda não deu nenhum sinal quanto ao próximo single do álbum "Bangerz", que dominou as rádios com músicas como "We Can't Stop" e "Wrecking Ball", dando uma vacilada em seu lançamento mais recente, "Adore You", mas enquanto as especulações indicam a colaboração com o Nelly em "4X4" como sua próxima música de trabalho (VAI TER "FU" SIM!), uma canção inédita e provavelmente descartada do disco caiu na internet.

Intitulada "Pretty Gurls (Fun)", a música nova de Cyrus conta com a produção do inseparável Mike Will Made It, como somos alertados em seus segundos iniciais, e faz uma clara referência ao clássico da Cyndi Lauper, "Girls Just Wanna Have Fun", mas nesse jeitinho trash que a cantora se assumiu na fase Bangerz, qual temos razões pra gostar e não gostar. Rs. Ouça:



Não foi confirmado se "Pretty Gurls" foi descartada do álbum ou pertence a algum projeto futuro da cantora (quem sabe um relançamento?! "Bangerz" completa um aninho daqui quatro meses!), mas estamos certos que, caso realmente seja uma retirada na listagem final do disco, não fez muita diferença.

Em setembro desse ano, é esperado que Miley venha ao Brasil com a turnê Bangerz, como recentemente foi confirmado pelo fã-site da cantora no Brasil. Na gringa, a turnê contou com Sky Ferreira como atração de abertura, além de visuais e performances absurdinhas as usual.

PS.: Passado o flop do último single, bem que Miley podia se atentar às bangerz do "Bangerz", hein? "FU", "Do My Thang", "Drive", "Someone Else" e "Love, Money, Party" GRI-TAM para ser singles e fariam um estrago e tanto nas rádios. Enfia que cabe!

Ryan Tedder foi recentemente a capa da revista Billboard, onde o elegeram o "Rei do Pop Clandestino". O título, que obviamente gerou uma boa discussão, foi dado ao hitmaker devido aos seus recentes trabalhos, seja com a banda OneRepublic (que no último ano emplacou um novo smash, "Counting Stars") ou com terceiros (entre tantas coisas, "XO", da Beyoncé, e "Love Don't Die", que marcou o retorno da banda The Fray), e um desses foi, inclusive, "Neon Lights", o último single da cantora Demi Lovato com o disco "DEMI", lançado em 2013.

Sendo uma das faixas favoritas dos fãs da cantora em seu último álbum, "Neon Lights" é uma das mais radiofônicas do CD "DEMI", só que o que poucos sabiam é que, antes de ser entregue à hitmaker de "Unbroken", "Neon Lights" passou pelos vocais do Ryan Tedder sob o título "Broken Lights", sendo essa a sua versão demo.

Felizmente, neste caso, todos sabem o que a canção passou, ou pelo menos saberão, visto que a tal versão caiu na internet e, sim, é essa masterpiece que está imaginando. Ouça:



A gente mal sabe o que dizer, queremos apenas sentir. Só nós tivemos uma vaga imaginação disso na voz do Adam Lambert (que também tá com disco novo a caminho)? Aliás, prefere na versão do Ryan ou da Demi? Pra que possa comparar, deixamos abaixo a versão oficial:



[dica do leitor Matheus Quintana]

A dupla francesa Daft Punk voltou no ano passado com o disco "Random Access Memories", onde contaram com a colaboração de nomes como Pharrell Williams, Nile Rodgers e Julian Casablancas, mas pouco antes de trabalhar no novo álbum, os caras também haviam dividido estúdio com o rapper e produtor Jay Z, na canção até então inédita, "Computerized", que caiu na internet neste fim-de-semana.

Sendo confirmada pelo Pitchfork como algo autêntico, a música nova é bem semelhante ao som que o Daft Punk vem apresentando desde o primeiro indício do seu retorno, láaa quando colaboraram com a trilha-sonora de "Tron: O Legado", e a canção conta, inclusive, com trechos utilizados na música para o filme, o que faz com que acreditemos que foi essa a razão por ela não ter sido utilizada no CD novo — também há um verso onde Jay Z cita a marca Blackberry, algo inviável atualmente, visto que ele possui um contrato com a Samsung.

Seja como for, só esses quatro minutos e alguns segundos é bem melhor que muita coisa que escutamos no "RAM". É isso o que o mundo escutará no futuro. Ouça:


O disco "Britney Jean" foi o sopro de ar fresco que os fãs da Britney Spears estavam aguardando, desde que ela passou a se esconder sob as produções mais-do-mesmo do Dr. Luke e companhia, mas enquanto ainda lamentamos, seja por "It Should Be Easy" ser apontada como terceiro single de um álbum que possui em sua tracklist músicas como "Tik Tik Boom", "Chillin' With You", "Passenger" e "Now That I Found You" ou pelo espetáculo residente em Las Vegas não estar lá sendo dos mais excitantes, arranjamos uma boa razão pra abrirmos um sorrisão de orelha à orelha: vazou música nova da cantora!

Intitulada "Unbroken", a inédita da Britney é, de acordo com algumas especulações, descartada do seu sétimo álbum, "Femme Fatale". Se encaixando perfeitamente na sonoridade do disco, a música flerta entre synths e dubstep, brincando também com o pop-rock, de forma que a cantora termina soando como uma versão melhorada da Ashley Tisdale ou outras artistas da Disney em sua fase mais madura, tipo a dupla Aly & Aj. E sim, isso é não só funcional, como também viciante. Ouça:


Os fãs mais sedentos por informações descobriram que "Unbroken" conta com a produção de ninguém menos que Fraser T Smith, com quem Britney trabalhou pela primeira vez no "Femme Fatale". Das que entraram para o álbum, Fraser é o produtor de "Trouble For Me" e "Scary", o que significa que devemos passar a dar mais atenção para seu nome, assim como a Britney deve permitir que ele seja o produtor executivo de um dos seus vindouros discos.

Parece loucura, mas desde quando o blogueiro que vos fala viciou em "Don't Wanna Dance", da dinamarquesa MØ, bateu aquela curiosidade de qual seria o efeito de um lançamento oficial da Lana Del Rey mais pop que seu disco de estreia, "Born to Die". Infelizmente, talvez não seja desta vez, com o álbum "Ultraviolence", que essa curiosidade será desvendada, até porque a própria já tratou de descrever seu novo disco como algo inaudível de tão dark as hell, nos fazendo imaginar umas barulheiras tipo Crystal Castles ou aquela obscuridade que estavam todos esperando do "Prism" da Katy Perry, mas até que não temos do que reclamar, visto que, compensando a falta de coisas assim nos seus singles oficiais, muitas das demos de Lana apresentam essa faceta mais radiofônica da novaiorquina, mesmo que em canções feitas para os outros.

Entre seu histórico, Lana Del Rey não tem muitos grandes nomes pra quem já compôs. Diana Vickers e Cheryl Cole são alguns deles, mas ambas descartaram suas composições na listagem final de seus respectivos discos, seja como for, de maneira que tem se tornado de praxe, demos da cantora têm caído pela internet num intervalo de tempo cada vez menor e, tendo em mente que são materiais descartados do seu trabalho próprio, só temos a agradecer aos envolvidos.

A mais recente foi "Behind Closed Doors", que já havia circulado pela interwebz numa prévia beeem curta, e meu Deus!, que delicinha essa música, hein? O começo nos remete justamente à pupila do Diplo, MØ, enquanto o refrão se apega em algo mais ligado aos sintetizadores. Meio Robyn. Meio 2010. Ainda assim, não conseguimos não achar lindo demais, principalmente se nos lembrarmos de estarmos falando de uma música da Lana Del Rey. Quero ver dizerem que dormiram ouvindo isso:


Agora é oficial, 2013 pode mesmo acabar. Essa temporada de fim-de-ano é a melhor pra emplacar um hit, visto que um sucesso no fim de dezembro costuma justificar um bom hype para o primeiro semestre do ano seguinte, e Lady Gaga, que de boba não tem nada, fez a lição de casa e veio pronta pra isso com "Do What U Want", o primeiro single promocional promovido à segundo single oficial do disco "ARTPOP".

Como se lembram, a história foi mais ou menos assim. A música, originalmente lançada como um dueto de Lady Gaga com o R. Kelly, teve um sucesso além do esperado quando saiu como um single promocional da cantora de "Applause" com seu terceiro disco de inéditas, aí a gravadora aproveitou o momento pra rebaixar "Venus" à single promocional e abusar um pouco do corpo de Gaga e os números da tal colaboração.

Ouçam o primeiro remix de "Do What U Want", com participação do rapper Rick Ross!

O sucesso tava mais que garantido e a cantora não perdeu tempo, anunciando também um videoclipe com a direção do fotógrafo Terry Richardson, mesmo de "Wrecking Ball" da Miley Cyrus, mas eis que uma quarta peça entrou na história: Christina Aguilera. A dona de "Your Body", que atualmente tem dado um ótimo resultado quando o assunto são colaborações, convidou Lady Gaga pra cantar sua música nova no reality em que é jurada, The Voice, resultando numa das performances mais icônicas e excitantes de 2013. Só que como pouco marketing é bobagem, as loiras, em outrora colocadas como rivais pela mídia especulativa, rádios, Perez Hilton e afins, uniram as forças também em estúdio, para um remix da tal canção já promissora. Começou como um rumor, terminou num palco, deu vida à outro rumor, foi oficialmente anunciado pela Amazon e, bem, agora está entre nós. 

Confiram o remix de "Do What U Want", da Lady Gaga, com a Christina Aguilera:


Ficou bem semelhante a versão que elas apresentaram ao vivo, né? A forma com que a voz de Aguilera casa com a canção é incrível, não foi à toa que compararam tanto a Lady Gaga dessa música com a moça. Mas e então, será que desta vez vinga? Nós torcemos pra que sim. Aliás, torcemos também pra que o clipe de "Do What U Want" saia logo — e de preferência em duas versões, uma divônica com a Legendtina e outra trabalhada nas "Mileyces" com o R. Kelly (que se junta ao single "Venus" no hall de ofuscados nesta história toda, hahaha).

Miley Cyrus continua levando seu bonde das gostosaz no terceiro single do "Bangerz" (nossa review), seu novo e quente álbum. O single da vez é "Adore You", segunda badalinha seguida ("Wrecking Ball" veio antes), uma escolha que gerou opiniões divididas (queremos "FU" e "Do My Thang" logo, moça), mas a canção é sim uma graça e agora vazou seu videoclipe.

Bem intimista e beeeem simples (é quase a versão do diretor de "Wrecking Ball"), mas sem deixar a polêmica de lado, com roupa íntima transparente, posições provocantes e alguns takes que insinuam masturbação, o clipe deve render bons números pra cantora, todavia não deve viralizar como os dois primeiros. Mas nunca se sabe, né? Não se esqueçam que Molly agora é trabalhada no intimismo, conceito e cultura trash, ok?

Assistam ao clipe de "Adore You", que será atualizado em breve com o link oficial: