Mostrando postagens com marcador tony bennett. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador tony bennett. Mostrar todas as postagens
Parece que foi ontem, mas já faz seis anos desde que Lady Gaga e Tony Bennett se uniram para uma versão do clássico jazz “The Lady Is A Tramp”, que antecedeu todo um disco em parceria entre os dois, “Cheek to Cheek”, e um novo momento pra carreira da cantora, que vinha do disco “Born This Way” para o que foram “ARTPOP” e seu mais recente, “Joanne”.

Na época, tanto Lady Gaga quanto Bennett eram só elogios um para o outro. Os dois músicos de Nova York se conheceram em um evento beneficente, no qual a cantora apresentou uma versão de “Orange Colored Sky”, de Nat King Cole, e deixou o Tony encantado.

O músico quis se apresentar pra Gaga, que nem sabia que ele estaria por lá, e logo em suas primeiras conversas, já rolou o convite para uma parceria, que você sabe como acabou.

A parceria entre Tony Bennett e Lady Gaga foi significativa por muitas razões, entre elas, a força de uma das maiores e mais interessantes da artistas pop da sua geração ao lado de um gênio do jazz, que em muito contribuiu para apresentar o gênero pra toda uma nova geração e, na contramão, também desconstruir o preconceito que ainda existia sobre a imagem dela enquanto artista pop, muito associada aos elementos espalhafatosos, performances chocantes e especulações polêmicas.

“The Lady Is A Tramp” ganhou ainda um videoclipe: um registro de Gaga e Bennett em estúdio, no qual a cantora mal esconde sua animação em estar ao lado do músico, que sorri como um vovô orgulhoso de sua cria. Três anos mais tarde, a dupla voltava ao som do disco “Cheek to Cheek”, que chegou a levar um Grammy, além de ter estreado no topo da Billboard Hot 200. Vale ressaltar que, mesmo antes do encontro com Tony, Gaga já cantava jazz (desde os seus 13 anos).

Relembre essa parceria:


Infelizmente, a gente não está brincando.

Depois de ter lançado o "ARTPOP" em 2013, que não obteve os resultados esperados, Lady Gaga se juntou ao Tony Bennett para lançar o "Cheek To Cheek", álbum de jazz com o objetivo de limpar sua imagem. Todos conhecemos essa história, não é mesmo? Mas isso tudo ficou no passado e a Era Jazz morreu, certo? Aparentemente, não.

Com um álbum pop (ou não) a caminho, Gaga vive uma boa fase da sua carreira e nesse mês foi confirmada como atração do intervalo do Super Bowl, o maior evento esportivo dos Estados Unidos e um dos maiores do mundo.

Pensaríamos que essa seria uma oportunidade perfeita para que a americana fizesse um grande espetáculo, com muita dança, muito figurino, afinal, é o halftime do SuperBowl! Mas a ideia de Lady Gaga não é bem essa. Segundo o New York Daily News, ela quer muito ter o Tony entre seus principais convidados:

A prioridade dela é colocar o Tony no show. O problema seria encaixar um artista mais clássico como ele no show super pop que ela está planejando, mas Tony está enérgico e tem uma das maiores vozes de todas - um dueto entre eles seria um dos maiores momentos da história das performances do halftime.

Seria?

Só nos resta chamar a Duny, porque tá difícil. Lady Gaga, mulher, esquece o jazz!


Além de Tony Bennett, pode ser que Gaga esteja pensando em trazer os Rolling Stones. É mesmo a maior rockeira que você respeita.

O "Joanne", novo álbum da cantora, que pode ser pop, rock, country, jazz, indie ou tudo isso junto, chega dia 21 desse mês.
Aos 90 anos, Tony Bennett parece mais ligado nas cantoras pop do que qualquer outra pessoa. O músico planeja voltar aos estúdios com Lady Gaga no ano que vem, para o sucessor do disco “Cheek To Cheek”, e depois de uma lista que, entre outros nomes, conta com colaborações de Amy Winehouse e Christina Aguilera, o cantor já sabe quem é a sua próxima parceria dos sonhos: a vítima da vez será a Beyoncé.

É claro que Bennett é talentosíssimo e todas suas parcerias com essas cantoras se tornam uma oportunidade de as vermos bem distante das suas zonas de conforto, mas, gente, imagina se a Bey se apega ao jazz, como rolou com a Lady Gaga, e dá uma sumida por uns anos? A gente paga a internet pra assistir álbum visual todo ano.

Tony revelou sua nova parceria dos sonhos numa entrevista ao Today Show, afirmando: “Eu gosto daquela Beyoncé. Ela é formidável e sempre muito cuidadosa.”


No disco “Lemonade”, lançado nesse ano, a hitmaker de “6 Inch” investe em diversas sonoridades distantes do seu pop e R&B, como country (“Daddy Lessons”) e rock (“Don’t Hurt Yourself”), mas confessamos que seria uma mistura interessante tê-la fazendo jazz, mas que não seja pra sempre. E nem por muitos anos. Na verdade, uma só música já nos deixa feliz. Nunca te pedimos nada, Tony.
Nós estamos passando mal! Já tínhamos apresentações confirmadas no Grammy 2015 de ninguém menos que Madonna, Ariana Grande, Edinho Sheeran e muitos outros que nos fazem querer invadir a premiação para conseguir assistir tudo de camarote, e somos surpreendidos com Lady Gaga confirmando sua performance no evento. Claro que ela não estará sozinha, a cantora de jazz desde os 13 anos cantará ao lado de Tony Bennett.

Gaga nos contou tal novidade em seu Twitter, mais cedo:
Ah, fim de ano... Comida boa na ceia e no ano-novo, presentes de amigos e familiares, férias e, é claro, os artistas que amamos soltando músicas na Internet, para que qualquer um possa ouvir! Depois da Lorde soltar "Lost Boys" no Tumblr dela mais cedo, é a vez da Lady Gaga e do Tony Bennett soltarem uma música na rede. O nosso novo presente de natal é a versão de estúdio de "Winter Wonderland", música já performada anteriormente pelos dois (no especial de natal da NBC, onde a Mariah fez aquela apresentação desastrosa, se lembram?) e que é uma delicinha. Vem amar!
Lady Gaga finalizou oficialmente a era "ARTPOP" ontem com o último show da "artRAVE: The ARTPOP Ball", que inclusive foi transmitido ao vivo e será lançado em dvd (você pode assisti-lo aqui). Com o enterro da era (R.I.P.), a cantora continua ao lado de rei do jazz Tony Bennett divulgando o "Cheek To Cheek", álbum #1 em parceria dos dois, lançando na madrugada de hoje (25) o clipe da divertidíssima "It Don't Mean A Thing (If It Ain't Got That Swing)".
A dupla Tony Bennett & Lady Gaga deve estar mega contente com os resultados do "Cheek To Cheek". Seu álbum colaborativo estreou em primeiro lugar na Billboard 200, além de top 10 em váaaaarios países, como Austrália, Espanha, Japão, Itália, Reino Unido etc. Permaneceu por uma semana como o álbum mais vendido no mundo no iTunes e já rendeu três faixas no topo da parada de Jazz Songs da Billboard: "Anything Goes", "I Can't Give You Anything But Love" e "Bang Bang (My Baby Shot Me Down)".
Quando Lady Gaga se uniu a Tony Bennett em 2011 com a regravação do clássico "The Lady Is A Tramp" (música mais adequada não houve) para o álbum "Duets II" do cantor, ninguém imaginava o impacto que o dueto teria. O que seria apenas um featuring se tornou a semente para algo muito maior que viria a germinar em 2014.

Lady Gaga é uma das artistas mais versáteis da atualidade: dos inúmeros ritmos por ela explorados já saiu pop, dance, EDM e até rap. Agora é a vez do jazz. Saiu o álbum colaborativo da lenda Tony Bennett com a mãe dos monstros, "Cheek To Cheek"!

Faltando apenas três dias para o lançamento do "Cheek To Cheek", álbum colaborativo de Tony Bennett & Lady Gaga, o terceiro single do álbum foi divulgado, "Nature Boy", após "Anything Goes" e "I Can't Give You Anything But Love".


A menos de um mês para o lançamento do "Cheek To Cheek", novo álbum de Tony Bennett e o primeiro em parceira com Lady Gaga, a divulgação continua com o lançamento do clipe para o segundo single do álbum, a belíssima "I Can't Give You Anything But Love".


Com a aproximação do "Cheek To Cheek", álbum em parceria da lenda do jazz Tony Bennett e da lenda do pop Lady Gaga, a divulgação começa a acelerar. O álbum está em pré-venda nos EUA a partir de hoje (19) e mais um single foi lançado, "I Can't Give You Anything But Love".

Lady Gaga abre a primeira parte da canção com vocais perfeitos, enquanto Bennett carrega a segunda parte, até se encontrarem no final sublime. Bem mais divertida e envolvente que o primeiro single, "Anything Goes", "I Can't Give You Anything But Love" é um cover de Jimmy McHugh de 1928, regravada por vários artistas. Não sabemos com os outros, mas aqui funcionou lindamente.

Ouça "I Can't Give You Anything But Love"! E fica, tem recadinho no final.

FORNINHOS ESTÃO NO CHÃO! Ontem, 28, aconteceu a festa de audição do "Cheek To Cheek", novo álbum de Tony Bennett feito inteirinho em parceria com a mãe dos monstros Lady Gaga. Aí que a festa acaba e PÁ, o lead single do álbum cai no iTunes sem aviso. Segura Berenice!


Completamente imersa na vibe deliciosa de Bennett, Gaga mostra-se completamente à vontade no ritmado jazz, criando uma parceria com cheiro de Grammy. "Anything Goes" é um cover de uma canção original da peça de mesmo nome de 1934 da Broadway. O álbum "Cheek To Cheek" está previsto para 22 de setembro e você pode clicar aqui para mais informações.

Agora é hora de abrir um uísque e ouvir "Anything Goes".




ATUALIZAÇÃO: Também foi lançado o clipe para o single, gravado em estúdio e bastidores (tem até participação especial da Asia hahahaha). Assista!


"Cheek To Cheek", novo álbum de Tony Bennett e o primeiro em parceria com Lady Gaga, tinha o lançamento previsto para 1º de janeiro desse ano, mas foi sendo adiado no decorrer do ano sem data precisa, mas nos últimos dias Gaga postou fotos em seu Facebook em encontros com Bennett e um caderno escrito "TB & LG Songbook", o que reacendeu a esperança do álbum sair, e sairá mesmo. Em setembro.
O lançamento foi confirmado por Anthony Mason, apresentador da CBS, que recentemente gravou uma entrevista com a dupla. A data, inclusive, está dentro do prazo de elegibilidade do Grammy, e caso você não conheça Tony Bennett ele é uma máquina da premiação, tendo em casa 16 gramofones. Ao que parece, as chances de Lady Gaga aumentar sua coleção, que já conta com cinco, é grande. Sobre a parceria, Tony já falou:
Considero Lady Gaga o Picasso do mundo do entretenimento. Ela é, vocês vão ver. Ela é muito inteligente, muito correta e uma pessoa muito talentosa. Eu simplesmente a amo muito, somos quase como irmão e irmã de novo.


Os dois fizeram sua primeira parceria em 2011: o single "The Lady Is A Tramp", cover da música de Babes in Arms, que foi aclamado pela crítica e fez com que Bennett quisesse um álbum inteirinho com a mãe dos monstros. Esta já se mostrou versátil no seu estilo musical, apresentando versões de suas músicas em jazz e lançando a versão abaixo de "Yoü And I". Vamos agora esperar para ver o que sairá de um álbum dos dois - coisa boa é o mínimo.

Tony Bennett é um dos maiores cantores de jazz da história: ganhador de 16 Grammy (incluindo um "Álbum do Ano" e um "Gravação do Ano"), Bennett tem uma carreira longa e próspera (seu primeiro álbum foi lançado em 1952). É famoso também pelos seus duetos, que incluem artistas dos mais variados gêneros, como John Mayer, Amy Winehouse, Mariah Carey, Michael Bublé, Christina Aguilera e muitos outros. Um dos mais inusitados feats foi com a cantora Lady Gaga, na faixa "The Lady Is A Tramp" (escolha melhor não houve, rç). O resultado foi tão bom que os dois decidiram gravar um álbum inteiro em parceria, e agora surgem mais detalhes do mesmo.

Alguns rumores dizem que o título do álbum será "Cheek to Cheek", mas o concreto é: o álbum será lançado em janeiro de 2014. Mas já? Sim! De passagem pelo Japão o cantor falou:
Vamos sempre nos admirar e fazer coisas juntos. É um álbum sensacional de jazz, gravamos canções de alta qualidade: George Gershwin, Cole Porter, Jerome Kern, Irving Berlin, coisas assim.
E tem mais. O cantor aproveitou para jogar elogios sobre Gaga, dizendo:
Considero Lady Gaga o Picasso do mundo do entretenimento. Ela é, vocês vão ver. Ela é muito inteligente, muito correta e uma pessoa muito talentosa. Eu simplesmente a amo muito, somos quase como irmão e irmã de novo.
Tá queridas? Não é a primeira vez que a cantora mostra sua versatilidade musical: ela lançou a versão em jazz de "Yoü And I" no começo do ano, com vídeo e tudo, deliciosa.

 

Vamos ficar com o dueto sem farofa, sem remix, o da geração de Tony e Gaga em "The Lady Is A Tramp". Cheirinho de Grammy com esse álbum deles, hein?



As comemorações do segundo mandato de Obama não param. Ontem a nossa Mother Monster se apresentou em uma festa privada para o presidente Barack Obama na Casa Branca.

Tocando em um piano branco futurista e vestindo um Versace branco, a cantora performou versões acústicas de "Born this Way", "You and I" e ainda cantou a música "The Lady is a Tramp" com Tony Bennet.

De acordo com rumores o evento foi gravado por Terry Richardson e será apresentado junto ao documentário da cantora com o fotógrafo.

Confiram um trecho da apresentação a seguir:

Com o sucesso do álbum "Duets II", que contou com colaborações das cantoras como Amy Winehouse e Lady Gaga, o cantor Tony Bennett anunciou para o dia 22 de outubro o lançamento de seu novo álbum, "Viva Duets", que contará com diversos nomes da música latina. Entre as colaborações de seu novo disco, Bennett conta com as brasileiras Maria Gadú e Ana Carolina, a mexicana Thalia, a espanhola Glória Estefan e outros nomes, como Christina Aguilera, que empresta seus berros vocais para "Steppin' Out With My Baby", faixa que foi originalmente lançada em 1984 para o filme-musical "Easter Parade".

Na versão de Tony com Aguilera, "Steppin' Out With My Baby" ficou bem fiel à sua versão original, mas ainda assim sem perder aquele ar de novidade. Não precisamos dizer que achamos ótimo, não é mesmo?! Ouça abaixo a parceria desses dois:
 
Além de participar do novo álbum de Tony, Christina Aguilera também tem trabalhado na promoção de "Lotus", que é seu novo álbum de inéditas. O disco, que sucede o injustamente flopado "Bionic", teve como carro-chefe a ótima "Your Body", que foi produzida pelo Max Martin e ganhou um clipe há algumas semanas.
Tony Bennett é sem dúvidas um dos cantores mais sortudos do último ano, o renomado cantor e compositor conseguiu entrar em estúdio com vários nomes como Amy Winehouse, Mariah Carey, Carrie Underwood e Lady Gaga, e ainda garantiu que todas essas parcerias estivessem em seu mais recente álbum, "Duets II".

O novo single de Bennett com o "Duets II" é a faixa "One For My Baby" e adivinha quem participa dela? John Mayer, que esteve sumidinho no fim de 2011 após uma cirurgia na garganta. Mayer, que teve algumas complicações semelhantes com as de Adele, retorna este ano para o estúdio e enquanto não sai nada quentinho do cantor, podemos nos sentir satisfeitos com esse novo clipe de Tony. Assista "One For My Baby":

Vem cá, será que Bennett vai fazer como fez com Gaga e desenhar John Mayer peladão?
Vazou hoje o mais novo vídeo do álbum de duetos do octagenário (isso mesmo, 85 aninhos) Tony Bennet. Trata-se da música "The Lady Is A Tramp", parceria de Bennet com Lady Gaga. Ao que tudo indica, este será o segundo single oficial do álbum "Duets II".

O clipe não tem de tão inovador. Até porque nele só aparecem Gaga e Tony no processo de gravação da faixa em estúdio. Confiram abaixo o resultado dessa colaboração inusitada:
A Billboard divulgou essa semana as atualizações da Hot 200, sua parada com os álbuns mais vendidos, sabe ? Como já se era esperado, o TOP 3 da lista ficou para Tony Bennett com "Duets II", Lady Antebellum com "Own The Night" e a britânica Adele com "21".
A cantora Demi Lovato garantiu o 4º lugar da lista com seu mais recente álbum, "Unbroken", que vendeu 96 mil cópias. A lista ainda conta com Lil Wayne, Kanye West e Pearl Jam. Confira o TOP 10 da Billboard Hot 200:
01) "Duets II" – Tony Bennett (179 mil)
02) "Own the Night" – Lady Antebellum (125 mil)
03) "21" – Adele (117 mil)
04) "Unbroken" – Demi Lovato (96 mil)
05) "Tha Carter IV" – Lil Wayne (84 mil)
06) "The Reckoning" – NeedToBreathe (49 mil)
07) "#1 Girl" – Mindless Behavior (36 mil)
08) "Sweeter" – Gavin DeGraw (34 mil)
09) "Watch the Throne" – Jay-Z & Kanye West (31 mil)
10) "Pearl Jam Twenty" – Pearl Jam (27 mil)
Aqui vai um momento "Você Sabia ?", o topo da Hot 200 para Tony Bennett é um recorde. O cantor que contou com a participação de Mariah Carey, Lady Gaga, Amy Winehouse e outros no álbum "Duets II", é o cantor mais velho [são exatos 85 anos, tá ?] a alcançar o primeiro lugar da parada.