Mostrando postagens com marcador rouge. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador rouge. Mostrar todas as postagens
Ai que latino! Ai que veranesco!

Rouge lançou no ano passado seu primeiro EP desde o hiato que sucedeu uma das maiores fases do grupo, “5”, e foi dele que tirou sua nova música de trabalho, a trilíngue (tá feliz, Anitta?) e toda inspirada pelo reggaeton “Solo Tu”.

Com direção de Thiago Calviño, a canção ganhou seu clipe nesta sexta (18), no qual o grupo aproveita o calor ao melhor estilo “All In My Head”, do Fifth Harmony, com “Wild Thoughts”, do Khaled e Rihanna. As referências são sempre bem vindas.

Olha só:



“Solo Tu” é mais um passo certo do grupo desde esse retorno que, entre outras coisas, já rendeu os clipes de “Bailando” e “Dona da Minha Vida”.

No EP, lançado em outubro do último ano, o grupo ainda traz as inéditas “Sem Temer”, “Te Ligo Depois” e “Beijo na Boca”, com participação do cantor Vitão. Todas as faixas são produções do coletivo Headmedia.
Rouge voltou e quer mesmo ficar. Mas a gente sabe que, por melhor que tenha sido a sensação de nostalgia, “Bailando” ainda não era o melhor que elas poderiam entregar pra fazer valer esse retorno e, depois de entenderem isso, elas vieram muito mais afiadas na música nova: “Dona da minha vida”.

Toda apegada ao discurso de empoderamento, também presente no visual do seu clipe, lindo, diverso e representativo, a música nova se afasta do batido reggaeton pra grudá-las num R&B que é pura porrada. Algo que a Iza poderia facilmente fazer. Enquanto elas cantam sobre estarem no comando das suas decisões, o que pode tanto falar sobre suas vidas como sobre seu atual momento artístico, passado o longo e burocrático período longe dos palcos.

“Dona da minha vida” foi composta pelo próprio Rouge, ao lado do cantor Jão e dos compositores Pedro Tofani e Marcelinho Ferraz, com produção do Head Media (Iza, Anitta, Manu Gavassi).

Assista abaixo ao seu clipe:



Foda demais, né?

Ainda esse ano, é esperado que o Rouge lance seu novo álbum, que será o primeiro desde “Mil e uma noites”, de 2005. Em sua formação original, o grupo também tem feito inúmeros shows pelo Brasil, revivendo o que foi um dos maiores fenômenos do pop nacional.
Treze anos se passaram desde que ouvimos uma música nova do Rouge, mas as meninas finalmente estão de volta e melhores do que nunca no novo single, "Bailando", lançado neste domingo (04). 

Mesmo que tanto tempo tenha se passado, o grupo continua tendo seu estilo próprio, e "Bailando" representa muito bem isso. Filha mais nova de "Brilha La Luna", o novo single flerta com o espanhol, recorrente nas canções da girlband, é bem dançante e ainda nos traz a nostalgia da infância, sem soar datado ou forçado. 



Que rico!

A estreia oficial da canção aconteceu no Domingão do Faustão, sendo esta a primeira vez em 16 anos de carreira que as meninas se apresentaram na Globo. Visivelmente emocionadas, as cinco agradeceram bastante aos fãs e fizeram questão de dar um abraço bem apertado no apresentador. Elas merecem! <3

E já que aqui não tem comeback pela metade, o Rouge liberou também o clipe oficial de "Bailando", com muita dança, porque é isso que a gente quer. Afasta o sofá, aumenta o som e bora aprender a coreô!

O dia chegou! Depois de uma grande campanha dos fãs, o Rouge, que assinou contrato com a Sony Music nessa semana, acaba de liberar TODOS os seus álbuns no Spotify e nas demais plataformas digitais!



AAAAAAAAA

Não sabe por onde começar? Fique tranquilo! Como não poderia deixar de ser, para dar as boas-vindas a maior girlband do universo, o Spotify preparou um "This Is: Rouge" com as melhores músicas das meninas. "Ragatanga"? Tem. "Brilha La Luna"? Claro que sim. E muitos, mas muitos outros hits. 



ESSE MOMENTO É MEU!

Vale lembrar que logo mais, em janeiro do ano que vem, o Rouge vai liberar seu novíssimo single, "Bailando", cujo clipe será gravado neste mês. Nem ouvimos, mas já sabemos que é um hino. 

Enquanto isso, você tem uma missão: colocar a maior quantidade de músicas do grupo no Top 50 do Spotify Brasil. Corre, gente!
Depois de uma intensa campanha por parte dos fãs, as meninas do Rouge revelaram em uma live nesta quarta-feira, 29 de novembro, que seus álbuns estão chegando ao Spotify! 

Segundo a maior girlband do mundo, todos os discos, incluindo o primeiro CD, "Rouge", e o “C'est La Vie” estão disponível não só no Spotify, mas em todas as principais plataformas de streaming a partir dessa sexta-feira, 1° de dezembro. 


O Rouge também revelou hoje que voltou para sua antiga gravadora, a Sony Music. Além disso, as meninas já estão trabalhando em um novo álbum, o primeiro single da nova fase do grupo, “Bailando”, deve sair em janeiro e o clipe da faixa será gravado ainda nesse ano, em dezembro. 

Antes disso tudo, a girlband vai rodar o país com a turnê "Rouge - 15 anos", que já passou pelo Rio de Janeiro e por São Paulo. 

Vem dominação do Top 50 do Spotify Brasil!
A maior girlband do Brasil e do mundo (quem concorda, respira), Rouge, anunciou seu retorno para uma série de shows pelo país, para tocar seus maiores sucessos e comemorar os 15 anos de grupo com estilo, mas o que não sabíamos até então é que, mais do que cantar os hits do passado, as meninas já estão trabalhando nos sucessos do futuro. 

Sim! Segundo informações, o Rouge está prestes a fechar um contrato com uma grande gravadora e prepara material i-né-di-to. O primeiro single dessa nova fase de Aline, Fantine, Lissah, Lu e Karin deve sair em breve e quem está a frente desse projeto é o Pablo Falcão, criador da festa Chá da Alice, que trouxe o retorno da girlband aos palcos. 

Depois de fazer seu comeback com a formação completa em outubro no Rio de Janeiro, as meninas se preparam para se apresentar nesse mês de novembro, em São Paulo, mais uma vez em um show esgotadíssimo. Logo depois, elas vão rodar o Brasil com a tour, chamada "Rouge - 15 anos". Você quer esse sucesso?

Enquanto o novo single não sai, ficamos aqui na campanha para o Spotify liberar os primeiros CDs das garotas, pra colocarmos todos os hinos no Top 50 do Brasil. NUNCA TE PEDIMOS NADA, SPOTIFY!

Se você viveu sua infância/adolescência nos anos 2000, é bem provável que você tenha se apaixonado pelo Rouge, a girlband brasileira mais amada de todos os tempos. O amor é tanto que já surtamos várias vezes com os indícios da possibilidade de um retorno oficial do grupo. Acontece que, até o momento, por um problema aqui e outro ali, isso ainda não aconteceu, mas calma, nós podemos ter a solução pra isso (finalmente) rolar.

Só que pra que a nossa ideia faça sentido pra você, precisamos passar rapidinho por tudo que rolou com o grupo entre 2002 e 2015. Vem com a gente?


1) SE FOI SUCESSO NO MUNDO, VAI SER SUCESSO NO BRASIL

Lá em 2002 quando o SBT anunciou a versão brasileira do Popstars, um talent show que teve origem na Nova Zelândia e que se popularizou no final dos anos 90 com mais de 30 versões pelo mundo todo (Nicole Scherzinger, por exemplo, foi revelada na versão americana). Com mais de 30 mil inscritas, o programa tinha como objetivo, mostrar o processo de formação de uma girlband.

Durante os 20 episódios do programa, os jurados – com qualidade técnica e ambientados na cultura pop - puderam avaliar as diferentes habilidades das candidatas em testes de canto, dança, postura e desenvoltura diante das câmeras. Para dar credibilidade ao programa, o lançamento do grupo (que poderia ter de três a seis participantes) estava sob responsabilidade da Sony Music.

Como a audiência do programa não alcançou as expectativas da emissora, ao final da temporada, apenas dois executivos da gravadora ainda acreditavam no projeto. Mas ai é que veio a surpresa: O Rouge, formado por Aline, Fantine, Karin, Patrícia e Luciana, conseguiu dar a volta por cima, se tornando algo irresistível no cenário nacional.



2)  ASEREJÉ RA DE RE

Mesmo o programa concorrente, "Fama" (Rede Globo), tendo o dobro de audiência, o SBT e a Sony Music foram muito mais estratégicos com o Rouge. Já com a formação oficial anunciada, pudemos acompanhar nos últimos episódios os bastidores da gravação do clipe, das músicas, da sessão de fotos, etc. Um dia depois do último programa, as meninas foram receber a cópia física do CD no Domingo Legal e cumpriram uma agenda intensa de divulgação com visita às rádios, apresentação em diferentes programas, lançamento de videoclipes e de produtos licenciados.



Com isso, o grupo conseguiu vender mais de 1 milhão de cópias do primeiro CD em apenas quatro meses e conseguiu colocar duas músicas, simultaneamente, entre as mais tocadas no Brasil. Entre 2002 e 2005, o Rouge explodiu. “Ragatanga”, “Não Dá Pra Resistir”, Beijo Molhado”, “Brilha La Luna” e “Um Anjo Veio Me Falar”. Era hit atrás de hit. As meninas conseguiram três discos ouro, três discos de platina e um disco de platina dupla.

3) ESCOLA GERI HALLIWELL PARA GIRLBANDS


Como toda boa girlband, uma participante resolveu polemizar no meio daquele sucesso todo. Em fevereiro de 2004, Luciana anunciou sua saída do grupo, dizendo que não se identificava mais com o estilo musical do grupo. Mesmo assim, as quatro integrantes não se abalaram e lançaram “Blá, Blá, Blá” (2004) e “Mil e Uma Noites” (2005), emplacando mais hits nas paradas brasileiras.

E como todo mundo já esperava (e temia), o grupo oficializou o seu fim em dezembro de 2005, com a não renovação do contrato com a Sony. Dali em diante, cada uma seguiu a sua vida e a sua carreira. Karin e Patricia (que mudou seu nome artístico para Lissah Martins) ainda continuaram em evidência, fazendo parte do elenco de alguns musicais no país e participando de programas de sucesso na Rede Globo e na Record.

4) EU TÔ TREMENDO, ROSANA

Durante muitos anos, bastava uma pequena faísca para que a gente surtasse com a possibilidade de retorno do Rouge e isso ganhou força lá em 2011 quando um grupo de fãs lançou uma campanha na internet, intitulada “Queremos Rouge DVD 10 Anos”. A ideia era fazer com que as integrantes se reunissem para a produção de um DVD e de uma turnê de despedida em 2012. Graças às redes sociais, a notícia se espalhou e as meninas começaram a se pronunciar sobre o assunto.



Com uma ideia diferente aqui e outra ali, todas pareciam concordar em um ponto: uma reunião oficial de despedida faria muito sentido para colocar um ponto final na história de sucesso do grupo. Aquela história: já que o fim é inevitável, vamos fazer desse, um momento para se lembrar. A campanha popularizou ainda mais quando o produtor do grupo, Rick Bonadio, aderiu à campanha.

5) FÁBRICA DE ILUSÕES (ESTRELADA POR RICK BONADIO)

Ao que tudo indicava, 2012 seria o ano para o sonho se tonar realidade. Rick Bonadio anunciou, em parceria com o Multishow, um reality show (Fábrica de Estrelas) para formar uma nova girlband. A gente tava meio que nem ai pra isso, mas quando anunciaram que as quatro integrantes do Rouge iriam se reunir, fazer alguns shows e gravar música novas, a gente surtou de verdade.

O comeback brasileiro mais esperado estava realmente acontecendo.


O programa rendeu duas músicas inéditas do grupo, “Tudo é Rouge” e “Tudo Outra Vez”, porém, a felicidade durou pouco. Em uma carta aberta, as quatro integrantes explicaram aos fãs a dificuldade em fazer o retorno oficial acontecer de verdade. Problemas jurídicos com a utilização do nome “Rouge”, problemas com a liberação das músicas antigas do grupo e problemas de investimento foram os responsáveis pelo maior balde de água fria do pop nacional.  



Nossos corações ficaram destruídos de novo, gente.

6) BANG, BANG! ROUGE DEU UM TIRO CERTO EM VOCÊ

No último domingo, 17, as quatro ex-integrantes se reuniram na casa da Aline e postaram algumas fotos do reencontro, levando todos nós à loucura. 



Em pouco tempo, a hashtag #VoltaRouge já estava bombando nas redes sociais e tudo ficou ainda melhor quando as meninas postaram esse vídeo (maravilhoso).



Com clima super intimista, as meninas fizeram uma versão acústica para “O que o amor me faz”, música do primeiro CD do grupo. Mostrando maturidade vocal e artística, as meninas conseguiram mostrar uma outra coisa muito importante pro mercado: a força que, quase 15 anos depois, elas ainda têm. O vídeo viralizou e atingiu mais de 1 milhão de visualizações em menos de 4 horas.



Pra vocês terem ideia, o clipe de “Bang” da Anitta - considerado o clipe brasileiro de maior sucesso - levou 6 horas para atingir a mesma marca no dia de seu lançamento. Além disso, desde que o vídeo foi postado, a fanpage do grupo dobrou o número de curtidas e conta, atualmente, com mais de 126 mil saudosos fãs. 


Diante do histórico de sucesso do grupo e do tempo que temos entre o último lançamento oficial e o vídeo da última semana, não podemos ignorar esses números. Empresários, gravadoras e produtoras estão perdendo tempo (e dinheiro) fazendo esse retorno não se concretizar, por isso, criamos um plano mirabolante.

Com tudo isso na cabeça e durante uma conversa sobre o assunto com o colaborador do "Barba Feita", Silvestre Mendes, um lindo e amigo desde os tempos de Fama e Popstars, nos surgiu uma ideia que parece ser a solução pra esse retorno acontecer e driblar todas as questões jurídicas.


O grupo não surgiu num reality show musical? Então, quer coisa melhor do que aproveitar um outro programa do mesmo estilo pra promover esse encontro? É só as quatro meninas (tchau, Luciana. Você já teve tempo suficiente pra voltar atrás) se reunirem e participarem do Superstar da Rede Globo.

Não podem utilizar o nome “Rouge”? Tudo bem. Vida que segue. Além do nome novo, as meninas podem aproveitar a oportunidade para selecionarem um repertório que tenha mais a cara delas nesse momento.

Sério. Imaginem a cena. As quatro reunidas no palco, participando de um reality show da maior emissora do país e com a liberdade artística pra fazerem o que elas quiserem.

É PRA QUEBRAR A INTERNET, GENTE!



E o melhor é que é bom pra todo mundo. As meninas vão poder fazer esse encontro acontecer. A Rede Globo vai se beneficiar com a audiência. Quem impediu o retorno lá em 2012 vai chorar de raiva. E nós, fãs, vamos poder vivenciar esse momento histórico e emocionante.

Ao que tudo indica, não há nenhum impedimento legal para essa ideia se concretizar. A gente sabe que funcionário da emissora não pode participar, mas pelo que consultamos, a Karin foi contratada por obra e já que “Pé na Cova” acabou, não tem nenhum problema mesmo. Na verdade, só teria um, além, lógico, da vontade/agenda delas em aderir ao novo projeto: conseguir uma banda de apoio para lhes dar suporte na competição. Mas dos males, esse ainda é o menor.

Será que a gente consegue fazer esse texto chegar até as meninas? Queremos muito saber o que elas acham da ideia. Aliás, super topamos entrevista-las pra discutir esse assunto, gente!

#RougeNoSuperstar precisa acontecer. Quem ajuda a gente?


Com o fim do grupo em 2005, sempre ficava aquela dúvida dos fãs a respeito de um provável retorno, mesmo com as constantes declarações de Luciana, que sempre se mostrou contra. Mediante a isso e em comemoração aos 10 anos de Rouge, Rick Bonadio criou o reality show "Fábrica de Estrelas"  no ar no Multishow  mostrando todo esse processo de reunião da formação original, e que tem como objetivo montar uma nova girlband brasileira.

Pois bem, após o lançamento de da farofa "Tudo é Rouge", foi a vez da divulgação da segunda música inédita desse retorno, a canção"Tudo Outra Vez".

Com uma vibe bem nostálgica, "Tudo Outra Vez" é uma baladinha super sincera composta por Fantine e fala sobre tudo o que elas viveram nesse tempo todo, desde o "sofrimento" em busca de um sonho com o Popstars, até chegar à glória com o lançamento do Rouge. Enquanto a primeira dividiu muitas opiniões, acreditamos que "Tudo Outra Vez" tem mais chances de agradar aos fãs, por se assemelhar ao sucesso "Um Anjo Veio Me Falar" (mesmo que sem a intensidade do mesmo). Num vídeo letrado bem emocionante, contendo cenas da formação do grupo, isso fica ainda mais explícito. Preparem os lencinhos e confiram:


E aí, gostaram mais de "Tudo é Rouge" ou preferem "Tudo Outra Vez"?

Vazoooooooou! Segura o OB na bolsa e vem bater cabelo com o retorno das Spice Girls brasileiras! Rouge está de volta com o comeback mais esperado do ano (Lady Gaga quem?) para mostrar que who run the world são elas, viu? Péssimo dia para as inimigas. 

Como já disse com a prévia que saiu no começo do mês: simmmm é farofa! Tudo É Rouge marca o retorno triunfal da banda que, mesmo sem a Luciana, manteve o compromisso com os seus lirous (apesar da demora, hein minhas filhas?). Mas não tem problema. Poderia passar a vida falando sobre elas e sobre o single porém to tremeno Suzana, então vamos partir para o que interessa? Antes quero deixar os mesmos questionamentos que fiz com a prévia: Será que terá coreografia destruidora? Será que vai ser a Ragatanga da década do iPad? Será que a Uónessa vai chorar vendo farofa cantada em português? Continuaremos acompanhando.

Ouçam agora Tudo É Rouge e já peçam pro DJ do badalo desse fim de semana incluir na setlist.




ATUALIZADO: O Rouge divulga agora o lyric video de Tudo É Rouge com a nova logo do grupo, toda cravejada nos swarovskis, e ficou beeeem melhor que a antiga. Vem gente que TUDÉ RUGÊÊÊÊÊ! 


Tooodos os habitantes desse país sabe que as Spice Girls brasileiras estão voltando para colocar pontos finais em carreiras alheias, né? Já havíamos comentando aqui sobre o comeback das moças e finalmente foi liberado um trechinho de Tudo É Rouge, o novo single da girlband!

E simmmm é farofa! Dancefloor vai ferver no dia 08, próxima segunda, data do lançamento do single, que acontecerá no programa “Fábrica de Estrelas” do canal de TV Multishow às 21h30, anotem na agendinha, viu? Será que terá coreografia destruidora? Será que vai ser a Ragatanga da década do iPad? Será que a Uónessa vai chorar vendo farofa cantada em português? Vamos acompanhar. Enquanto isso vem pirar com a prévia de Tudo É Rouge!

A cantora Luciana Andrade colecionou alguns haters após recusar se unir ao Rouge no projeto da girlband para 2013, que envolve um novo reality show e o lançamento do single "É Tudo Rouge", mas parece que ela tinha mais motivos do que esperávamos para negar tal proposta e neste momento estamos amando sua decisão, principalmente após o lançamento do seu single de estreia.

Intitulada "Mind & Heart", a primeira música de trabalho de Luciana chegou ao Soundcloud nesta segunda-feira (24) e ficará disponível para download até o fim do dia. Com produção da Renato Patriarca, a faixa é uma baladinha que flerta com o pop-rock e lembra muito faixas como "One Of The Boys" e "Mannequin", do primeiro CD da Katy Perry. Ou seja: tá bom mesmo! Ouça:


Como conta nossos parceiros do Fica Quietinho, atualmente a cantora passa por São Paulo com a turnê O Amor E O Tempo, qual tem suas datas divulgadas por seu site oficial. Pfvr, ex-integrante de girlband arrasando em carreira solo com algo nem tão radiofônico, já amamos isso antes, hein?

http://24.media.tumblr.com/tumblr_lrmu12jodS1r2l73so1_500.gif

Opa, GIF errado...

http://24.media.tumblr.com/tumblr_lzv7j99KnM1r5lltuo1_500.gif
O que antes era uma especulação, agora é mais que oficial: o grupo Rouge vai voltar! A girlband brasileira, que foi lançada pelo SBT no reality show Popstars, deu os primeiros indícios de um possível retorno há algumas semanas e foi nesta segunda-feira (16) que as primeiras informações oficiais surgiram na internet. 

Segundo o Extra, do site da Rede Globo, as garotas não poderão voltar utilizando o mesmo nome, uma vez que não possuem os direitos do mesmo, e que esse retorno deverá envolver também um novo reality show, com uma música-tema cantada por Lissah, Aline, Karin e Fantine — Luciana, que havia deixado o grupo no auge de seu sucesso, não topou retomar o projeto e afirmou "Estava cansada de me sentir um produto descartável".

Com ou sem Luciana, as outras garotas tem se mostrado BEM animadas com o tal retorno, assim como a gente seus fãs, e a integrante Aline até reativou sua conta no Twitter, aproveitando pra publicar uma foto com suas novas-velhas amigas, dizendo: "Amigas unidas jamais serão vencidas"

Tomara que elas venham com tudo e que seu retorno seja tão bom e viciante quanto o das Girls Aloud, que também comemoram seus 10 aninhos e voltaram esse ano com a grudeeenta "Something New"

Só pra constar, também queremos um DVD comemorativo, um CD com os greatest hits e o retorno do Br'Oz. Bora se jogar no túnel do tempo e relembrar "Brilha La Luna"?
Nadine Coyle, Sarah Harding, Cheryl Cole, Nicola Roberts e Kimberley Walsh. QUEM? Emma Bunton, Geri Halliwell, Melanie B, Melanie C e Victoria Beckham. WHO?  Aline Wirley, Fantine Thó, Karin Hils, Luciana Andrade e Patrícia Lissa. P-F-V-R-D-E-U-S-A-S. Em 2002, a maior girl band do mundo (mim dexem) surgia no programa Popstars. Entre a data até 2006, o grupo hitou, fez mais sucesso que qualquer Wannabe da vida e mitou. Quem nunca, com toda a alegria festejando, com a lua em seus olhos, roupa de água marinha e jeito de malandro fez a coreografia do hit multiplatinado e onze vezes #1 no Brasil Ragatanga? Eu sei, toda a nação. E agora, depois de dez anos, elas vão voltar! (E não precisaremos mais esperar até o encerramento das Olímpiadas 2016, risos).

Rick Bonadio começou no Twitter a campanha #VoltaRouge, e como brasileiro é criatura sábia e sabe que As Maiores TEM que voltar, a campanha bombou. Então com alguns telefonemas básicos, Bonadio conseguiu o consentimento das cinco integrantes do grupo. De acordo com o Diário de São Paulo, as garotas irão se reunir em Sampa semana que vem para discutir o projeto, com ideias para turnê e gravação de DVD, PFVR SUZANA TO TREMENO.

Só queria dizer que quero “The Brilha La Ragatanga World Tour” pra pisar nas Spice Girls e nas Girl Aloud, tsc tsc. Ah, e se puder, trás também os Br’Oz, né minha gente? SIM SIM SIM! Agora fiquem com alguns hinos do Rouge que marcaram geração só pra sentirem o gostinho do que tá por vir. MIRA QUE BELA!

Na última quarta-feira (7), alguns fã-clubes da extinta girlband, Rouge, levaram para os tópicos mais comentados do Twitter a hashtag #voltaRouge e só neste parágrafo, já encontrei vários fatores que me assustaram:
1. Anos após sua separação, o grupo ainda tem fãs.
2. Esses fãs ainda se unem em encontros, dançam os sucessos do grupo e levam tags aos tópicos mais comentados do Twitter.
3. O pedido dos fãs poderá ser atendido.
Comemorando dez anos de sua formação, nossas Spice Girls brasileiras (não! haha) poderão voltar aos palcos, mas isso vai um pouco além da vontade das moças, até porque, o grupo foi formado pelo reality show Popstar e leva o nome da Sony Music e outros produtores. 

Será que alguém topa levar #voltaBroz para os TTs? No início de 2010, os fãs já haviam se unido em uma campanha com a pequena hashtag #QueremosRougeDVD10Anos e aproveitando todo esse ritmo ragatanga (que eu sei que está te possuindo), terminamos esse post com algumas tags que você não deveria compartilhar em seu Twitter:
#voltaRBDPorqueAVersãoDaRecordÉHorrível, #QueremosPontoPnaMTV, #VoltaChiquititas, #CalaBocaItPop... parei gente, acabou o post!