Mostrando postagens com marcador live-action. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador live-action. Mostrar todas as postagens

Em “Espelho, Espelho Meu”, com Lily Collins e Julia Roberts, vimos uma Rainha Clementina (que seria a Rainha Má) luxuriosa e extravagante e uma Branca de Neve que quer defender o povo, já que os impostos cobrados pela realeza são exorbitantes justamente para que a rainha consiga manter uma vida cheia de riquezas. Já em “Branca de Neve e o Caçador”, Kristen Stewart interpreta a jovem princesa que, desta vez, foge da morte planejada pela Rainha Ravenna (Charlize Theron), é, inicialmente, procurada pelo Caçador (Chris Hemsworth) e depois se junta aos anões, ao próprio Caçador e a aliados de seu falecido pai para recuperar o direito ao trono. 

O primeiro é um longa mais descontraído e cômico, enquanto o segundo tem um teor mais sombrio, ou seja: nenhum deles se assemelha à primeira versão cinematográfica do conto, lançado em 1937 – que é, inclusive, o primeiro longa-metragem produzido pelo estúdio Walt Disney. 

Agora, ao que parece, a Disney, que está indo bastante na “onda” dos live-actions, também quer lançar a versão com atores deste clássico segundo o site The Hollywood Reporter. Isso porque a roteirista de “A Garota do Trem”, Erin Cressida Wilson, está em negociações com a Walt Disney Studios para reescrever a produção. Marc Platt, que também está trabalhando em “Mary Poppins Returns”, seria o produtor. No mais, a trilha sonora já estaria em andamento. Com ou sem “parará-tim-bum”, esta releitura contará com números musicais e canções assinadas por Benj Pasek e Justin Paul, que trabalharam em “La La Land: Cantando Estações”, com Emma Stone e Ryan Gosling.

Além deste, a companhia está dando início aos trabalhos nas versões "humanas" de “Mulan”, “Aladdin”, “Peter Pan” e “Dumbo”. Se você sentiu falta de algum clássico que ainda não tem versão não-animada planejada, pode ficar tranquilx que uma hora ele terá. Afinal de contas, a moda pegou mesmo, né?

Os live-actions parecem ser, de fato, a nova “galinha dos ovos de ouro” dos estúdios Disney. Depois de "Alice no País das Maravilhas", "Alice Através do Espelho", "Malévola", "Cinderela", "Mogli – O Menino Lobo" e "A Bela e a Fera" (que será lançado em 17 de março de 2017 nos EUA), "Mulan" é o próximo sucesso a sair dos desenhos 2D e ganhar “vida própria”. E, para a alegria dos fãs da guerreira chinesa, o longa ganhou uma data de estreia nos cinemas estadunidenses: 2 de novembro de 2018!

O anúncio, feito pelo site The Hollywood Reporter, traz também a notícia de que a dupla de roteiristas Rick Jaffa e Amanda Silver ("Planeta dos Macacos: A Origem", "Jurassic World", entre outros) foi escolhida para produzir uma nova versão do roteiro, que havia sido escrito previamente em 2015 por Elizabeth Martin e Lauren Hynek.

E não é só a Disney que curte retratar esta lenda nas telonas: além da animação de 1998 e da continuação "Mulan 2 – A Lenda Continua" (lançada em 2005 e diretamente em DVD), a milenar história já havia ganhado uma adaptação em 2006 com “Hua Mulan”, dirigido por Jingle Ma e, como se não bastasse, a Sony anunciou, em setembro, que também irá produzir a sua versão “humana” do conto. Já queremos mais informações para saber qual desses lançamentos será mais interessante, né non?

Enquanto estamos sem mais informações sobre o longa, vamos relembrar este filme com o maior clipe de empoderamento feminino da história que você respeita: