Mostrando postagens com marcador estréia. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador estréia. Mostrar todas as postagens

Selena Gomez está passando por um momento complicado. Depois de lançar o ótimo "Revival" e emplacar hit atrás de hit, a ex-Disney, que há um tempo atrás foi diagnosticada com lupus, está com depressão, consequências do tratamento e da própria doença. Para se tratar, a moça já deu entrada em uma clínica de reabilitação e, esperamos, vai ficar bem logo, logo!

Mas, mesmo parada e, merecidamente, cuidando da própria saúde, Selena continua cheia de músicas na manga e pronta para hitar. O mais novo lançamento da cantora é a sua colaboração com o Cashmere Cat e o Tory Lanez na ótima "Trust Nobody", lançada hoje (29). A canção é um dancehall delicioso, onde vemos Gomez apostar em seus sussurros já característicos, servindo para matarmos a saudade da nossa cabeçudinha do pop.



Cherinho de sucesso, não é mesmo?

"Trust Nobody" faz parte do álbum de estréia do DJ, que se chamará "Wild Love". A música que abriu os trabalhos tem o mesmo nome do disco e é uma parceria com o The Weeknd que, como sabemos, vem ao Brasil ano que vem para se apresentar no Lollapalooza, e o Francis and the Light. Se a música com Selena é bem mais pop e feita para as rádios, "Wild Love" se mostra mais intimista, nos deixando no escuro quanto ao direcionamento do CD do Cashmere.

"Wild Love", o álbum, ainda não tem data de lançamento.

A DNCE não é fraca, não. Depois de lançar seu primeiro e ótimo EP, "SWAAY", Joe Jonas e companhia já estão mais do que prontos para lançarem seu álbum de estréia. E o single que abre os trabalhos de divulgação mostra que eles querem repetir o sucesso do seu maior hit até o momento, "Cake By The Ocean".

A faixa lançada hoje (15) em uma estação de rádio dos EUA se chama "Body Moves" e segue uma fórmula parecida com o que já vimos no "SWAAY" e na própria "Cake", com alguns riffs de guitarra, um refrão que não vai sair da sua cabeça tão cedo e aquela animação e diversão de sempre, sem deixar de soar refrescante. Só nós que, ao ouvirmos a canção, lembramos imediatamente dos últimos trabalhos do Maroon 5?



E tem mais: Para divulgar oficialmente a música e não perder tempo, o grupo já está com o lançamento do clipe de "Body Moves" marcado para essa sexta. Você quer hitar? You better work, bitch!

O primeiro e autointitulado disco da banda DNCE chega pra salvar o pop no dia 18 de novembro. 


É aqui a deserto tour?

Gravado desde o começo da era 7/27 e apelidado pelos fãs de "clipe do deserto", a produção, que hoje sabemos se tratar do vídeo de "That's My Girl", finalmente foi lançada e traz Camila, Lauren, Ally, Dinah e Normani em um mundo pós-apocalíptico.

No clipe, dirigido por Hannah Lux Davis, vemos as garotas como guerreiras da paz, marchando e levando ajuda para os feridos dessa cidade destruída. Tudo isso, é claro, enquanto arrasam na coreografia. Confira:


Gostamos do clipe, mas poderiam ter usado um pouco de "Who Run The World (Girls)" da Beyoncé e colocado as garotas para lutar contra um governo de homens opressores, né? Teria ficado ainda mais girl power, do jeito que a música pede.

"That's My Girl' é o terceiro single do 7/27, segundo álbum das meninas do Fifth Harmony. A canção sucede "Work From Home", maior hit do grupo até o momento, e "All In My Head (Flex)" que, apesar de ser ótima e ter ganhado um bom clipe, não vingou de fato. Será que "That's My Girl" vai seguir os passos de "Work From Home" ou morrer na praia (perdão pelo trocadilho) como "Flex"?
Sim, a rainha da depressão está de volta, mas com uma sonoridade que pode assustar um pouco os fãs de seu primeiro trabalho. A banda de Elena Tonra (vocalista) teve seu primeiro álbum lançado em 2013, “If You Leave”, onde tínhamos uma mistura de folk rock e rock alternativo, apresentando instrumentais leves, o que deixava o foco na voz de Elena, que é capaz de quebrar qualquer coração e botar muitos para chorar. Do primeiro álbum foram extraídos os hinos “Daughter” e “Smother”.



Já no segundo álbum, pelo menos com os materiais que já foram liberados, a banda mostra que está caminhando para uma sonoridade um pouco diferente, mas sem perder a qualidade. O primeiro single “Doing the Right Thing” ainda esbarra com folk rock apresentado no seu disco de estréia, mas mistura um pouco de indie rock, chegando a nos lembrar dos materiais mais recentes do The Neighbourhood.



O segundo single, “Numbers”, lançado ontem (10) confirma essa transição. Nele temos uma dosagem perfeita de folk rock e indie rock, onde, em alguns momentos, temos o vocal de Elena sendo quase apagado por essa experimentação de sons. Já o clipe, um tanto quanto minimalista, se encaixa perfeitamente na letra da canção, criando toda a atmosfera melancólica que já estamos acostumados a ver da Daughter.



Já sabemos que talento eles têm de sobra, só falta ver o que vai sair dessa mudança de estilo que está vindo com o novo álbum da banda, chamado “Not To Disappear” e que tem lançamento previsto para 15 de janeiro de 2016.


Agora a saga continua, e ainda mais assustadora.
A Quinta-feira norte-americana foi marcada pela estréia e pelo alvoroço causado pelo filme, e fãs de várias partes do planeta fizeram questão de guardar seu lugar em suas filas de mais de 7 horas de espera. Bom, para quem curte o gênero eu recomendo. O filme estréia hoje no Brasil e quem quiser passar horas de medo e ficar sem dormir por uma sem
ana (como eu) pode dar uma passadinha no cinema.