Mostrando postagens com marcador dueto. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador dueto. Mostrar todas as postagens

Nathan Sykes e Ariana Grande viveram um relacionamento relâmpago entre o fim de 2013 e o início de 2014, mas, aparentemente, eles continuam muito amigos (até mesmo por terem Scooter Braun como manager), tanto que ele acaba de relançar seu novo single, "Over and Over Again", com participação dos vocais da cantora.

O sentimental single, oficialmente, foi o segundo e atual de seu álbum de estreia solo, ainda sem título, mas programado para esse ano.

Nessa nova versão, acrescida de Ariana, temos, mais uma vez, a fantástica química vocal já apresentada por eles em "Almost is Never Enough", presente no "Yours Truly", álbum de estreia de Ariana Grande (2013). Sem muitas mudanças no arranjo, que conta com o delicado piano e vocais emotivos de ambos, acreditamos muito que o single tem tudo pra bombar agora no UK. Ouça:


Depois dos sucessos com "Problem" e "Break Free", Ariana Grande anunciou que o terceiro single do "My Everything" será a faixa "Love Me Harder", em parceria com o cantor The Weeknd. Escolha acertadíssima, por sinal,  já que esta é a queridinha dos fãs da cantora e da crítica (e nós arriscamos dizer que é a melhor música da vida dela) em sua nova fase.


Sensação no ano passado em virtude do seu grande potencial vocal, Ariana Grande encantou a todos nós com o "Yours Truly", seu difícil álbum de estreia, resgatando o frescor da sonoridade pop teen dos anos 90 e nos brindando com um banho de talento. Agora, já tendo revelado que seu próximo álbum sairá ainda este ano e contará com Benny Blanco e Ryan Tedder na produção, podemos estar mais perto dele do que imaginamos, afinal, já teremos um novo single no próximo mês e ele (aparentemente) terá a participação do, agora polêmico, Chris Brown. Ainda não entendeu? A gente explica.

No sábado, através do Twitter, uma fã questionou a cantora, a respeito de qual era a música que ela mais ouvia atualmente. Daí, Ariana, meio que enigmática, disse que era uma canção que ainda não foi lançada, mas que seria no próximo mês.


Porém, minutos antes, Scooter Braun, empresário da cantora, havia mencionado-a num tweet, dizendo que ela havia tido uma incrível sessão de gravação. E que não via a hora de um incrível dueto surgir.


Ainda no final de semana, Chris Brown, do nada, tuitou um trecho de uma música. Logo na sequência, Ariana Grande retuitou a postagem do Marrom e digitou em seu perfil um outro trecho, que parece ser a continuação da letra. Ou seja, "onde há fumaça, há fogo". Confiram:


Embora ainda não confirmado oficialmente (precisa mesmo?), confessamos uma certa surpresa em relação a esse dueto, muito embora o Chris Brown mande bem em parcerias musicais com o sexo oposto (lembram de "No Air"?!). Ainda não há informação da data oficial de lançamento do single, muito menos seu título. Mas e aí, gente? Surpresos também? Animados pra essa parceria? Lembrando que no "Yours Truly", Ariana Grande dividiu os vocais com Mac Miller no hit "The Way", Big Sean em "Right There" e com Nathan Sykes, na elogiada "Almost is Never Enough".


Justin Bieber, que segue em estúdio trabalhando na composição de seu novo álbum e em novas músicas, nunca escondeu de ninguém que Michael Jackson era sua maior inspiração como artista, seja nos palcos, em estúdio ou na forma com que dança, tanto que essa obsessão gerou uma colaboração pra lá de inusitada e que nos deixou exatamente assim, ao ligarmos nossos computadores nessa sexta-feira:


Ao que tudo indica, Jus10 comprou os direitos de "Slave 2 the Rhythm"  faixa originalmente gravada por Michael Jackson em 1998 e vazada pela primeira vez em 2010 — e trabalhou num remix acrescentando seus vocais por cima do arranjo da música, deixando-a com cara de dueto. Se isso ficou bom? Gente, por incrível que pareça, sim. Jus10 fez um trabalho bem interessante e nadinha irritante, mantendo a letra da original, apenas acrescentando seus vocais e um ritmo mais acelerado, por se tratar de um remix. Tá, pode até ser que muita gente trunfe a cara por conta da estratégia utilizada, principalmente por se tratar de um dueto póstumo e ainda com o maior astro que a indústria musical já teve, mas pedimos, apenas apertem o play e ouçam a música, ao final discutimos:


 (Lembrando que Jus10 Bieber e sua equipe ainda não deram nenhum pronunciamento oficial a respeito do remix, muitos menos se esta faixa será lançada oficialmente)

Logo assim que a faixa vazou, Bieber correu para o Twitter, demonstrando toda sua empolgação e respeito para com Michael Jackson:

"Animado para tudo que está por vir. MJ definiu tudo. Não só por sua música, mas também pela maneira de tratar os fãs. Queria que ele estivesse aqui. Nem sempre tudo isso é fácil, mas é uma bênção. Podemos mudar o mundo. Estou pronto para o desafio. Muitas coisas pela frente! #Grandioso. Amo vocês!"
Então, gente, sintam-se à vontade para darem suas impressões a respeito do dueto póstumo. Aprovado? Rejeitado?

O que pode ser mais épico do que um dueto entre os dois maiores expoentes daquilo que pode ser considerado como um artista de verdade em seu sentido mais completo? Pois bem, os finados rei do pop, Michael Jackson, e o icônico, (aka deus) Freddie Mercury  líder da maior rock band de todos os tempos e em breve ganhará um filme biográfico, que já fez (infelizmente) Sacha Baron Cohen perder um Oscar dado como certo — se uniram lá na década de 80 para um projeto em conjunto, que nunca foi finalizado ou revelado, mas terão essas lindezas trazidas ao público ainda este ano.

A ideia inicial dos dois em 1983, era gravar um álbum em conjunto (meldels, que épico seria isso), porém, a incompatibilidade de agendas e os gostos um tanto quanto excêntricos de Michael incomodaram Freddie e isso acabou não passando de três músicas gravadas, dentro do próprio estúdio de MJ, na Califórnia.

Sobre esses motivos que inviabilizaram a continuação do projeto, o empresário do Queen, Jim 'Miami' Beach, afirmou que eles se gostavam bastante, mas enquanto o processo de gravação rolava, Freddie ficou extremamente incomodado com o lado excêntrico de Michael, que entre outras coisas, levou uma lhama para dentro do estúdio de gravação hahahahahaha!!!!111!:
"Eles se deram muito bem, exceto pelo fato de que um dia eu recebi uma ligação do Freddie me dizendo: 'querido, você pode vir aqui? Você precisa me tirar daqui. Eu estou gravando com uma lhama… e isso pra mim já chega. Quero ir embora.'"
Eu, hein?! Hahahahahahahahahahaha
De acordo com os integrantes remanescentes do Queen, Brian May e Roger Taylor, em entrevista ao The Times, essas canções, gravadas pelos dois gênios musicais e ainda sem nome ou datas de lançamento divulgadas, estão em fase de finalização na gravadora e até o final do ano poderão ser ouvidas.

Alguma dúvida que isso será um absurdo de bom?!



Christina Aguilera  que a princípio tira um período sabático longe dos holofotes e descansa sua imagem do The Voice  mas que muito em breve poderá estar com um novo material em mãos, afinal, há um rumor dela estar compondo novas músicas com Max Martin e Sia, em função da pausa na divulgação (que de fato, nunca existiu) do "Lotus".

Depois de ignorar sumariamente "Your Body", e nem dar tanta bola para "Just A Fool" em parceria com o Blake Shelton, que parecia render, caso fosse mais explorada, ela curte suas férias enquanto não volta para a 5ª temporada do The Voice no segundo semestre e encontra tempo para gravar umas coisinhas aqui e ali.

Agora, Aguilera retorna às suas raízes latinas no dueto com o cantor mexicano Alejandro Fernandez que foi divulgado na internet. "Hoy Tengo Ganas De Ti" é uma regravação de uma grande balada latina, originalmente cantada por Miguel Gallardo em 1975. Embora soe brega, na regravação, que será tema da novela mexicana "La Tempestad", Xtina dá seus habituais shows vocais e intensos, utilizando muito bem esse timbre maravilhoso, de forma controlada e que fica lindo em qualquer língua que ela cante. Ouçam abaixo:


O dueto que Lady GaGa e Elton John gravaram para a animação da Disney, "Gnomeo & Juliet", não será lançada na trilha sonora do filme.


O dueto estará apenas no longa. A versão que estará na trilha sonora é apenas na voz de Elton John. Nenhuma das versões será distribuída às rádios.


Creditos : meteoropop


Taylor Swift poderá se juntar com Adam Young, o músico por trás do electro-pop Owl City, no próximo álbum dele, mas por enquanto a ideia está apenas na etapa de negociação. O boato sobre o possível dueto decolou quando Adam foi citado dizendo que gostaria de gravar com a superstar country.

"Tenho conversado com Taylor, ela está muito ocupada, mas já disse que se houver tempo, isso seria muito divertido. Há uma estranha canção country que estou trabalhando. Não há título, porque eu não fiz nenhuma letra ainda. Mas isso seria único.", disse.

Por toda consideração, os dois são fãs de música um do outro. De acordo com o Buzznet, Adam considera a música 'Love Story', da Taylor, a sua canção de amor favorita. E quando Adam tocou no Bowery Ballroom em Nova Iorque no ano passado, Taylor mandou uma mensagem no Twitter dizendo: "Se eu estivesse na cidade, eu estaria lá! Na fila da frente, estilo super-fã".