Mostrando postagens com marcador charlie puth. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador charlie puth. Mostrar todas as postagens
Charlie Puth sofreu na mão da crítica com seu primeiro disco, “Nine Track Mind”, que amargou um impressionante 37 no metacritic, mas, como diz o ditado, quem acredita sempre alcança, e com o lançamento do “Voicenotes” o cantor está pronto para dar a volta por cima.

Liberado nesta sexta-feira (11), o “Voicenotes” é uma coleção de 13 boas músicas que evocam o melhor do pop dançante, groove e anos 80 e 90. Uma delícia mesmo, principalmente porque, conhecendo o histórico do cantor, não deu pra não se surpreender. 

Em uma entrevista para o Genius, Charlie contou que não poderia chegar com uma música como “Attention” sendo um novo artista e que seguiu a linha “animadinha e feliz” de seu primeiro álbum para conseguir o máximo de pessoas curtindo suas músicas, de fãs aos pais de seus fãs. 



Para o “Voicenotes”, ele veio com uma nova abordagem, trabalhando inclusive na produção das faixas. “Agora, as músicas que estou lançando são sobre mim. É o que eu queria dizer há muito tempo”, ele contou. E é por isso que a diferença é gritante. 

A gente já sentia que algo bem melhor vinha por aí quando escutamos a própria “Attention”, “How Long” e o mais recente single, “Done For Me”, com a Kehlani. Aí que o disco tem coisas tão boas quanto (e até melhores) como “The Way I Am”, a maravilhosa “BOY” (!) e “Slow It Down”. De ouvir com gosto.

Lição do dia: levanta a cabeça, princesa, porque se até o Charlie Puth consegue se reerguer, você também consegue.

Charlie Puth amargurou um péssimo desempenho com a crítica em seu primeiro álbum, o bobinho “Nine Track Mind”, mas com seu segundo trabalho, “Voicenotes”, parece estar disposto a virar o jogo.

A gente já sentia que viria algo diferente por aí quando escutamos “Attention” pela primeira vez. E qual não foi nossa surpresa ao descobrir que a música era realmente boa e viciante? Aí chegou “How Long”, que elevou o nível das coisas, e até a parceria com o Boyz II Men em “If You Leave Me Now”, que é bem bonitinha, nos animou. Deu pra botar fé no trabalho novo. 

Nessa sexta-feira (16), Charlie lançou mais uma promocional de seu novo disco, que é totalmente produzido por ele. Com a colaboração da sempre ótima Kehlani, ”Done For Me” é um nu-soul dançante e divertido sobre uma festa não tão legal assim, que serviu de inspiração pro “Voicenotes” inteiro. “Melodrama” fazendo escola.


Dias de luta, dias de glória mesmo, viu? 

O lançamento do “Voicenotes” está marcado para o dia 11 de maio.


Todo ano, a iHeartRadio promove uma pequena tour com artistas em destaque no final do ano para celebrar o natal. No ano passado, Selena Gomez, Ellie Goulding, Demi Lovato, Tove Lo, DNCE, Nick Jonas, Zedd, 5 Seconds of Summer e Calvin Harris agitaram o evento, que arrecadou 5 milhões de dólares num total de onze shows.



Para este ano, a iHeartRadio divulgou alguns nomes de antemão, como Diplo, Fifth Harmony, Charlie Puth e Daya, mas outras atrações serão reveladas no dia 11 de outubro. Já os locais dos shows foram todos divulgadosDallas, San Francisco/San Jose, Los Angeles, Minneapolis, Philadelphia, New York, Boston, Washington, D.C., Chicago, Atlanta, Tampa e Miami/Ft. Lauderdale. 
A Capital One, empresa bancária que patrocina a Jingle Ball Tour pelo segundo ano consecutivo, vai selecionar um cliente sortudo em cada data, para que ele possa conhecer um dos artistas que se apresentarão no evento. 

Desde que Charlie Puth surgiu dando voz ao refrão da música “See You Again”, da trilha sonora de "Velozes e Furiosos 7", tem conseguido tirar um grande proveito da atenção gerada e, incrivelmente, perdeu o posto de one-hit wonder, colocando mais duas faixas de seu álbum de estreia no topo da Billboard, sendo elas “Marvin Gale” e “One Call Away”.

Mas, como nem tudo vem fácil, o cantor foi massacrado pela critica e teve notas baixíssimas pelo disco “Nine Track Mind”. Ele tentou a sorte com o single “Suffer”, que teve um clipe muito sexy, mas mesmo assim passou despercebido. Então chegou a hora de tentar mais uma vez e a escolha foi “We Don’t Talk Anymore”, parceria com ninguém menos que Selena Gomez.

Foi uma escolha bem sábia, digamos que essa é, de longe, umas das músicas mais relevantes de seu álbum e ter o nome de Selena junto ao seu pode ajudar bastante no desempenho que o single terá nos charts.

O cantor já começou a divulgar a canção em programas de TV, sendo a primeira das performances no Today Show. A apresentação do cara nos fez repensar seu potencial. Puth foi muito bem, cantando e tocando o piano ao mesmo tempo, mas será que conseguirá ganhar os corações mundo afora? 


Enquanto ainda não decide se abandona a divulgação do seu álbum de estreia, "Nine Track Mind", massacrado, de certa forma, injustamente pela crítica, Charlie Puth que recentemente anunciou a parceria com Selena Gomez em "We Don't Talk Anymore" como seu novo single, liberou sem qualquer aviso prévio um clipe para a faixa promocional "Suffer", que ganhou um remix assinado por Vince Staples & AndreaLo.

Dirigido por Austin Starrett Winchell, no vídeo pra lá de intenso, vemos Puth em meio a um jogo de câmeras no melhor estilo found footage, ensaiando em sua casa, enquanto rola muita pegação ao lado de sua amada. Até mesmo pra quebrar um pouco a imagem fofinha que ele geralmente passa em seus clipes, aqui apostam em cenas ousadas pro garoto, com direito a simulação de sexo na cama, no chuveiro e cenas sem camisa. Confira abaixo e veja se aprova também:


O aguardado "Nine Track Mind", álbum de estreia de uma das sensações de 2015, Charlie Puth, chegará ao grande público na próxima semana (especificamente no dia 29), mas já tem mais um single promissor e com ares de hino prestes a ser lançado. Afinal, ele acabou de confirmar a inédita parceria com Selena Gomez, intitulada "We Don't Talk Anymore", como seu novo single.

A faixa em questão havia tendo um buzz em cima de seu potencial promissor, graças às redes sociais dos dois, onde foram postadas duas prévias das sessões em estúdio, onde é possível (juntando os trechos) termos uma leve noção de 25 segundos de sua estrutura. E, cá entre nós, alguém tem alguma dúvida de que isso tem tudo pra ser um grande hit? Bem, nós não temos. E vocês também não, após ouvirem as prévias abaixo:





Ontem, em entrevista ao Entertainment Tonight, Puth afirmou que o single será o terceiro extraído do álbum, sucedendo o smash hit "Marvin Gaye" e a deliciosamente fofa "One Call Away", e tendo seu lançamento também na próxima sexta-feira (29).

  
Na mesma entrevista, ele disse que um videoclipe para a canção será gravado dentro de alguns dias, mas ainda não poderia dar maiores detalhes. A nós, por enquanto, cabe a apenas roer as unhas aguardando esse novo hit, que promete!

Fim do ano já chegou e o que isso significa? Antes, significava mais um álbum da Rihanna, mas em tempos onde a ex-cantora e atual modelo não dá mais sinal de vida, significa o aquecimento para a corrida do Oscar 2016. A lista oficial com os indicados sai em 14 de janeiro, porém as previsões já estão bombando na rede mundial de computadores.

Nós adoramos a premiação, tanto que anualmente fazemos nosso Especial Oscar com críticas para os indicados na categoria "Melhor Filme", mas agora vamos falar de música. Apenas duas categorias são voltadas para ela, "Melhor Trilha Sonora" e "Melhor Canção Original", e as previsões para esta última estão lindas.

O site Spoiler Movies publica mensalmente uma previsão para os futuros indicados/favoritos através de uma amostragem estatística de vários oscarbuzzers, critica, premiações precedentes e festivais internacionais. Tudo ainda é especulativo e, claro, pode ser completamente diferente da lista final, porém os rumos são os seguintes:

"Til It Happens To You", canção de Lady Gaga para o documentário "The Hunting Ground" aparece como a favorita da categoria. Outros nomes marcantes são Wiz Khalifa com o hit "See You Again", canção em homenagem a Paul Walker em "Velozes e Furiosos 7", e Sam Smith com "Writing's On The Wall", tema de "007: Spectre".


É válido lembrar que o prêmio desta categoria não vai para o intérprete da canção, e sim para seus compositores - Idina Menzel não levou o Oscar por "Let It Go", como muitos pensam, já que ela não a escreveu -, mas fiquemos tranquilos: todos os intérpretes das músicas citadas são também os compositores, ou seja, caso ganhe, o Oscar de "Til It Happens To You" será de  Diane Warren e Lady Gaga; o de "See You Again" iria para DJ Frank E, Charlie Puth, Wiz Khalifa e Andrew Cedar; e o de "Writing's On The Wall" para Sam Smith e Jimmy Napes.


De primeira pensamos "Ah, Wiz ganhou então", já que "See You Again" é, entre as citadas, a faixa com o maior sucesso comercial: #1 na Hot 100 por 12 semanas, recorde de faixa mais executada em um só dia no Spotify, vídeo com mais de 1 bilhão de visualizações, mais de 3,5 milhões de cópias vendidas apenas nos EUA, et etc etc. Mas não podemos esquecer de "Happy", aquela música do Pharrell que ninguém mais aguenta ouvir, vendeu mais de 6,4 milhões de cópias na Terra do Obama e ainda assim não ganhou o Oscar. Sucesso comercial não é fator tão determinante assim para o Oscar como é para o Grammy.


Ainda temos tempo considerável até o fechamento das votações para a premiação, que acontece em 28 de fevereiro, mas já pensou Lady Gaga com um Oscar? Ou será que Sam Smith fará jus ao legado de Adele com "Skyfall" e novamente dar o Oscar para a franquia "007"? Vai que todo o mimimi oportunista de "See You Again" acabe convencendo os jurados, nunca se sabe, não é mesmo? Ou até mesmo nenhuma dessas ganhando? Rs. De qualquer maneira somos #TeamTilItHappensToYou na veia.

Acompanhemos os próximos meses para o capítulo final dessa novela. E tem o Grammy chegando também.

Pegando carona no estrondoso sucesso de "See You Again" com o Wiz Khalifa, e também no de "Marvin Gaye", com Meghan Trainor, o americano Charlie Puth quer mesmo se firmar como uma das maiores revelações do ano.


Com o iminente flop de "L.A. LOVE (la la la)", Fergie meio que parou pra repensar seus planos com o novo álbum e praticamente refez o material por inteiro. Mas agora, parece que finalmente ele vai acontecer no final deste ano.


Seleção de sete novidades musicais que não apareceram no blog ao longo da semana, mas que valem sua atenção. Para conferir as edições anteriores do It's New, clique aqui!


Nas últimas semanas é impossível que não tenham ouvido o sentimental smash single "See You Again", parceria do rapper Wiz Khalifa com o, até então, desconhecido, Charlie Puth, para a trilha sonora de "Velozes & Furiosos 7".

Seleção de sete novidades musicais que não apareceram no blog ao longo da semana mas que valem a sua atenção. Para conferir as edições anteriores do It's New, clique aqui e seja feliz.