Mostrando postagens com marcador Tati Zaqui. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Tati Zaqui. Mostrar todas as postagens
Da pista para a favela e vice-versa, falou em Heavy Baile, a gente sabe que vem pedrada. O grupo formado por Leo Justi e MC Tchelinho está pronto pra nos fazer dançar mais uma vez e, passada a parceria com a MC Carol e Tropkillaz em “Toca na Pista”, se uniram a ninguém menos que a MC Tati Zaqui para embrazar com “Catuaba”.

Essa é a segunda amostra do disco de estreia do Heavy Baile, que já conta com a faixa “C.E.O.N.”, e chega num momento mais que certeiro para o pop nacional, em mais uma mistura do funk, música eletrônica, ritmos paraenses e uma pegada do arrocha, resultando numa combinação mais do que contagiante.

Com produção do Leo Justi com DJ Nemo Artilheiro, de Niterói, a faixa é uma ótima pedida pra ouvir grudada em “Sua Cara”, do Major Lazer com Anitta e Pabllo Vittar que, inclusive, compartilha do seu mesmo co-compositor, Arthur Marques.

A gente te desafia a ficar parado:



Tu fica louca na onda da catuaba!

giphy.gif (480×270)

No ano passado, Leo Justi se destacou pela produção do álbum de estreia da MC Carol, “Bandida”, mas já tem em seu histórico uma lista invejável de artistas, do Emicida a MIA.



Tati Zaqui, por sua vez, tem investido pesado numa pegada cada vez mais dançante para o seu repertório que, antes de “Catuaba”, já contava com faixas como “Água na Boca” e “Bumbum Que Balança”.



“Catuaba” também está disponível no Spotify e outras plataformas de streaming.
Foi no funk que ela conquistou seus primeiros fãs, mas Tati Zaqui nunca negou a sua inspiração na música pop. Fã assumida do Justin Bieber, a funkeira veio construindo uma imagem mais comercial desde o seu primeiro hit, “Pararatimbum”, hoje proibidão no seu repertório, literalmente, por conta de uma ação judicial, e depois de dançar bastante ao som das influências latinas de “Estoy Loca” e “Água na Boca”, ela imerge de vez no pop em seu novo single, “Rebelde e Abusada”.

giphy.gif (480×270)

Como Anitta, MC Carol e Karol Conka não nos deixam mentir, o funk e música pop podem andar de mãos dadas e, passadas tantas repetições do que já ouvíamos com a cantora de “Bang”, vemos em Tati uma importante oportunidade de levantar mais uma vertente dentro desse funk-pop, que ainda tem espaço para muitos outros nomes, podendo criar, enfim, uma saudável disputa pelas rádios, que só tem a somar ao pop brasileiro.

“Rebelde e Abusada” foi lançada com seu videoclipe e, na produção, Zaqui aparece com vários figurinos, enquanto investe pesado nas coreografias e muitas cores. A produção é assinada por Pedro Dash e Dan Valbusa, que formam o duo Seakret.

Temos uma nova diva em ascensão? Assista ao clipe novo da moça abaixo: