Mostrando postagens com marcador Future. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Future. Mostrar todas as postagens
Quando Kendrick Lamar lançou “All The Stars” com a SZA para a trilha de “Pantera Negra”, ele já deixou claro que iria reunir “todas as estrelas” no disco completo. E o que acontece quando juntamos tantos artistas incríveis em um mesmo trabalho? Uma soundtrack tão incrível quanto.



Lançada nesta sexta-feira (09), “Black Panther The Album” ajuda a contar a história do primeiro herói negro protagonista da Marvel e de seu país natal, a fictícia Wakanda, nação extremamente desenvolvida tecnologicamente localizada na África.

Por isso, além de ter a participação de The Weeknd, Khalid, Travis Scott, Future, Jorja Smith, Vince Staples e muitos outros, a trilha também traz artistas africanos, como é o caso dos sul-africanos Sjava e Babes Wodumo.

Para além de se inspirar no filme, “Black Panther The Album” realmente parece um: as músicas transitam perfeitamente, não porque sejam iguais, mas porque se conectam. Elas contam a história do filme, citam personagens, mas também existem à parte, funcionando como uma nova narrativa muito bem amarrada.

Não que a gente esteja chocado com a qualidade da trilha de "Pantera Negra". Como esperar menos de um disco feito com a curadoria de Kendrick Lamar?



"Pantera Negra", o filme, estreia na semana que vem, no dia 15 de fevereiro. 
Seria 2018 o ano de Tinashe? Depois de ser deixada de lado por sua gravadora, o que a fez lançar o trabalho independente “Nightride”, a cantora parece ter voltado com o plano de divulgação de seu segundo disco oficial, a quase lenda urbana “Joyride”, e liberará nesta sexta (19) três novas faixas.

“No Drama”, “Faded Love” e “Me So Bad” trazem a participação de rappers de bastante sucesso no momento. A primeira terá Offset, do trio Migos, enquanto a segunda tem Future e a terceira uma dupla colaboração com Ty Dolla $ign e French Montana. Com esse tanto de rappers assim, já dá pra dizer que Tinashe vai voltar finalmente para o urban?

Ela também liberou algumas imagens de divulgação da nova era, onde aparece com um visual elegante e clean, ainda que bastante trabalhado em prata. Em seu Twitter, em meio a imagens e pequenos vídeos que revelam o conceito do “Joyride”, Tinashe também tem postado o que parecem ser pedaços de letras.


Esperamos que o tão falado/adiado/esperado “Joyride” faça justiça ao talento dela, e que dessa vez a Tinashe consiga o reconhecimento que merece. Menos “Flame” e mais “Company” que o hit vem!

Sabe aquela amiga que quer provar, a todo custo, que é muito legal e que aguenta tudo quanto é bebida? Essa é Taylor Swift no clipe de seu novo single, a parceria com Ed Sheeran e Future, "End Game", que foi lançado na madrugada desta sexta-feira (12).

Porém, a diferença entre Taylor e sua amiga descolada é que a primeira é bem rica e pode fazer esse tipo de coisa em Londres, Tóquio e Miami, tomando drinks caríssimos e usando looks mais caros ainda, enquanto a segunda cata aquela festa meia boca e que tem cerveja bem barata, porque o que importa é beber. 

E é esse o clipe de "End Game".



A sensação que a gente tem é que a Taylor Swift de "Look What You Made Me Do", que fez questão de anunciar sua morte e renascimento para o mundo todo, morreu pela segunda vez, só pra nascer de novo e fazer clipes básicos, que apesar de bem produzidos, em nada acrescentam ou engrandecem sua carreira. 

Taylor, nós entendemos que você é gente como a gente, mas você pode fazer melhor do que isso. 

Big reputation! Sem surpresas, o próximo single de Taylor Swift com seu sexto disco, "reputation", é a mega parceria com Ed Sheeran e Future, "End Game", que ganhará seu clipe nesta quinta-feira (10).  



A informação foi revelada pela própria Taylor no The Swift Life, a aplicativo que funciona como uma rede social para ela e seus fãs. Na postagem ela também contou que, antes do lançamento do clipe, um trailer será lançado no programa Good Morning America, na manhã da própria quinta. 



Além disso, ela revelou que postará algumas fotos do vídeo durante essa quarta-feira, privilegiando seus fãs com uma “primeira olhada” do clipe.

Durante as gravações de “End Game”, uma mulher, bem parecida com Katy Perry, foi vista nos bastidores. Enquanto alguns dizem que com certeza é ela, outros falam que é apenas uma dançarina parecida. Coincidência? Indireta? Fim dos “big enemies”? Amanhã saberemos.

Se algum dia você pensou que "Bum Bum Tam Tam", do Mc Fioti, não poderia ficar melhor, pensou errado. No remix do funk lançado hoje (15), com J Balvin, Future, Stefflon Don e o produtor Juan Magán, a música consegue chegar ao seu ápice e, como sempre, não deixa nossa bunda ficar parada.

Apesar de ser um remix internacional, tem muito português sim! O brasileiro aparece bastante e a estrutura original da faixa é mantida, com o refrão praticamente intacto. J Balvin chega mandando um espanhol, enquanto a britânica Stefflon Don e o americano Future cantam em inglês, fazendo uma grande mistura de idiomas que, acredite, não fica uma grande bagunça, e funciona muito bem.

É a flauta envolvente que mexe com a mente...



A bunda chega a tremer. 

Sem remix e de forma extremamente espontânea, "Bum Bum Tam Tam" se tornou o funk mais visualizado da história do YouTube, acumulando quase 500 milhões de visualizações em seu vídeo oficial. Smash hit faz assim!

Estamos prontos para a dominação mundial. 

Não é surpresa pra ninguém que, enquanto o próprio brasileiro recrimina o funk, artistas do mundo inteiro adoram o som e querem até aproveitar um pouquinho do sucesso do nosso ritmo musical. Agora, um dos maiores hits do gênero em 2017, "Bum Bum Tam Tam", do Mc Fioti, vai ficar internacional com o super remix com a participação de J Balvin, Future, Stefflon Don e Juan Magan, que sai nessa sexta-feira (15). 


A prévia divulgada segue o estilo do clipe do remix de "Mi Gente", e mostra muitas pessoas, entre elas os jogadores Neymar, Pogba e Drogba, além do DJ Snake, curtindo o som do brasileiro. Vemos também Shawn Mendes ouvindo a música pela primeira vez durante sua passagem pelo Brasil em setembro e, claro, gostando bastante do hit. 


Já sabemos qual música vamos colocar pra tocar na ceia de Natal da família.

Apesar da expectativa com relação a esse remix, "Bum Bum Tam Tam" também já ganhou uma versão bem interessante na voz de Jason Derulo



É legal falarmos também que, pra essa nova versão que sairá na sexta, teremos a participação de artistas de diversas partes do mundo: J Balvin vem da Colômbia, Future é dos Estados Unidos, Stefflon Don vem da Inglaterra e Juan Magan é da Espanha. Hit que vai selar a paz no mundo sim.

"Bum Bum Tam Tam" já acumula quase 500 milhões de visualizações em seu clipe oficial no YouTube, além de pouco mais de 70 milhões de streamings no Spotify. Não é pouca coisa não, viu?
Calvin Harris começou o ano com o discurso de que, a partir de então, lançaria apenas singles e não álbuns, prometendo 10 músicas novas nos próximos meses. Aí que o cara voltou atrás e, ainda que vá lançar uma boa quantidade de canções em 2017, elas não serão mais avulsas e vão sim fazer parte de um disco. 

O escocês anunciou hoje o álbum "Funk Wav Bounces Vol. 1" para o dia 30 de junho. O projeto deve seguir a linha "chill out" de seus últimos singles, a parceria com o Frank Ocean e o trio Migos em "Slide", e a mega colaboração com Ariana Grande, Pharrell Williams e Young Thug em "Heatstroke". Por isso, faz todo sentido ser lançado no início do verão norte-americano e europeu. 

Além dos já citados, o CD contará com a participação de muitos outros grandes nomes, como Katy Perry, Nicki Minaj, Future, Big Sean, John Legend, PARTYNEXTDOOR, Kehlani, D.R.A.M e Snoop Dogg, para citarmos alguns. Sedento!


Reparou no "Vol. 1" no título do material? Se tem uma primeira parte, isso significa que tem, pelo menos, uma segunda também. Quem sabe não veremos esse novo disco com mais um monte de parcerias ainda esse ano?

Como pudemos perceber, a canção com Rihanna (e Taylor Swift), "This Is What You Came For", não entrou na tracklist, provavelmente por não ter nenhuma similaridade com o tipo de som que o produtor anda fazendo agora. O mesmo deve acontecer com "My Way", outro single lançado no ano passado e que não se assemelha com a proposta atual do DJ.



Calvin Harris descreveu todas as músicas que lançará esse ano - e que agora, sabemos, estarão em um disco - como "sonoramente projetadas para fazer você se sentir incrível pra caralho". Se for assim, e se continuar mantendo a qualidade de seus últimos lançamentos, pode mandar, Calvin!
Ariana Grande não esperou nem o Oscar acabar pra lançar seu novo clipe. O vídeo de "Everyday", parceria com o rapper Future e quarto single do "Dangerous Woman", saiu na madrugada dessa segunda (27) e veio recheado de muita, muita, MUITA pegação! 

Na produção vemos alguns casais ficando de forma bem aleatória em ambientes comuns do dia à dia: tem gente se pegando na rua, na lavanderia, no trabalho e até no ônibus. Toda hora é hora e todo lugar é lugar. E, no meio disso tudo, enquanto muitos olham chocados para as pessoas se agarrando, Ariana faz aquela amiga que não tá beijando ninguém, mas comemora muito quando os amigos se dão bem. 

É importante destacar também a diversidade dos casais mostrados, que vão desde duas mulheres, passando por um par interracial e até dois velhinhos mandando ver! Amor (e pegação) é pra todo mundo mesmo! 



EVERYDAY, EVERYDAY, EVERYDAY! 
Rihanna pode não ter lançado o clipe de “Love On The Brain”, mas a barbadiana não parou desde o lançamento do seu último disco, “ANTI”, e nesta sexta-feira (24) aproveitou para dar as caras em “Selfish”, faixa presente no novo disco do rapper Future, “HNDRXX”.

Essa canção é a segunda parceria dos dois, que já haviam se unido em “Loveeeeeee Song”, do álbum “Unapologetic” (2012), mas estamos certos de que, desta vez, eles encontraram a fórmula correta, com uma sonoridade que se assemelha bastante ao último disco da cantora e, talvez por conta disso, nos prende do início ao fim.

“Selfish” é uma baladinha, toda levada pelo R&B, e tem como um dos seus pontos fortes os vocais de Rihanna, que estão verdadeiramente encantadores.

Tente não amar:


QUE HINO!

Além de Rihanna, o novo disco de Future também traz a participação de The Weeknd na canção “Comin’ Out Strong”. Ouça abaixo:

Ganhando cada vez mais importância frente às vendas e às execuções em rádios, os streamings são responsáveis por catapultar músicas de artistas muitas vezes pouco conhecidos e de fazer canções permanecerem bastante tempo no Top 10 (alô, "Closer"!). Quem está aproveitando a relevância dessa forma de consumir música é a Ariana Grande, que lançou uma campanha para liberar o lyric video de seu novo single, "Everyday", baseada na quantidade de vezes que você escutar a faixa. 

Liberada hoje, a estratégia é bem simples: quanto mais plays "Everyday" receber no Spotify ou quanto mais vezes a música for salva, maior a porcentagem de execuções e consequentemente mais perto de atingir a meta os fãs ficam. Quando a porcentagem chegar a 100%, Ariana prometeu liberar o lyric video que pode, quem sabe, revelar um pouquinho do que vem por aí no novo clipe. 

A gente gostou da ideia, mas bem que poderia liberar o vídeo de uma vez, né? A gente nunca te pediu nada, Ariana. 

Quer ajudar? É só clicar aqui



A campanha chega em um bom momento. Ontem (30), a Billboard revelou que os valores dos streamings aumentaram enquanto os das vendas diminuíram na contagem da Hot 100, sem revelar exatamente de quanto foi o crescimento do primeiro e a queda do segundo. Como resultado, veremos "Bad Things", do Machine Gun Kelly com a Camila Cabello chegar à um peak de #4 enquanto "Scars To Your Beautiful", da Alessia Cara, entrar pela primeira vez no Top 10, entre outras canções que tem muita força nessas plataformas. 





Ariana Grande está vivendo um ótimo momento na sua carreira. Seu mais recente álbum, "Dangerous Woman", apareceu em várias listas importantes de melhores do ano e sua atual música de trabalho, a parceria com a Nicki Minaj em "Side To Side", se tornou o hit que essa era precisava (#JusticeForIntoYou). 

Depois disso, Ariana poderia encerrar essa fase e focar de vez em seu quarto álbum, que já está quase pronto, mas parece que não é isso que vai acontecer, porque vem single novo por aí e deve ser a canção "Everyday", parceria com o rapper Future. 

A música já teria sido enviada às rádios norte-americanas e inclusive já estaria sendo tocada por algumas. E como não é de hoje que ouvimos rumores de que "Everyday" se tornaria single, faz mais do que sentido que isso aconteça agora. 


Embora esteja dividindo opiniões entre os fãs, a música é, pra gente, uma das melhores apostas entre as faixas restantes do "Dangerous Woman" para bombar. Se o mundo fosse perfeito, a americana lançaria "Touch It" como single, e se as rádios estivessem preparadas para o impacto, de repente teríamos "Greedy", mas, como a gente bem sabe, não existe justiça na música pop e, no final, estamos felizes que uma das melhores canções do disco vai finalmente ver a luz do sol. 

Lembrando que Ariana Grande está indicada à dois Grammys: um por "Melhor Performance Pop Solo", pela canção "Dangerous Woman", e outro por "Melhor Álbum Pop Vocal", pelo CD de mesmo nome. É o segundo ano seguido em que ela recebe indicações à premiação. Perigosamente talentosa, hein?
O ano foi do caralho para a música e, em seus meses finais, conseguiu nos deixar no chão, quase que literalmente. Muito disso, nós devemos agora ao The Weeknd, que lançou nessa sexta-feira (25) o seu novo disco, “Starboy”.

Desde a parceria com Daft Punk, lançada como primeiro single do CD, já esperávamos que o canadense fizesse desse um grande “álbum da porra” e, com ele lançado, nossas suspeitas estavam certas: “Starboy” é inevitavelmente radiofônico, mas carrega um perfeccionismo extremamente perceptível em cada uma das faixas, que nos contam uma história, sob uma sonoridade que passeia do R&B ao pop, introduzida e concluída pelos synths da dupla francesa de música eletrônica.


Fora os hitmakers de “Instant Crush”, o novo disco de The Weeknd também traz aparições de Kendrick Lamar, Future e Lana Del Rey, sendo essa última a voz da versão feminina da nova persona do cantor, aqui chamada por Stargirl.

Numa primeira audição, as inéditas que mais chamaram nossa atenção foram as dançantes “Secrets” e “Rockin’”, que remetem e muito aos trabalhos de Michael Jackson, além da curta e matadora colaboração com Lana Del Rey e a baladinha “True Colors”, que relembra e muito os primeiros trabalhos do cantor, antes de todo o sucesso.

A disputa pelo título de disco do ano está acirrada. Ouça “Starboy”:



Seleção de sete novidades musicais que não apareceram no blog ao longo da semana, mas que valem sua atenção. Para conferir as edições anteriores do It's New, clique aqui!

Seleção de sete novidades musicais que não apareceram no blog ao longo da semana mas que valem a sua atenção. Para conferir as edições anteriores do It's New, clique aqui e seja feliz.

Que Beyoncé influenciou todo mundo lançando seu visual album em dezembro, todos já sabem. Agora, ninguém esperava que a onda feminista que a cantora trouxe ia chegar até nos rappers! Future, conhecido por suas parcerias com Rihanna e Miley Cyrus, além de ser marido da Ciara, anunciou uma parceria com Kanye West na faixa "I Won" que estará presente no seu próximo disco e disse que está vindo um hino feminista por aí.
"Será uma música de empoderamento feminino. Eu quero que as mulheres se sintam grandes e importantes, a minha mulher, a mulher dele (Kanye) e todas as mulheres do mundo. Elas precisam saber o quanto significam pra gente." disse o rapper.
Future e Kanye têm mesmo que agradecer as mulheres de suas vidas. O primeiro vai casar com a cantora Ciara (que já está até grávida) até o fim do ano e Kanye, como todos já sabem, é o eleito de Kim Kardashian que, no ano passado, deu a luz à nossa amada North West.


Há cerca de seis dias, o rapper e noivo da Ciara, Future, lançou um remix de "Drunk In Love", do casal mais venerado do mundo pop atualmente. A gente surtou, gritou, chorou e quase desistimos de ouvir música pro resto da vida. Nada contra remixes, jamais, quando é bem feito é mais que bem-vindo (beijo, Minaj e vários outros rappers!). No entanto, quando o trabalho não é legal, é inevitável aquela sensação de FAZ FAVÔ E NÃO ESTRAGA A MÚSICA ALHEIA, NINGUÉM TE CHAMOU.

Diante do sucesso de algumas canções, muitos tentam se destacar nesse esquema de remix, então resolvemos dar uma pesquisada no YouTube e ver quem tá se saindo bem e quem tá estragando "Drunk In Love" (na base do "gostamos" ou "não gostamos", portanto fiquem mais que a vontade para discordar).

1) Lizzy Trap Remix

Não é péssimo e muito menos é mal feito. O instrumental agrada e atinge o objetivo do Trap, mas o desafio é ouvir os vocais mais de uma vez.

2) Rico Love feat. Plies

Não ARR%MBARAM, mas Plies mostra um rap de qualidade. Agora, prfvr, stop the Rico Love start the music.


3) Young Markk Remix

Tá certo, ficou um pouco cansativa a versão, mesmo sendo curta. Apesar dos pesares, é notável o talento do rapper Young Markk, além dele ter nos conquistado com sua música "Black Man Joins the KKK", que aparece no final de seu vídeo pra "Drunk In Love".


4) Alexis Jordan

Sim, ela fez isso no mais literal sentido do termo "ao vivo". Debut álbum, CADÊ?


5) Simone Cassano

Simone Cassano quer casar comigo? Ele desafinou em diversos momentos, mas dá pra deixar pra lá já que ele tava gravando numa webcam, em casa e lendo a letra, certo?


6) Leena  

Sim, isso saindo do seu ouvido é sangue.



 7) Angel Haze

Angel, adoramos você aqui na redação, assim como gostamos do seu cover. MAS PRFVR QUAL O NOME DA SUA BACKING VOCAL?



O número de remixes, ou covers, como preferir, é enorme e definitivamente para todos os gostos, portanto não se limitem a nossa lista, caso tenham ficado curiosos. Pra você que não ouviu, segue abaixo o remix do Future pra você ouvir, chorar, desistir da vida e ter pesadelos.


Se você ainda esperava que Ciara promovesse mais alguns singles do seu último e homônimo disco, pode começar a descartar a ideia. Acontece que você não pode dormir sem saber que a cantora, de 28 anos, confirmou no começo desta semana estar grávida do seu primeiro filho, fruto de sua relação com o cantor, rapper, produtor e dono da voz mais chata presente em discos como "Unapologetic" da Rihanna e "Bangerz" da Miley Cyrus, o Future.

Aparentemente, a gravidez já não está lá numa fase tão inicial, visto que os rumores sobre as mesmas circulam pelas páginas gringas há um tempo, fazendo, inclusive, com que a apresentadora Barbara Walters, do programa The View, questionasse Cici sobre o assunto, que optou por apenas mostrar a barriga e dizer que estava bem animada para esse ano.

Para ficarmos felizes com toda essa história da gravidez e o novo bebê que nasce no meio musical, vamos tentar não imaginar os ruídos que Future fez durante a relação que começou todo esse ciclo. Por nada.


Miley Cyrus calou a boca de muita gente depois que, mais uma vez, roubou a cena numa premiação da MTV, mas desta vez fez isso mostrando o que sabe de melhor: cantar. Sua performance para o single "Wrecking Ball" foi uma das melhores da noite no MTV EMA e agora ela reforça o quanto é talentosa no lado de lá do oceano passando pelos estúdios Radio 1 da BBC pra cantar uma música de ninguém menos que a Lana Del Rey.

"Summertime Sadness", do disco de estreia da nova-iorquina, foi a canção escolhida pela Molly do Twerk e, PQP, que cover é esse, gente? Pra quem não lembra, "SS" já tinha estreado o nome da Lana nas paradas, por conta de um remix do Cedric Gervais, e agora torna a cantora ainda mais ~mnstrm~. Olhem só e digam se a Miley, quando quer, não sabe usar sua língua da forma correta:



É muito amor pra pouco It Pop. Arr%mbou! Hahahaha! Agora nada mais justo que a Lana retribuir cantando "Wrecking Ball" ou caindo no twerk com toda a simpatia que mostrou pelo Brasil ao som de "We Can't Stop", né? Seria no mínimo inusitadamente lindo.

Aproveitando que a pauta é a Miley, já assistiram o clipe de "Real and True"? Essa é a parceria da cantora com o Future, que também canta em "My Darlin'" do cd "Bangerz", e ganhou um clipe todo inspirado no filme "Prometheus" com, consequentemente, alguns takes que acabam nos remetendo à "E.T." da Katy Perry com o Kanye West. Superprodução, sem dúvidas, a gente só queria aprender a gostar desse cantor. Confiram:


Como suspeitávamos: estratégia para impulsionar vendas. Também como suspeitávamos: não funcionou. O pedido de casamento que o DJ Khaled fez à Nicki Minaj não passava de uma jogada de marketing para promover a música hoje lançada, "I Wanna Be With You", que além de contar com a primeira dama da Cash Money Records também tem participações do Future e Rick Ross.

Depois de Khaled fazer sua proposta com um anel de meio milhão de dólares da Rafaello  & Co., o que poderia ter sido uma boa brincadeira com os fãs dele (se é que existem), o DJ e rapper reafirmou em entrevista que o pedido era verdadeiro e esse foi o (ou um dos) erros. Na noite de ontem foi liberada uma entrevista com a barbie da Young Money e ela não se preocupou em ficar fazendo tanto buzz sobre o assunto, falando logo que Khaled é seu "brother, e ele não falava sério sobre esse bendito pedido. Por favor deixem isso pra lá. Ele estava brincando". Yo.

A música não é nada relevante de mais, nem mesmo os versos da Minaj, mas caso você goste ou seja um dos raros fãs do DJ, vale lembrar que esse é o segundo single do 7º álbum de estúdio do Khaled, Suffering From Succes, que sairá dia 24 de setembro.