Mostrando postagens com marcador Benny Blanco. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Benny Blanco. Mostrar todas as postagens
Selena Gomez é oficialmente a rainha das mega parcerias. Depois de “Taki Taki”,com DJ Snake, Ozuna e Cardi B, ela se uniu aos produtores benny blanco e Tainy e ao colombiano J Balvin em “I Can’t Get Enough”, lançada nessa quinta-feira (28). 

Como a participação de Balvin já indicava, a música aposta em uma sonoridade latina, mas, neste caso, bem suave, lembrando bastante a parceria do cantor com Anitta em "Dowtown" e combinando perfeitamente com o tom mais baixo e cheio de sussurros de Selena. 



Curtiu o resultado final?

Mas essa não é a única novidade que temos de Selena! A artista foi flagrada saindo de um estúdio de gravação na terça-feira e na quarta, sendo que neste último dia passou nada menos do que oito horas por lá. Já dá pra ter esperanças de que, depois de vários singles avulsos, vem aí o sucessor do "Revival", de 2015?

Selena Gomez está voltando aos poucos para a música. Depois da mega colaboração “Taki Taki”, com DJ Snake, Cardi B e Ozuna, e o dueto com sua amiga Julia Michaels em “Anxiety”, a artista tem mais uma parceria vindo aí - e com nomes igualmente fortes.



A hitmaker de “Bad Liar” estará com J Balvin, e os produtores benny blanco e Tainy, responsáveis por “Eastside” e “I Like It”, respectivamente, na faixa “I Can’t Get Enough”, com lançamento marcado para dia 28 de fevereiro.

Se liga nesse trechinho com um pouco dos vocais da Selena:


Balvin contou à Billboard que o convite para participar de “I Can’t Get Enough” partiu de Selena, que cantará em inglês na faixa. O colombiano disse também que acredita que “essa música será um hit mundial”. Considerando as últimas canções lançadas pelos nomes envolvidos na colaboração, não duvidamos nada disso.


E se você chegou até aqui na esperança de descobrir algumas novas informações sobre o próximo disco da Selena, infelizmente não temos nada a dizer além de que, segundo a Polydor Records, chega esse ano. Pelo menos estão rolando parcerias e hits, né?
Camila Cabello já estreou oficialmente sua carreira solo, liberando sua primeira música de trabalho "Crying In The Club", o buzz single "I Have Questions" e performando as duas no palco do Billboard Music Awards. Agora é hora de divulgar e, em uma recente entrevista, a cantora acabou falando um pouco sobre o que podemos esperar dela e, claro, sobre as parcerias que veremos em seu disco, confirmando colaboração com Charli XCX, Ed Sheeran, Pharrell Wialliams e Ryan Tedder.


A cubana é cheia de contatos e disso nós sempre soubemos, por isso não é surpresa pra ningúem ver que ela reuniu um time de peso para seu álbum de estreia. Com Charli XCX, Camila revelou ter escrito "Scar Tissue" e rasgou elogios a rainha da PC Music: "Ela é incrível! Ela tem as melhores melodias que eu já escutei". A ex-Fifth Harmony contou também que a parceria funcionou tanto que ela pretende trabalhar mais vezes com a Charli. Queremos!

Já Ed Sheeran escreveu uma música chamada "The Boy" para Cabello que, quando a recebeu, fez algumas adaptações e ficou com composição. Considerando o talento do cara para escrever hits (algo que ninguém pode negar), será que teremos uma "Love Yourself" versão feminina?

Com Pharrell, a cantora entrou em estúdio algumas vezes, postando até fotos no Instagram, e chamou a experiência de "insana". Ele produziu "Havana", uma faixa que deve ser cantada em espanhol, pra ela. O produtor Ryan Tedder, que revelou ter trabalhado com ela na produção de canções com um ar latino, estará presente em duas canções do CD. Além desses dois, a ex-5H trabalhou com Benny Blanco e Cashmere Cat em "Crying In The Club", o que significa que poderemos ver mais canções produzidas pelos dois em seu primeiro álbum.

Depois disso tudo fica a principal pergunta: quando ouviremos tudo isso? De acordo com Camila Cabello, vai demorar um pouco. Prepare-se para esperar até setembro pelo #CC1. Pelo menos, ao que tudo indica, a espera valerá a pena.

Exatos 5 meses depois de deixar o Fifth Harmony, é hora de sabermos a que veio Camila Cabello e o que podemos esperar de sua carreira solo. Rodeada de mistério, conceito e dos melhores produtores e compositores, o primeiro álbum da cantora ganhou hoje (19) o seu lead single, "Crying In The Club", que mostra que a garota fez a lição de casa muito bem. 

Escrita em parceria com Sia, Bibi Bourelly, nome por trás de "Bitch Better Have My Money", da Rihanna, e Benny Blanco, que também é o produtor da canção, "Crying In The Club" pega carona no tropical house que continua em alta, nos remetendo imediatamente à canções da própria Sia, como "Cheap Thrills" e "The Greatest" e, consequentemente, à "Shape Of You", do Ed Sheeran. Ainda nessa mistura de referências, conseguimos perceber também a utilização do icônico "Aaaaah" de "Genie In A Bottle", da Christina Aguilera. Um clássico é um clássico!

Cabello aproveitou o lançamento da canção para liberar o videoclipe. Todo dramático, a produção começa em preto e branco com um pedacinho da música "I Have Questions", que é bem mais sombria do que seu lead single. Então, a batida vem e a encontramos dançando muito na buatchy para afastar as lágrimas, como a faixa fala para se fazer.



Não sabemos vocês, mas nós sentimos cheiro de smash hit.

De primeira pode parecer que Camila esteja soando como a hitmaker de "Chandelier", mas nos parece que a inspiração vocal dela foi, na verdade, a Bibi, já que o tom de voz da compositora é uma mistura perfeita entre o da cubana e o da australiana. E pra quem dizia que a voz da ex-5H poderia não funcionar em um single solo, parece que o jogo virou, não é mesmo?

O primeiro álbum solo de Camila, "The Hurting The Healing The Loving", deve estar entre nós no segundo semestre. 
Halsey está de volta! Nos últimos dias a cantora tem aproveitado para liberar uma série de novidades sobre seu novo álbum, revelando a capa, confirmando que se chama "hopeless fountain kingdom" e que chega no dia 2 de junho, mas agora finalmente podemos escutar o primeiro single desse disco, "Now Or Never", que foi liberado hoje (04) e que nos dá uma boa noção do que vem por aí.
Produzida por Cashmere Cat, Benny Blanco e Happy Perez, a faixa lembra bastante "Needed Me", da Rihanna, e é um trip-hop delicioso, do jeito que a MC Halsinha já mostrou que sabe fazer. Considerando o efeito "Closer" na carreia da americana e o fato de que a própria música da RiRi foi um dos maiores hits do "ANTI", talvez as rádios tenham um espaço para "Now Or Never" e esse seja o primeiro passo solo dela em direção ao mainstream.

Já o clipe, também lançado hoje, se inspira na história de "Romeu e Julieta", que Halsey já afirmou ter servido como base para o conceito desse segundo disco, e mostra a cantora e o seu boy lutando contra tudo e contra todos para ficarem juntos.



Vocês queriam ver os videoclipes sendo valorizados novamente? Então toma 6 minutos de "Now Or Never" e se prepara que vai ter continuação com mais conceitinho SIM!

Além dos produtores já citados, ela também entrou em estúdio com o Greg Kurstin (Adele, Sia e Kelly Clarkson) e o Ricky Reed (twenty one pilots) e afirmou que o "hopeless fountain kindgom" será bem mais radiofônico, mas ainda terá como base o pop alternativo do "Badlands". 

Chega de "Closer" e bem-vinda de volta, Halsey!
Não é que o primeiro passo da Camila Cabello longe do Fifth Harmony foi bem interessante? Ao lado dos produtores Benny Blanco e Cashmere Cat, a hitmaker de “Scared Of Happy” topou fazer parte do projeto que resultou na canção “Power In Me”, feita em parceria com a organização OMG Everywhere, que incentiva jovens a fazerem arte gratuitamente, desenvolvendo sua criatividade na música, cinema, entre outras coisas.

Nessa parceria, a proposta foi bem inusitada: Camila, Benny e Cashmere se juntaram com vários jovens, com a missão de criar “Power In Me”, mas com um detalhe, a música teria de ser feita sem instrumentos musicais de verdade.

Já dá até pra imaginar alguns batuques na madeira e outros barulhos que tendem a serem feitos quando não se dá pra fazer música habitualmente, né? Mas calma que eles deram um jeito e, sendo Benny Blanco e Cashmere Cat hitmakers natos, a música REALMENTE soou bem mais interessante do que imaginávamos, soando como um alt-R&B ao estilo do que já escutamos por aí sendo feito com instrumentos de verdade. São poderosos, mesmo.

“Power In Me” foi lançada com seu videoclipe e, além de assisti-lo, você também pode ajudar a OMG Everywhere a atingir sua meta, fazendo doações por seu site oficial.


Muito que bem, Camila.
A ansiedade pelo segundo álbum de estúdio da Ke$ha continua a mesma e a cantora também continua na mesma, em estúdio. Para seu novo álbum, Ke$ha prometeu revolucionar o pop, Ke$ha prometeu ressuscitar o rock e agora, Ke$ha anunciou um novo gênero musical, que a mesma chama por "Cock Pop", que em tradução livre seria algo tipo "pop-pênis" (?????!!???).

A cantora anunciou seu novo gênero pelo Twitter, revelando que estava trabalhando com Dr. Luke e Benny Blanco, produtores que produziram alguns dos grandes hits de Ke$hita, como a conhecida "Tik Tok". O novo álbum de Ke$ha, sucessor de "Animal", segue sem uma previsão para lançamento definida, mas segundo Luke, seu lead-single deveria ser lançado ainda em março.

UPDATE: Um de nossos leitores tem um outro significado para o "Cock Pop" de Ke$ha e fez mais sentido pra mim: