Mostrando postagens com marcador 30 seconds to mars. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador 30 seconds to mars. Mostrar todas as postagens
Famosos que se conhecem, a banda Thirty Seconds to Mars lançou nesta sexta (30) um remix da faixa “Rescue Me”, presente em seu disco mais recente, com a participação de ninguém menos que o rapper brasileiro Projota, que chegou a aparecer de surpresa no show dos caras em São Paulo.

Não é de hoje que Jared Leto e sua trupe parecem chegados no som de Projota: em 2017, o brasileiro participou do show da banda no Rock in Rio, interpretando uma versão inédita de “Walk On Water”, também deles.

Com “Rescue Me”, a parceria foi além, visto que, após apresentarem a versão ao vivo, a música chegou às plataformas de streaming, devendo resultar numa projeção significativa para o brasileiro, que também tem em seu histórico uma colaboração com o J Balvin, no remix de “Tranquila”.

Ouça a parceria do rapper com Thirty Seconds to Mars:


Será que o Projota será a nossa Anitta do rap e sairá emplacando outras parcerias internacionais? A gente já tá aqui, desejando todo foco, força e fé para o brasileiro.
Bom dia, Brasil! Boa tarde, Itália!

O Thirty Seconds to Mars lançou recentemente seu disco novo, “America”, e apaixonados pelo Brasil como são, os caras já começaram com os mimos para os brasileiros, que encontrarão pôsteres do disco espalhados por São Paulo e poderão ser notados por ninguém menos que o vocalista da banda, Jared Leto.

Não entendeu? A gente explica!

Em seu Twitter, Jared anunciou que a divulgação do “America” será pesadíssima aqui em SP e convidou os fãs pra darem aquela força, em troca da sua atenção. Daí, se você encontrar um dos pôsteres, é só postar uma foto nas suas redes sociais com a hashtag #AMERICAeBRASIL, que ele vai ficar de olho e escolher algumas pra postar no seu próprio perfil.

Parece uma troca boa, né? Pra não ficar na dúvida, os pôsteres são como esses aqui:


Inicialmente promovido pelo single “Walk On Water”, “America” é o quinto disco do TSTM e está disponível no Spotify, contando com a participação de nomes como Halsey, na faixa “Love Is Madness”, e A$AP Rocky em “One Track Mind”. 

Todo dia algum festival americano anuncia um line-up daqueles que faz a gente morrer de inveja e pensar "por que isso não rola aqui no Brasil?". O festival de hoje é o iHeart Radio, que convocou um time de peso para a edição de 2017, marcada para os dias 22 e 23 de setembro, em Las Vegas. 

Só pra começar, teremos Lorde e Coldplay, ambos apresentando faixas de seus materiais recém lançados, "Melodrama" e o EP "Kaleidoscope", respectivamente. Quem também lançou disco há pouco tempo e vai aproveitar para divulgá-lo no evento - e, quem sabe, chamar até umas parcerias ao palco - é o DJ Khaled. Nomes muito diferentes para todos os tipos de público. 



Cumprindo a cota "surpresa mais do que bem-vinda"P!nk está confirmada no line-up. Ela disse ainda essa semana em seu Twitter que já está gravando um novo clipe, e um evento como esse em setembro só pode indicar uma coisa: música nova.

As estrelas teen não ficaram de fora desse line-up e Miley Cyrus, Niall Horan e Harry Styles vão marcar presença. Com exceção do último, que lançou em maio seu primeiro álbum solo, Miley e Niall ainda precisam lançar seus discos. A ex-Disney revelou em algumas entrevistas que seu novo álbum deve chegar em outubro, ao passo que o ex-1D estará fazendo uma turnê de divulgação com passagem pelo Brasil para, ao que tudo indica, cantar em primeira mão as músicas de seu CD, que também está previsto para o mês seguinte ao festival. Shows em setembro, prestes ao lançamento dos álbuns, não cairiam nada mal, né?



Como atração convidada, o iHeart Radio Festival chamou a cantora Kesha, que até lá já terá lançado seu terceiro disco, "Rainbow". Por isso, podemos esperar um show cheio de hits antigos, hinos novos e muita animação com a sua volta definitiva aos palcos. 

Fechando a lista de artistas que se apresentarão no festival, temos The Weeknd, 30 Seconds To Mars, Big Sean, Kings Of Leon, David Guetta, Thomas Rhett e Chris Stepleton. É ou não é um line-upzão da porra? Please, come to Brazil!


VAI TER COPA SIM, mas além dos jogadores de várias partes do mundo, além dos torcedores de seus respectivos países, o Brasil também será o destino para diversas bandas e artistas que, aproveitanto o hype da copa (ou não), aceitaram os milhares de "COME TO BRAZIL" publicados em suas redes-sociais.

De cantoras pop com suas línguas à boybands, passando ainda por bandas de rock com vocalistas vencedores de Oscar, esse ano o Brasil será palco de shows para todos os gostos e, organizando melhor o que está por vir, preparamos uma pequena agenda com alguns shows que, para nós, serão imperdíveis. Olha só:

The Maine




Descoberta por nós na mesma época em que, por aqui, tínhamos a febre de bandas como Cine e Restart, a banda The Maine vem ao Brasil promovendo seu mais recente EP, "Imaginary Numbers", com a turnê "8123". Com abertura do Nick Santino, da banda A Rocket To The Moon, a passagem da banda contará com um show no Rio de Janeiro (02/05 no Circo Voador) e outro em São Paulo (dia 04 de maio, no Carioca Club). 

Sleigh Bells




Na sua primeira passagem pelo Brasil, o duo nova-iorquino Sleigh Bells vem como atração do The Order of Never Hide, promovido em São Paulo pela marca Ray Ban. Atualmente trabalhando em seu terceiro álbum, "Bitter Rivals", lançado no ano passado, a dupla confirmou essa apresentação única (e gratuita!) no dia 7 de maio, no Audio Club. 

One Direction




Dá pra ouvir a gritaria? Acampando na frente do Morumbi desde o lançamento do clipe de "What Makes You Beautiful", láaa em 2011, as Directioners mal podem aguardar pela chegada da boyband One Direction, que se apresenta neste mês com a Where We Are Tour. Promovendo seu terceiro álbum, "Midnight Memories", o quinteto britânico se apresentará no dia 8 de maio no Rio de Janeiro (Parque dos Atletas), partindo para duas apresentações em São Paulo nos dias 10 e 11 (ambas no Estádio do Morumbi). 

Fall Out Boy




De volta após um hiato que mais parecia ser o fim da banda, Fall Out Boy vem ao Brasil para salvar o rock com seu último disco, "Save Rock and Roll", e uma amostra da Save Rock and Roll Tour. Sucedendo suas turnês com Panic! At The Disco e Paramore nos EUA, a passagem da banda pelo Brasil acontece em São Paulo, numa apresentação única no dia 21 de maio, lá no Citibank Hall. Em nome de "The Phoenix", chega a ser uma blasfêmia pensar em não ir. 

Sky Ferreira




Um pouco mais tarde, quem desembarca no Brasil é a cantora Sky Ferreira com o seu tão aguardado álbum de estreia, "Night Time, My Time", lançado no fim do ano passado. Negando as especulações quanto a vir aos solos tupiniquins como atração de abertura da turnê da Miley Cyrus, Ferreira será a artista principal do Club NME Brasil, que acontece no dia 11 de junho no Cine Jóia, também em São Paulo. Em anos anteriores, o mesmo evento também trouxe ao país o vocalista da banda Interpol e a banda The Vaccines. 

30 Seconds to Mars




Eles passaram por aqui em 2013, como atração do Rock in Rio, mas voltarão para um bis. Fazendo o repertório com o disco "Love Lust Faith + Dreams", a banda do ganhador de Oscar, Jared Leto, 30 Seconds to Mars, se apresenta no Brasil em outubro desse ano, passando por São Paulo (16 de outubro no Espaço das Américas), Rio de Janeiro (18 na Fundação Progresso) e Brasília (21 no Net Live). Os shows aconteceriam em maio, mas foram adiados por problemas de saúde. Todos os ingressos estão esgotados. 

BÔNUS! BÔNUS! FICA, VAI TER MILEY!




Nós visamos falar apenas sobre os shows confirmados, mas é esperado que Miley Cyrus também passe por aqui com a sua Bangerz Tour. De acordo com a revista Billboard, a cantora de "Wrecking Ball" visa trazer a turnê e sua língua para a América Latina em setembro desse ano e, obviamente, não tem como nos deixar de fora. Sobre isso, a gente conta mais detalhes assim que eles surgirem. 

EN-FIM, coisas boas para conferir não faltam, hein? Aliás, é válido ressaltar que, até o momento desse post, já contamos também com shows de nomes como Ellie Goulding, Lorde, Imagine Dragons, Muse, Nine Inch Nails e vários outros, que vieram como atração do Lollapalooza, além das cantoras Demi Lovato e Avril Lavigne.


Já prometido há um bom tempo, hoje finalmente saiu o videoclipe para "City of Angels", novo single do "Love Lust Faith + Dreams", quarto álbum do 30 Seconds to Mars. E vem com toda aquela atmosfera épica e cinematográfica que Bartholomew Cubbins (alter-ego do Jared Leto - e muito bom, por sinal) adora e nos acostumou em sua direção.

Homenageando a vida, obra e arte da cidade de Los Angeles, presenciamos desde celebridades, casos de Kanye West, Selena Gomez, Lindsay Lohan, Juliette Lewis, entre outros  falando muito bem dela, passando por imagens de arquivo infantil da banda (que também é de L.A.), várias tomadas aéreas lindas, homenagem à sua cinematografia, além da belíssima parte da banda tocando ao pôr do sol. Confiram, porque tá bem ao estilão deles mesmo, ou seja, lindo:


Na metade de maio, a banda 30 Seconds to Mars, do ator/compositor/diretor/cantor Jared Leto, lançou seu quarto álbum em estúdio intitulado "Love Lust Faith + Dreams", que gerou uma tremenda polêmica quando sua review saiu aqui no blog. Agora, eles estão de volta com um novo videoclipe, dessa vez para a faixa "Do or Die", que sucede "Up in the Air" como single.

Apesar de pesada na experimentação eletrônica, a canção, que é um meio-termo entre o lado mais rock e pop do 30 Seconds to Mars, é uma das melhores de todo álbum. Confessamos que nos surpreendemos por sua escolha como single, mas que lindo será assistir sua performance ao vivo e seu coro matador no Rock in Rio no dia 14 de setembro.

O videoclipe para o single, ganhou vida nesta segunda e gerou uma certa polêmica antes mesmo de estrear, por conta de várias críticas que a banda sofreu, por pedirem em seu site oficial, que os fãs tatuassem a letra da música, além de uma série de outras exigências para que fossem incluídos tanto no lyric video, quanto no videoclipe oficial. Como muitos não concordaram com a ideia, eles fugiram dessa proposta, o que ficou bem melhor.

Apostando de novo no emocional das pessoas, no vídeo, dirigido pelo pseudônimo de Jared Leto, Bartholomew Cubbins e com mais de 7 minutos, temos cenas intercaladas da atual turnê do grupo, vídeos de bastidores e depoimentos de pessoas que passaram por várias situações difíceis em suas vidas e como a música os ajudou a se livrar desse momento e encarar seus sonhos e desejos com mais vontade. Basicamente, seria como se estivéssemos assistindo a uma continuação de "Closer to the Edge", que conta com a mesma e bem executada ideia.


No dia 14 de setembro, a banda se apresenta aqui no Brasil, onde é uma das atrações da nova edição do Rock in Rio, no mesmo dia que Florence + the Machine, Muse e Capital Inicial.

E saiu hoje a lista com os indicados ao Video Music Awards 2013, a premiação mais famosa da MTV. A competição foi a primeira na história a anunciar os indicados por meio de plataformas sociais de vídeo, utilizando as redes Instagram e Vine. Após registrar a menor audiência do show na última edição (2012), a emissora prometeu algumas mudanças para elevar a audiência do VMA neste ano. Podemos esperar alguma grande surpresa?

Os destaques da edição de 2013 são Justin Timberklake e Macklemore & Ryan Lewis, com seis indicações cada, seguidos por Bruno Mars com quatro, e Miley Cyrus, Pink, Robin Thicke e 30 Seconds to Mars, todos indicados em três categorias. E na lista também tem Jennifer Lopez, Rihanna, Taylor Swift, Pitbull, Christina Aguilera, Imagine Dragons, Yeah Yeah Yeahs, Demi Lovato, Iggy Azalea, Capital Cities, Lana Del Rey, Kelly Clarkson, Fall Out Boy e muito mais! No principal prêmio do evento, "Vídeo do Ano", temos apenas uma representante feminina, pode isso produção? Confira a lista completa abaixo e conta pra gente quais são seus preferidos (nossas apostas estão destacadas em negrito, lembrando que nem sempre são os nossos favoritos).

Vídeo do Ano:
» Justin Timberlake, "Mirrors"
» Macklemore & Ryan Lewis feat. Wanz, "Thrift Shop"
» Bruno Mars, "Locked Out of Heaven"
» Robin Thicke feat. T.I. and Pharrell, "Blurred Lines"
» Taylor Swift, "I Knew You Were Trouble"

Melhor Vídeo Masculino:
» Justin Timberlake, "Mirrors"
» Robin Thicke feat. T.I. and Pharrell, "Blurred Lines"
» Bruno Mars, "Locked Out of Heaven"
» Ed Sheeran, "Lego House"
» Kendrick Lamar, "Swimming Pools"

Melhor Vídeo Feminino:
» Rihanna feat. Mikky Ekko, "Stay"
» Taylor Swift, "I Knew You Were Trouble"
» Miley Cyrus, "We Can't Stop"
» Pink feat. Nate Ruess, "Just Give Me A Reason"
» Demi Lovato, "Heart Attack"

Melhor Vídeo de Hip Hop:
» Macklemore & Ryan Lewis feat. Ray Dalton, "Can't Hold Us"
» Drake, "Started From The Bottom"
» Kendrick Lamar, "Swimming Pools"
» A$AP Rocky feat. Drake, 2 Chainz and Kendrick Lamar, "F--kin' Problems"
» J. Cole feat. Miguel, "Power Trip"

Melhor Vídeo Pop:
» Bruno Mars, "Locked Out of Heaven"
» Justin Timberlake, "Mirrors"
» Fun., "Carry On"
» Miley Cyrus, "We Can't Stop"
» Selena Gomez, "Come and Get It"

Melhor Vídeo de Rock:
» Imagine Dragons, "Radioactive"
» Fall Out Boy, "My Songs Know What You Did in the Dark (Light Em Up)"
» Mumford & Sons, "I Will Wait"
» Thirty Seconds To Mars, "Up in the Air"
» Vampire Weekend, "Diane Young"

Artistas Para Conhecer:
» Twenty One Pilots, "Holding On To You"
» Zedd feat. Foxes, "Clarity"
» Austin Mahone, "What About Love"
» The Weeknd, "Wicked Games"
» Iggy Azalea, "Work"

Melhor Colaboração:
» Justin Timberlake, feat. Jay-Z, "Suit & Tie"
» Pitbull feat. Christina Aguilera, "Feel This Moment"
» Calvin Harris feat. Ellie Goulding, "I Need Your Love"
» Robin Thicke feat. T.I. and Pharrell, "Blurred Lines"
» Pink feat. Nate Ruess, "Just Give Me A Reason" 

Melhor vídeo com uma mensagem:
» Kelly Clarkson, "People Like Us"
» Macklemore & Ryan Lewis, "Same Love"
» Snoop Lion, "No Guns Allowed"
» Miguel, "Candles in the Sun"
» Beyoncé, "I Was Here"

Melhor Direção de Arte:
» Capital Cities, "Safe and Sound"
» Thirty Seconds To Mars, "Up in the Air"
» Janelle Monae feat. Erykah Badu, "Q.U.E.E.N"
» Lana Del Rey, "National Anthem"
» Alt-J, "Tesselate"

Melhor Coreografia:
» Chris Brown, "Fine China"
» Ciara, "Body Party"
» Jennifer Lopez feat. Pitbull, "Live It Up"
» will.i.am feat. Justin Bieber, "#thatPOWER"
» Bruno Mars, "Treasure"

Melhor Fotografia:
» Thirty Seconds To Mars, "Up in the Air"
» Lana Del Rey, "Ride"
» Yeah Yeah Yeahs, "Sacrilege"
» Macklemore & Ryan Lewis feat. Ray Dalton, "Can't Hold Us"
» A-Trak & Tommy Trash, "Tuna Melt"

Melhor Direção:
» Justin Timberlake feat. Jay-Z, "Suit & Tie"
» Macklemore & Ryan Lewis feat. Ray Dalton, "Can't Hold Us"
» Yeah Yeah Yeahs, "Sacrilege"
» Fun., "Carry On"
» Drake, "Started From The Bottom"

Melhor Edição:
» Pink feat. Nate Ruess, "Just Give Me A Reason"
» Calvin Harris feat. Florence Welch, "Sweet Nothing"
» Macklemore & Ryan Lewis feat. Ray Dalton, "Can't Hold Us"
» Justin Timberlake, "Mirrors"
» Miley Cyrus, "We Can't Stop" 

Melhores Efeitos Visuais:
» Capital Cities, "Safe and Sound"
» Duck Sauce, "It's You"
» Flying Lotus, "Tony Tortures"
» Skrillex feat. The Doors "Breakn A Sweat"
» The Weeknd "Wicked Games"

O que acharam dos indicados? Já tem gente doida porque "Scream & Shout" foi ignorado pela MTV. Nós consideramos a lista bem morna e um pouco injusta. "Sacrilege" do Yeah Yeah Yeahs, "Safe and Sound" do Capital Cities e Lana Del Rey deveriam aparecer em categorias principais, só achamos. E apesar de já sabermos que a premiação tem os seus queridinhos, não entendemos algumas ausências na lista, como, por exemplo, "Your Body" da Christina Aguilera, que deveria ao menos ser lembrado pela emissora. Cadê David Bowie, VMA? E vocês, sentiram falta de algum clipe na lista de indicações? O Video Music Awards 2013 acontecerá no dia 25 de Agosto, diretamente do Brooklyn, Nova York.

Marco Feliciano representa Jared Leto e sua trupe? A banda 30 Seconds to Mars, que nesse ano lançou o superestimado "Love Lust Faith + Dreams", gravou em maio uma apresentação especial para a VEVO que teve seus videos revelados na internet essa semana.

A divulgação dos videos, que coincide com o início de promoção do single "End Of All Days", ocorreu só agora para dar uma levantada no nome da banda e isso não é apenas pelo talento do trio em palco, mas também pelo inusitado local utilizado para a apresentação: uma igreja!

Em seus videoclipes, a banda aborda frequentemente símbolos religiosos, assim como não economiza na polêmica quando a ideia é meter algumas imagens que de ocultistas não têm nada, mas desta vez a ousadia foi no nível hard e não sabemos o que foi mais interessante, os caras tocando como se esse fosse um lugar comum para shows do gênero ou o público, organizados onde estariam os "irmãos", pulando e cantando junto como se não houvesse amanhã.

Ao que tudo indica, nenhum padre, pastor ou deputado foi ferido durante a apresentação, que aconteceu lá em Nova York. Confiram alguns videos abaixo:

"Up In The Air":



"Kings And Queens":



"Night Of The Hunter":



Para início de conversa, eu não sou um fã (no sentido literal) da banda, mas acompanho o trabalho deles desde a estreia, com o álbum homônimo, lá em 2002, o que torna a review até mais sincera. E ao meu ver, uma das coisas que vem marcando o 30 Seconds to Mars em uma década, é sua constante dedicação para o declínio sonoro causado pela autossabotagem, e ainda assim, seguem endeusados por aí. O primeiro álbum, até mesmo por ser despretensioso, é fantástico, repleto de músicas de rock arrasadoras e que davam a esperança de um futuro longínquo e satisfatório, assim como o segundo, "A Beautiful Lie" (2005), que embora comece a ensaiar novidades sonoras, inicia essa questão épica que a banda tanto adora hoje em dia. O seguinte, "This is War" (2009), já nos deu uma nova amostra, experimentações ainda que cruas, já perceptíveis, então, levando-os a ficar ainda mais conhecidos, vencendo inúmeras premiações e, consequentemente, agradando ao público, até chegar na mais arrogante e arriscada das propostas.

Com seu quarto álbum de estúdio, o "Love Lust Faith + Dreams", a banda do também ator, Jared Leto, em parceria com seu irmão e baterista, Shannon Leto e o guitarrista, Tomo Milicevic, toma um caminho perigoso e porque não, ousado, para a experimentação eletrônica em quase todas as faixas. Não que sejam terríveis (tá, algumas até são), mas a impressão que fica, é a de um álbum completamente enfadonho e que poderia ser mais do que é, se fosse menos pretensioso.

Ao longo desta review faixa a faixa, deixaremos mais claros nossos motivos para tal análise. Então, sem mais delongas, confiram "Love Lust Faith + Dreams" pelos olhos do It Pop:



1) "Birth"

Como o álbum tem por tendência mostrar a evolução da banda, nada mais justo que seja pelo nascimento, né? Então, "Birth" se encarrega e muito bem disso. Soando quase como um ato cinematográfico, nos dá uma falsa expectativa por conta de sua excelente forma de iniciar a nova era de Jared Leto e sua trupe, com uma nova sonoridade já bem perceptível, o que por hora, não quer dizer, que seja boa ou ruim. Com uma voz feminina ao fundo repetindo aleatoriamente a palavra "love", temos contornos épicos, cercados de uma marcha orquestrada, tambores e vários elementos eletrônicos, enquanto Leto solta poucas, porém valiosas palavras apresentando o enredo do álbum:  "Eu vou salvá-lo de si mesmo, o tempo vai mudar tudo sobre o inferno".

2) "Conquistador"

Dando seguimento à temática apresentada na primeira faixa, o que temos aqui é uma canção passeando pelo rock alternativo, que poderia muito bem ter saído de "This is War", faixa-título do álbum anterior. É legal em partes, porém, ao menos pra mim, soa bem descartável, levando-se em conta o que eles são capazes. Falando sobre dilemas constantes da humanidade (coisa que Leto ama), o da vez é entre a luxúria e a fé, combinação quase que excludente, mas que aqui, soa explosiva: "Esta é uma luta até a morte de nossa santa guerra. Um novo romance, uma meretriz troiana (...)".  É quase um grito de guerra, enérgico e repetido em coro: "Nós vamos, nós vamos, nós vamos nos erguer novamente".



3) "Up in the Air"

Seguindo a linha de experimentações às quais tanto queriam testar nesse CD, aqui vemos a primeira e impactante delas. Apresentada como primeiro single, "Up in the Air" surpreendeu muito àqueles acostumados com o lado mais dark deles. O que temos aqui, é uma mudança sonora chocante, tirando a banda da vertente rock 'n' roll e nos entregando algo muito mais eletrônico, radiofônico, com arranjos em piano, tambores, coros e uma guitarra em ritmo fraquinho, onde Jared canta sobre sentir-se em confusão mental por um relacionamento que não deu certo e só mágoas ficaram: "Você foi o amor da minha vida, a escuridão, a luz. Este é um retrato que torturou você e eu. Esse é o, esse é o, esse é o fim". No geral, a canção é bem esperançosa. Só não entendo sua escolha como primeiro single e que muito menos seja tão maravilhosa como pintam.



4) "City of Angels"

Uma balada rock mais do mesmo, assim podemos definir a quarta faixa de "Love Lust Faith + Dreams". Iniciando com um agradável arranjo de sintetizadores, o que temos aqui, é um clichê dos tempos de vivência em LA (cidade onde a banda se formou). Não trata de apresentar nenhuma novidade, por isso do clichê. Onde o maior de todos, é baixar a Avril Lavigne interior do Jared Leto e julgar digno cantar sobre ter dezessete anos e sair arrumando confusão com os outros hahaha. Até gosto de vocês, mas desculpa, isso soa ridículo. Fora o que temos de benefícios e malefícios (dependendo da ótica) do que reserva Hollywood: "A minha vida inteira eu nunca estive presente. Sou apenas um fantasma fugindo do medo. Aqui nossos sonhos não são feitos, eles vencem". Continuando a reverenciar a cidade natal mais à frente: "Uma avenida de esperança e sonhos. Ruas feitas de desejo. Perdido na cidade dos anjos, lá no conforto dos estranhos". Soa poético e, de fato, é. Só que nada além do que qualquer outro cantor saído de lá já não tenha cantado por aí.


5) "The Race"

Com a melhor introdução de todo álbum, temos mais uma canção flertando com o eletrônico (figura mais que presente aqui) ao longo de toda sua execução, letra otimista e inspiradora sobre não desistir: "Você salvou minha vida com sangue e através de sacrifício. As lições que eu aprendi, te prometo que eu nunca mais direi, nunca mais. Não, nunca mais". Se tivesse que apostar num próximo single, ela seria a canção mais segura.



6) "End of all Days"

A pseudo-balada do álbum, assemelha-se um pouco a "Hurricane", acompanhada de um piano melodicamente posto em cima de uma voz ascendente de Leto, progredindo com outros elementos, dando os tons mais intensos e épicos que o 30 Seconds to Mars nos acostumou ao longo dos anos e que aqui, faziam-se indiferentes até então. É uma das que se salvam em todo o álbum. Até mesmo pela semelhança, se gostou de "Hurricane", facilmente se sentirá em casa aqui.


7) "Pyres of Varanasi"

Outro grande barato encontra-se aqui. Talvez seja das experimentações, a mais acertada de todo o álbum. Surpreende a começar pelo longo tempo de intro, que dão ares cinematográficos semelhantes à primeira, cercada de uma batida eletrônica + orquestra e, apesar de dar pouca vez aos vocais de Leto, consegue sobressair à chatice dos outros arranjos eletrônicos empregados aqui, mantendo-se muito agradável ao longo de seus 3 minutos de duração. Belo acerto.


8) "Bright Lights"

Seguindo a nova fase experimental, somos apresentados a um flerte indie-pop com levadas rock. Comovente e inspiradora, salve-se também em meio às novidades. Liricamente, ele quer que analisemos um recomeço em outra cidade, no caso, uma grande cidade, cercada de sonhos, dúvidas e incerteza: "Luzes brilhantes, cidade grande, ela sonha com o amor. Luzes brilhantes, cidade grande, ele vive para correr". Os vocais contidos de Jared na faixa são bem agradáveis, puros e com contornos coloridos. Em momentos, chego a imaginar Bono Vox cantando isso no U2 e, sim, é um elogio e tanto.



9) "Do or Die"

É mais uma faixa com a mão pesada nos arranjos eletrônicos, porém, esta é um meio-termo entre o lado rock e o agora pop do 30 Seconds to Mars. Enérgica e cativante, possui um coro que funcionaria muito bem em performances ao vivo:  "E a história continua! Continua! Continua! É assim que a história continua, é assim que a história continua". Pede Leto, enquanto me pergunto se devo acatar ou não o pedido com esse álbum.


10) "Convergence"

Curtinha e composta pelo baterista Shannon Leto, funciona bem para o álbum. Arrisco na pedância de dizer que, caso fosse o executivo responsável pelo projeto, teria deixado esta canção como seu encerramento. É uma faixa calma, sonhadora e melhor que a última.


11) "Northern Lights"

De longe, é o melhor trabalho vocal do Jared em todo álbum e outro ótimo acerto experimental. Não é novidade para ninguém o sentimento que ele põe nas canções (que há em várias no "Love Lust Faith + Dreams"), mas não com essa intensidade vocal. Liricamente ela pode assustar, mas durante o refrão, nos leva a simplesmente sonhar: "Nós nadávamos entre a aurora boreal e nos escondíamos na beirada da noite, esperando o amanhecer chegar. E cantávamos uma canção para salvar a todos nós", o que é brilhante, principalmente se levamos em conta que esta é uma das faixas mais diferentes já feita por eles e, também, é a que mais pode agradar os antigos fãs da banda por sua atmosfera mais densa.



12) "Depuis Le Début"

Encerrando o álbum temos a faixa com o título em francês, que significa "desde o princípio". Não entendo o porquê dessa escolha como encerramento. Tá, há uma clara intenção em ser épico com sua divisão em três partes: Jared sendo acústico na primeira, cantando morbidamente que "Haverá sangue"; algo mais crescente, eletrônico e épico na segunda; e uma parte mais calma, pondo pra dormir ao som de uma canção de ninar na terceira variante. Mas não fica nada legal a canção aqui, parece meio fora de contexto. Numa dessas, "Convergence" seria sem dúvidas a melhor alternativa de encerramento.


CONCLUINDO

Este não é nem de longe (como vi várias pessoas por aí dizerem) o melhor álbum do 30 Seconds to Mars já feito. Lógico, há momentos bons, surpreendentes e que relembram velhos tempos, vide "Northern Lights" e "End of all Days". Ou então, experimentações bem-sucedidas, como em "Pyres of Varanasi", "Convergence" e "Bright Lights". Vale ressaltar também, que Jared Leto continua um bom vocalista, mas que agora testa outros tons de sua voz. O grande problema aqui é outro: o de justamente achar que é mais do que realmente é. Daí, tem essas terríveis ideias de experimentar coisas que são completamente desnecessárias. O que é esse ser feminino aleatoriamente falando "Love", "Lust", "Faith", "Dreams" ao longo do álbum? Me respondam, pra quê isso? Outra coisa que começa a me incomodar, é a questão da troca de guitarras, baixo e outros elementos mais rock 'n' roll que os marcaram, por sintetizadores e no caso do novo álbum, a eletrônica. Não que ache ruim alguém se reinventar, muito pelo contrário, adoro isso. O problema em relação ao 30 Seconds to Mars, é que soa arrogante e muito pretensioso para algo que no final das contas, não passa de um emaranhado pedante e superficialmente inclinado ao pop, com composições clichês, genéricas, muito bem maquiadas e estilisticamente ruins.

No mais, começo a me questionar se continuarei acompanhando a banda daqui mais uns anos, mas logo penso pelo lado positivo: enquanto musicalmente eles declinam, mais vídeos cinematográficos, dirigidos por Bartholomew Cubbins (pseudônimo de Jared Leto)  e ultimamente, a melhor coisa deles pra mim  continuarão a ser produzidos. O que já não é nada mau.

Elogiadíssimo após o lançamento do videoclipe de "Up in the Air" no mês passado, o 30 Seconds To Mars, que está a três dias do aguardado lançamento de seu quarto álbum de estúdio, "Love Lust Faith + Dreams", resolveu presentear seus fãs com a divulgação de mais uma faixa do novo material. "The Race" se junta à "Up in the Air" e "Conquistador" na lista das já divulgadas inteiramente pela banda.

Com um vídeo letrado arrasador, contendo várias imagens do ciclo de vida de animais caçadores e suas potenciais presas, temos uma canção bem ao estilo já familiarizado de Jared Leto e sua trupe: esses vocais sensualizados, ecoando uma atmosfera quase épica, somado aos habituais elementos utilizados em suas instrumentações. Confiram:



E as novidades não param por aí, também já é possível ouvir uma prévia de todas as faixas contidas no "Love Lust Faith + Dreams", confiram abaixo:



Animados com o novo álbum do 30 Seconds To Mars?!

Aonde clicamos para enviar o prêmio de clipe do ano para os caras da 30 Seconds to Mars? Depois de diversos teasers, a banda que neste ano desembarca no Brasil para uma apresentação no Rock In Rio revelou o videoclipe para "Up In The Air", carro-chefe do disco "Love Lust Faith + Dreams". Com a direção do próprio vocalista Jared Leto, sob o pseudônimo Bartholomew Cubbins, o novo clipe da banda deverá agradar quem curte a fórmula de videos como "Hurricane" e apresenta um curta-metragem lindo de morrer, com elementos que podem confundir quem assistí-lo buscando por uma história com começo, meio e fim.

Entre tantos elementos, como leões, zebras e um confronto colorido (à la "Now", da Paramore) temos ainda uma sequência de participações absurdinhas, que vão do Illuminati ao sexy sem ser vulgar, com interpretações de Dita Von Teese, Damien Hirst, Jordyn Wieber, McKayla Maroney, Maxwell Snow, Ashley Smith, Anastasia Krivosheeva, Harlow Von Brethren, Natalie Loren e Neil Strauss — pessoas que parecem ter saído daqueles Tumblrs alternês. Mas o conceito é mais simples do que parece, sendo sobre buscar por "uma versão melhorada" de si mesmo, como contou Jared Leto para a MTV. Se você não for uma pessoa fotossensível, assista "Up In The Air":


Agora que o will.i.am já lançou o CD "#willpower" e a gente já mostrou o #novoItPop, o único grande mistério que continua nos deixando bem curiosos é esse retorno do 30 Seconds to Mars. Após muitos anúncios com a fraseologia "Mars Is Coming", a banda do Jared Leto lançou o single "Up In The Air" (ouçam aqui), carro-chefe do disco "Love Lust Faith + Dreams", e tem trabalhado numa estratégia massiva de divulgação, lançando vários teasers com menos de um minuto do clipe para a música nova, que promete ser uma das produções mais incríveis (para não dizer "f*das") desse ano.

Sob a direção do próprio vocalista da banda, com o pseudônimo Bartholomew Cubbins, "Up In The Air" já teve seis teasers divulgados, sendo que um deles conta com a participação mais que especial da Dita Von Teese, que neste ano também estrelou "Disintegration" da banda Monarchy. Olhem só:

 
O sexto e mais recente revelado até agora, nos apresenta um pouco da personagem Anastasia e ela é apenas uma das muitas figuras que encontraremos no video, qual o próprio Jared afirmou contar com muitos elementos (se ele não contasse, nem notaríamos). Para diminuir um pouco de nossa ansiedade, que tal conferir esse e todas as outras prévias já reveladas? Apertem o play:



Agora eles voltaram pra valer, gente! Após 29638547 anúncios de "coming soon" pelo Facebook, a banda 30 Seconds to Mars finalmente revelou o primeiro single de seu novo material, sucessor do disco "This Is War" (2009). Previsto para ser lançado em maio, o novo álbum da banda se chama "Love Lust Faith + Dreams", e seu carro-chefe é a faixa "Up In The Air", lançada nesta segunda-feira (18) pela iHeart Radio.


Depois de escutá-la diversas vezes, podemos afirmar: a música nova é incrivelmente boa. Na primeira ouvida, ela pode soar um tanto pop demais para eles, mas bastam mais alguns plays para que notemos alguns elementos bem característicos da banda, como o coral e a forte presença da bateria/guitarra. Ah, claro, Jared Leto também tá arrasando nos vocais! Ouçam:


Muito bom, sim ou claro? Nesse ano, a banda desembarca no Brasil pra tocar no Rock In Rio. É bom que "Up In The Air" marque presença na setlist do show, hein?

Cinema nacional também é pop, bebê! E essa dica vai pra quem curte um filme imprevisível e bem bolado. Na última sexta-feira (20) estreou nos cinemas do país o nacional "2 Coelhos", estreia diretorial de Afonso Poyart. Confesso que eu assim como boa parte dos amantes de cultura pop não sou muito chegado a produções cinematográficas nacionais, mas o incomum conceito que o trailer desse filme apresentava me chamava muito a atenção. E lá fui eu assistir. Mas querem saber? Minha opinião não foi outra a não ser PQPESSEFILMEÉDEMAIS!!!


A película tem diversos ingredientes pop, todos nivelados na medida certa para deixar o espectador grudado na tela do começo ao fim. Os produtores também investiram pesado nos efeitos especiais para o longa (e não é que ficou super bacana?).  Talvez seja um erro de interpretação da minha parte ou até mesmo pura empolgação, mas o filme tem certos elementos que lembram "Sucker Punch" (Zack Snyder) e uma pitada de humor negro ao melhor estilo Quentin Tarantino.



Com um elenco de peso, efeitos especiais + fotografia surpreendentes e uma trilha sonora bem, digamos, peculiar (que vai de "Sou Foda" a "Kings and Queens"), "2 Coelhos" é uma super produção que veio pra provar que santo de casa também faz milagre sim, senhor!





Estamos com nossa mixtape número oito! Desta vez, fizemos uma coisa inédita aqui no blog e nos unimos ao Paparazzi Entertainment [ouça a versão deles aqui!] que preparou uma espécie de lado B para esta mixtape que se chama "We Will Rock You". 
Em nossa oitava mixtape, quis algo diferente e apostei então em guitarras, baterias, alguns gritos... rock, sabe? Bom, confira abaixo a mixtape e a tracklist:
TRACKLIST:
1. Queen - "We Will Rock You"
2. 30 Seconds to Mars - "Kings and Queens (MTWO Dubstep Remix)"
3. Muse - "Supermassive Black Hole"
4. Fresno - "Die Lüge"
5. Paramore - "Hello Cold World"
Quer conferir nossas outras mixtapes? Clique aqui! Ah, quem quiser baixar nossa mixtape, é só clicar aqui.
Os caras do 30 Seconds to Mars acabam de garantir sua passagem pelo livro do Guinness Book e não será por ser a banda mais "hot" da atualidade. 
A banda vai realizar dia 7 de Dezembro o 300º e último show de sua turnê com o álbum "This Is War", lançado em 2009, e este é o mais número de shows realizados durante o ciclo de um só álbum na história do Guinness. Tá bom pra você ? O vocalista, Jared Leto, conversou sobre o recorde com a MTV gringa:

"Nós pensamos em documentar isso para o livro dos recordes porque seria divertido, especialmente quando não temos o dom de deixar as unhas enormes ou cultivar a maior abóbora do mundo", brincou o vocalista
Caso você more em Nova York e queira prestigiar o show que marca o tal recorde da banda, os ingressos estarão disponíveis para o público dia 22 de Outubro.
Na última terça-feira (01) caiu na internet o tão aguardado, guardado e bem produzido "This Is War". Por algum motivo não revelado, o video era mantido guardado as sete chaves, mas caiu na internet, a gravadora surtou e saiu deletando tudo quanto é link por aí, mas a gente conseguiu o video. Assista "This Is War":



O video foi divulgado pela emissora russa A-One.

A banda 30 Seconds To Mars é uma banda que tem evoluído cada vez mais, e não digo isso só em suas letras. Um dos pontos mais interessantes sobre a banda, é esse interesse que eles tem em tratar de assuntos tão importante de uma forma inteligente e não cansativa. Na última semana a banda relançou o video de "A Beautiful Lie" que na minha opinião é um dos melhores videos da banda, o diferencial desta 'nova versão' foram as lyrics que conscientizam sobre os problemas no planeta e deixam claro que você pode ajudar. Assista "A Beautiful Lie 2.0":
O ator e vocalista do 30 Seconds To Mars, Jared Leto faz aniversário hoje. O cara completa hoje seus 39 anos, really ?! Parabéns Jared !