É aniversário da Selena Gomez e nós listamos 10 faixas de sua discografia que merecem ser aclamadas

Tell ‘em that it’s her birthday!


Hoje (22), Selena Gomez completa 29 aninhos e o blogueiro que vos fala junto com a Nathalia Accioly nos reunimos para celebrar esse aniversário em grande estilo. Prontos pra comemorar com a gente? 

Como bons Selenators que somos, listamos aqui 10 faixas dos álbuns de Seleninha que não chegaram a ser singles oficiais, mas que com certeza ganharam os charts dos corações de muitos fãs por aí. Preparados?

Vulnerable

Presente no álbum “Rare”, a faixa tem carinha de single e teria sido uma excelente escolha para abrir os trabalhos do disco ao lado de “Lose You To Love Me”. Nada contra “Look At Her Now”, mas aqui, Selena canta sobre sua vulnerabilidade em duas vertentes: como pode tornar-se algo prejudicial a ela e também como se sente bem enquanto encontra-se vulnerável. Em entrevistas, ela já havia nos contado que essa é uma de suas faixas favoritas do projeto e sim, tinha tudo pro barro acontecer! She’ll stay vulnerable. -VN


Me & My Girls

Você quer empoderamento? Temos. Você quer Selena conversando com diversas influências latinas? Temos muito. Em “Me & My Girls”, presente no “Revival”, a cantora e suas melhores amigas se reuniram em estúdio para tornar a faixa única. Aqui, ela canta sobre se divertir e curtir a vida sem depender de homem nenhum. Ela tá é certíssima! E quando falamos dessa faixa em particular, como esquecer daquela performance lindíssima no "Victoria’s Secret Fashion Show" de 2015? Vem reviver: -VN

Perfect

Ainda falando em “Revival”, “Perfect” é talvez umas das experiências mais imersivas presentes em seus discos. Flertando com R&B, Selena nos descreve (é sério, dá pra imaginar tudinho) um relacionamento passando por dificuldades e frustrações (é você Justin?). Entre muitos momentos turbulentos, Selena declarou ter muitas dúvidas sobre a inclusão dessa faixa no disco, e nós somos extremamente gratos por tê-la incluído! -VN


Undercover

Voltando um pouquinho mais no tempo, para sua era baladeira em “Stars Dance”, encontramos “Undercover”. A faixa, performada algumas vezes por Selena, tinha tudo para ser um single e tanto! A sexy machine, a Hollywood dream e ela está pronta pra mandar a real pro boy. Será que aqui temos a verdadeira vontade de Seleninha em viver um relacionamento longe da exposição e de opiniões públicas? Ela sabe muito bem o que quer e nós estaremos sempre na torcida! -VN


That's More Like It

Falando em saber muito bem o que quer, em “That’s More Like It”, Selena quebra todos os conceitos que alguns homens tem quando entram em um relacionamento. Ela tá no comando e vai te dizer exatamente o que e quando deve fazer algo para agradá-la. Com dedinho de Katy Perry na composição, a faixa ganhou uma roupagem pop para integrar o “When The Sun Goes Down” (último álbum ao lado da banda “The Scene”). Queríamos um feat pra comemorar? Queríamos muito! Mas enquanto a gente sonha... -VN


Me & The Rhythm 

Porque tudo que a gente precisa é de nós mesmos e do ritmo, meu amor! Com sua voz aveludada e sonhadora e batidas cristalizadas que começam e terminam de forma suave, Selena nos convida a dançar e a sonhar também, quase como se estivéssemos flutuando. É complicado apontar faixas injustiçadas no “Revival” porque todas as músicas ali poderiam ter sido single, mas é inegável que “Me & The Rhythm” merecia mais do que ter sido apenas um lançamento promocional. -NA


Souvenir

O interessante dessa canção é que a Sel fala sobre “sentir arrepios” e é exatamente isso que a gente sente com essa música. É sobre metalinguagem, sabe? “Souvenir” faz a versão deluxe do “Rare” valer a pena com seu “chi-i-i-i-i-ls” entrecortado e susurrado, sua batida crescente no refrão e seus versos sinceros e espertos como “é melhor do que remédios a forma como você me coloca pra dormir”. Take my, take, take my breath away! -NA


Cut You Off

Escondida quase no final da tracklist do “Rare” está uma das melhores faixas recentes da Selena. “Cut You Off” é extremamente literal - com a artista contando exatamemente os dias em que passou ao lado de um cara que é, como ela descreve, um peso extra - e é justamente pela sua honestidade, pelas batidas crus entre seus versos e pelos “you-u-u-u-u” ecoados do refrão que ela nos ganhou. Um dos maiores e mais desperdiçados acertos da moreninha. -NA


Bang Bang Bang

Em uma época em que começava a se libertar das amarras da Disney, Selena percebeu algo que viria a mudar sua carreira mais pra frente: que sua voz funciona melhor em tons baixos. Foi assim que surgiu “Bang Bang Bang”, o primeiro (e muito bem sucedido) experimento da cantora com seu tom nada usual, mas muito sensual. Pena que, apesar da faixa ser incrível (e ainda ter vindo acompanhada de um potencial enorme para um videoclipe), acabou sendo relegada à single promocional do “When The Sun Goes Down”. -NA


Whiplash

O que você faz quando a Britney Spears compõe uma música e resolve te dar? Você com certeza transforma em single, divulga horrores, fala que ganhou da Princesa do Pop e ainda faz um clipe incrível pra ela, né? Errado! Selena tinha “Whiplash” na tracklist do “When The Sun Goes Down”, uma faixa eletrizante, divertida e ainda assinada pela Brit, e escolheu fazer… nada. Muito difícil te defender, viu, Selenita? -NA


E aí, concordaram com as nossas escolhas? Faltaram algumas? A gente ama a Selena, mas vamos falar sério: ô bichinha ruim pra escolher single, viu! Mas a gente perdoa e ainda aclama, ainda mais hoje, no seu aniversário de 29 aninhos. Parabéns, Sel! <3