Misturando o techno e a percussão, Linn da Quebrada lança seu “Trava Línguas”

Em seu segundo álbum Linn se baseia em seus medos, excitações, inseguranças e críticas para criar seu universo sonoro.

Após 4 anos do seu aclamadíssimo álbum de estreia, "Pajubá", Linn da Quebrada lançou ontem "Trava Línguas", seu novo trabalho de ineditas. O disco tem composições e produções da própria Linn e asua já conhecida parceira, DJ BADSISTA, além da percussionista Dominique Vieira. 

"O que procuro nesse álbum é a diferença da repetição. Trava Línguas é uma elaboração de rotas de fuga em relação a esse mercado da música".

Segundo Linn, um material já estava sendo desenvolvido em 2019, porém com a decorrência da pandemia, surgiu a necessidade de criar outros caminhos para expressar seu “eu” atual. Em isolamento social junto com BADSISTA e Dominique, a cantora desenvolveu o álbum em um sítio no interior paulista.  vocês achavam que só Beyoncé sabe fazer acampamento? rainhas fazem assim!


O álbum conta com as já conhecidas “mate & morra” e “quem soul eu” lançadas ano passado, e o single atual lançado em junho, a incrível “I míssil”. Entre as inéditas há também as parcerias com Ventura Profana em “eu matei o Júnior” e de Luísa Nascimento em “dispara”, trabalho que aconteceu graças ao projeto "Natural Musical" que financia o a arte de artistas independentes pelo Brasil. 

Você já pode conferir essa obra-prima em todas as plataformas de streaming.

Obrigado por tudo Linna Pereira, como sempre entregando tudo e mais um pouco! 😭❤️