Que ano é hoje? “no tears left to cry”, da Ariana Grande, completa 3 anos de lançamento

... e parece que foi ontem.


Em 20 de abril do longínquo ano de 2018, Ariana Grande dava o primeiro passo rumo ao seu quarto álbum de estúdio, “Sweetener”. De lá pra cá, já tivemos 2 sucessores, “thank u, next” e “Positions”, mas não podemos deixar de aclamar um dos melhores singles da nossa princesinha.

Com a missão de quebrar o hiato de quase dois anos (pós “Dangerous Woman”), Ariana apostou em uma das melhores faixas do disco, servindo dance-pop como ninguém. O clipe da canção também nos remete a situações que viram o nosso mundo de cabeça pra baixo (e como, né?).

A faixa, que fez sua estreia em #3 na Billboard Hot 100 e recebeu o VMA desse mesmo ano como “melhor vídeo pop”, conquistou o público e a crítica especializada, sendo definida por muitos como “uma faixa triunfante, grandiosa e que traria ainda mais brilho à discografia de Grande”. Pronto pra reviver?


Além de uma produção impecável, o single também é um verdadeiro desabafo sobre resiliência e força após o atentado terrorista à um dos shows da “Dangerous Woman Tour” em Manchester (Reino Unido) em 22 de maio de 2017. Como forma de homenagear e colaborar com os familiares das vítimas, a cantora organizou o show beneficiente “One Love Manchester” em 4 de junho do mesmo ano. Com inúmeras presenças ilustres e um público de 55 mil pessoas, foi ali que Grande nos mostrou seu maior ato de amor diante de tanta violência.


Diante de todo o background acerca de "no tears", encerramos aqui a nossa singela homenagem a um dos melhores singles (e clipes) de uma carreira promissora. Thank U, Ari!