Sucesso no TikTok, Kali Uchis chega ao topo da Billboard e comemora: “feliz que se interessam em me procurar além do app”

Sem o hábito de comprar ou baixar músicas após ouvi-las no TikTok, cantora assumiu que só passou a usar a plataforma depois da pandemia.
Ela merece!

Kali Uchis chegou ao topo da parada de álbuns pop latinos da Billboard com seu segundo trabalho de estúdio e primeiro em espanhol. Para a revista americana, a cantora desabafou sobre os percalços para lançar esse projeto e a felicidade de vê-lo vingar.

“Eu me sinto muito orgulhosa porque isso é uma prova de seguir os seus instintos”, disse Uchis à Billboard. “Muitas pessoas não queriam que eu fizesse esse álbum ou tentaram me fazer sentir que não era uma contribuição real para minha discografia, tudo porque era em espanhol.”

Antes desse álbum, Kali havia lançado o disco “Isolation”, onde testou as águas do pop latino em faixas como “Nuestro Planeta”, com Reykon. Já no trabalho anterior, o EP “Por Vida”, apostou integralmente na idioma inglês.

À medida que seu segundo disco se estabiliza na parada de álbuns latinos, Uchis se torna a primeira artista solo feminina a dominar a parada desde Rosalía e o álbum “El Mal Querer”, que figurou na mesma lista em 2018.

“Sin Miedo” é alçado ao topo pelo ganho de streams em “Telepatía” no Spotify, Youtube e Apple Music, em sua maioria por conta do sucesso viral no TikTok - a plataforma de vídeos curtos, por enquanto, não contribui diretamente para o ranking da Billboard. A música viralizou no app, gerando milhões de compartilhamentos ao som da faixa e, só nos EUA, já acumula mais de 3,4 milhões de execuções.

“Honestamente, eu baixei o aplicativo durante a pandemia”, comenta Uchis. “Achei interessante a quantidade de criatividade lá, mas para mim foi apenas uma boa diversão. Percebi que ‘Dead To Me’, do meu primeiro álbum, ressurgiu, embora já tivesse alguns anos, e respeitei a capacidade do aplicativo de compartilhar. Eu vejo todos os tipos de músicas no TikTok e raramente as escuto ou as compro depois, então é generoso saber que as pessoas viram por aí e se interessam muito além do app.”

“Ainda estou chocada, muito grata e humilde”, acrescenta Uchis. “Eu sinto que este é um bom carma voltando para mim e as mesas girando para o melhor, parte do motivo pelo qual eu tuitei antes de lançar este álbum 'todo lo que me han quitado, la vida me lo va a duplicar' (todos que fora tirado de mim, a vida vai retribuir) e estou realmente vendo isso se tornar realidade.”

A cantora finaliza a entrevista: "Eu ficaria bem se o álbum fosse um sucesso, ou se todos entendessem tudo errado e achassem que era horrível. Eu ainda iria me sentir muito orgulhosa.” Anjo demais!