Cinco vezes que o will.i.am te fez dançar sem você saber

O aniversário é dele, mas quem ganhou presente foi a sua fave.

Ai, que festa! Nesta segunda-feira (15), Will.i.am completa 46 anos de idade, sendo um dos artistas mais prestigiados de sua geração. 

Dono de incontáveis hits, seja em conjunto com o Black Eyed Peas ou em sua carreira solo, o artista conta com 7 Grammys e 1 Grammy Latino (Pasmem! Por Melhor Álbum de Pop Contemporâneo Brasileiro – Timeless – gravado pelo pianista brasileiro Sérgio Mendes e produzido pelo rapper), além de quatro músicas no topo do Hot 100 da Billboard (OMG, Boom Boom Pow, I Gotta Feeling, Imma Be).

Assim, para celebrar o aniversário do artista, o It resolveu fazer algo diferente e listar cinco sucessos que contam com o talento do Will.sou.eu, mas não com os seus vocais. A ideia é destacar trabalhos do líder do BEP como compositor e produtor musical, evidenciando sua habilidade em criar hits, mesmo quando não está a frente do trabalho como artista principal, e nem como featuring!

Vamos lá! 

1 – American Boy (Estelle feat. Kanye West)

American Boy é um single da cantora Estelle, lançado em 2008, como faixa inclusa no seu segundo álbum de estúdio, “Shine”. A canção, que contou com o talento de Will.i.am na composição e produção, alcançou o top 10 do Hot 100 da Billboard e ainda venceu o Grammy de melhor performance Rap/Sung em 2009.

2 – Glamorous (Fergie feat. Ludacris)

Glamorous foi lançada como terceiro single do “The Dutchess”, álbum de estreia da Fergie em sua fase solo, que inclusive, contou com a participação de Will.i.am em várias faixas, como Fergalicious (featuring com o próprio will), Clumsy, Big Girls Don’t Cry etc. 

Mas a escolha por Glamorous foi definida com base na ideia principal do post, apresentar faixas que contêm com o talento do Will, mas não com seus vocais. Neste caso, Glamorous, assim como Clumsy, conta com dois dedinhos do Will.i.am, um na composição e um na produção. O desempate ficou pelo #1 do hot 100, que apenas a primeira conquistou.

3 – Fashion! (Lady Gaga)

Assim como as anteriores, Fashion! também conta com o trabalho de Will.i.am na composição e na produção da faixa, que faz parte do injustiçado “Artpop”. Aliás, a canção trata do amor dos dois artistas pelo mundo da moda e, apesar de não ter se tornado single, garantiu uma performance incrível da Gaga com a Mama Ru! 

William, shantay, you stay!

4 – Do My Thang (Miley Cyrus)

Essa é pras 9inhas! Ou pra quem era há 9 anos. ¯\_(ツ)_/¯ 

Primeiramente, aproveitamos a oportunidade deste post para agradecer o fim do contrato da Miley com a RCA, evitando que músicas assim sejam desperdiçadas no futuro! #Amém

Pois bem, retomando ao propósito do post, Do My Thang, que é a própria materialização da era “Bangerz” em uma música, também contou com will.i.am “doing his thangs” na letra e na produção da faixa! Olha Will... se essa fosse sua única contribuição para o mundo da música, já te deveríamos muito! 

We do it, we do it, we don't give a fuck! 

5 – Heat (Mariah Carey)

That’s Mariaaaaah! Mas é o Will.i.am também! Haha. 

Heat é uma faixa bônus do décimo primeiro álbum de estúdio da Mimi, “E=MC²", famoso pela era “Touch My Body-ody-ody-ody-ody-ody-ody-ody”, que garantiu o décimo oitavo #1 da MC no hot 100 da Billboard. 

Assim como as demais, Heat também traz o Will.i.am atuando na composição e na produção da faixa, que, apesar de ser uma bônus track, é tão gostosinha, que a gente se sentiu na obrigação de divulgar! 

É isso pessoal! Não dá pra negar que, não só na data de hoje, quando falamos em música pop, will.i.am tá de parabéns, né?