3OH!3 está de volta e ao lado do 100 Gecs em “Lonely Machines”, primeiro single do seu sétimo disco

2010 e 2020 entram num bar.


Você dificilmente viveu o final dos anos 2000 e comecinho dos 10’s sem ter cantado e dançado ao som de hits como “DONTTRUSTME”, “My First Kiss” e “Starstruck”, esses dois últimos contando com vocais delas que eram artistas revelações da época, Kesha e Katy Perry, e a assinatura mais do que perceptível deles: Sean Foreman e Nathaniel Motte, o duo 3OH!3.


Uma década e outros dois discos depois, “OMENS” (2013) e “Night Sports” (2016), eles estão de volta pra pegar o que é deles no auge dessa era em que se tornou socialmente aceito se dizer emo e, botando na mesma conta, reconhecendo a grandiosidade do que foi toda essa época “pop de MySpace”, que também revelou artistas como Cobra Starship, Forever the Sickest Kids, Cash Cash e, no Brasil, ainda Cine, Volk e Restart, pra citar algumas.


“Lonely Machines” é o primeiro single do 3OH!3 em quatro anos e, neste retorno, eles vieram acompanhados de Laura Les e Dylan Brady, do duo caótico 100 Gecs que, atualmente, faz com o pop a mesma virada de cabeça pra baixo que eles faziam lá em 2009, mas para os tempos atuais.


Um verdadeiro encontro de gerações, a música mescla o arranjo eletrônico que nos leva diretamente para a época dos outros hits citados com as camadas de vocais distorcidos já familiares aos fãs dos Gecs, ao exemplo de hits virtuais como “Money Machine”, “gec 2 Ü” e “Stupid Horse”.


Ouça “Lonely Machines”: