Patty Jenkins tem planos de deixar “Mulher-Maravilha” após terceiro filme

Antes de deixar a franquia, Patty ainda deve comandar um filme focado nas Amazonas.
Patty Jenkins deu o tom que Mulher-Maravilha precisava para o seu primeiro filme solo nos cinemas e deve mostrar novamente um bom trabalho em "1984". Um terceiro longa-metragem deve acontecer em um futuro não muito distante, mas Jenkins já mandou avisar que esse deve ser seu último dedo na franquia da Princesa de Temiscera.

Em entrevista a revista Geek (via IGN), a diretora disse que "o próximo provavelmente será meu último filme de Mulher-Maravilha, então eu preciso colocar tudo que quero mostrar. Precisamos ter cuidado". Antes do terceiro longa, ela ainda deve comandar um filme focado nas Amazonas. Se combinar certinho, pode rolar uma trilogia focada apenas nessas personagens.

"[1984] deu a chance de fazer várias coisas que não pude no primeiro filme. Fiquei muito feliz em contar a história de origem de Mulher-Maravilha. Foi quase como seu nascimento, mas nós realmente não conseguimos ver o que ela é capaz de fazer. É animador para mim poder mostrar ela em seu ápice de poder, mas também é importante suas lutas internas: ela é uma deusa e tenta ajudar os humanos. Ela não é alguém que tenta lutar contra o mal, ela tenta mostrar as pessoas más como melhorar. É um dilema interessante", contou.

"Mulher-Maravilha 1984" irá trazer de volta Steve Trevor, interpretado por Chris Pine. A volta do personagem traz mistério para a trama, visto que ele morreu no primeiro longa-metragem da heroína, estreado em 2016. De qualquer modo, esta é somente uma das diversas subtramas que o filme irá trazer, né? A gente tá louco para saber como será a relação de Diana com Cheetah (Kristen Wiig) e Max Lord (Pedro Pascal).