Pabllo Vittar é homenageada com outdoor em Minas Gerais após não incentivar shows drive-in

Cantora afirmou, em entrevista ao Estadão, que só voltará aos palcos quando houver uma vacina contra o COVID-19.
Ao contrário de inúmeros artistas que têm se adaptado aos ditos “novos formatos da indústria”, apostando na baixa temporada de shows pra se apresentarem nos formatos de drive-in, a cantora Pabllo Vittar está disposta a esperar até que realmente seja seguro retornar aos palcos, com a promessa de que só voltará a fazer shows quando houver uma vacina contra o COVID-19.

A decisão é, obviamente, a mais sensata. Sem uma vacina, ainda que os eventos se comprometam a cumprir com todas as normas da OMS, não têm controle total aos processos de entrada e saída do público, bem como colocam em exposição a saúde de seus funcionários, ou, em casos como o criticado show dos Chainsmokers nos EUA, podem ainda contar com a irresponsabilidade do público que, não contente em saírem de casa numa quarentena, podem descumprir com as regras desse tipo de show e colocarem em risco a saúde de todos ao redor.

Desta vez não indo longe demais, uma vez que faz coro ao pedido de que “se puder, fique em casa”, Pabllo foi tão elogiada por suas palavras sobre esse atual cenário, que ganhou até mesmo uma homenagem feita pelos moradores de São Gotardo, em Minas Gerais, que expuseram um outdoor agradecendo as palavras da drag queen. “O povo trabalhador de São Gotardo está contigo, Pabllo Vittar. #ficaemcasa”, diz o cartaz.


Sobre os shows drive-in, Pabllo afirmou em entrevista ao Estadão:

“Eu acordo de manhã sabendo que ainda não tem vacina e é muito triste ver que o governo também não faz quase nada pela população que mais precisa. Então, como eu vou subir num palco pra drive-in? Primeiramente, para isso a pessoa tem que ter carro. Quem tem carro no Brasil? Não tem como eu subir num palco sabendo que tem um monte de gente que não está nem podendo trabalhar. Essa não é a energia que quero pra mim.”

No comecinho desse ano, em março, Vittar lançou o disco “111”, de onde extraiu hits como “Amor de que”, “Parabéns” e o feat. com a Charli XCX em “Flash Pose”. Sem a divulgação massiva pelos palcos e programas de televisão, a cantora cumpriu uma longa agenda de lives e participações em eventos virtuais, além de ter apostado no formato animação para o clipe da canção “Rajadão”, lançado em julho.