Reprodução/Divulgação Fique em casa e assista!

Você já assistiu os cinco melhores documentários da Netflix, segundo o Rotten Tomatoes?

Fique em casa e assista!
Nesta quarta-feira (6), o documentário “Becoming”, de Michelle Obama, chega ao streaming da Netflix. O filme relata a turnê da ex-primeira-dama dos Estados Unidos para promover o livro homônimo que conta sua história, da infância à ascensão ao lado de seu marido, Barack Obama.

Obras não-ficcionais estão cada vez mais influentes nos serviços digitais. Na própria Netflix, o catálogo está recheado de títulos importantes e aclamados pela crítica. O Rotten Tomatoes, um dos mais conhecidos e influentes sites especializados em cinema, listou as 250 melhores produções da plataforma, as cinco primeiras colocações estão ocupadas por documentários. Conheça:

#1 Virando a Mesa do Poder (2019)


O primeiro título destacado pelo Rotten Tomatoes é “Virando a Mesa do Poder”. Dirigido por Rachel Lears, a obra explora os bastidores da eleição de quatro candidatas empenhadas em derrotar políticos com campanhas milionárias na disputa para o Congresso dos EUA em novembro 2018. A produção teve início um dia após a vitória de Donald Trump como presidente dos Estados Unidos em 2016.

#2 Crip Camp: Revolução pela Inclusão (2020)


A divulgação da segunda obra da lista, que fala sobre a luta pela inclusão de pessoas com deficiência nos EUA, teve que ser cancelada pela pandemia causada pela Covid-19. Em seu enredo, os diretores Nicole Newnham e James LeBrecht mostram um acampamento de verão que motivou jovens com deficiência a desenvolverem um movimento em busca de um mundo com mais igualdade.

#3 The Square (2013)


O documentário de Jehane Noujaim aborda a crise egípcia entre 2011 e 2013, começando pela Revolução Egípcia na Praça Tahrir, movimento que derrubou dois governos. A produção foi indicada ao Oscar por Melhor Documentário e ganhou três Emmys no Primetime Creative Arts Emmy Awards.


#4 Shirkers - O Filme Roubado (2018)


No verão de 1992, a cineasta Sandi Tan, com a ajuda de seus amigos, tinha o objetivo de gravar um road movie sobre uma assassina chamada “S” nas ruas de Singapura. Depois da gravação, no entanto, o material foi roubado. O enredo parte da aventura de Tan para descobrir o que aconteceu com as filmagens. “Shirkers” foi ganhador do prêmio de Melhor Direção de Documentário na edição de 2018 do Festival Sundance.

#5 Strong Island (2017)


A obra da norte-americana, quinta entre as melhores da Netflix pelo Rotten Tomatoes, foi indicada ao Oscar de 2018. Aqui, Yance Ford embarca na cultura racista dos Estados Unidos para tentar entender a morte de seu irmão, William Ford, e a justiça falha que, sequer, indiciou o assassino.