A música em Euphoria: os nossos destaques da trilha sonora tão intensa quanto a série

Estrelada por Zendaya, a série da HBO chama atenção por retratar uma adolescência "sem filtros", com uma trilha sonora tão forte quanto as suas cenas explícitas.

Cê já segue o @instadoit? Também temos conteúdo te esperando por lá! ;)


*ATENÇÃO! Esse texto pode conter spoilers.*

Caso você tenha vivido debaixo de uma pedra pelas últimas semanas e ainda não conhece a série Euphoria, recomendamos que você pare o que está fazendo e vá assistir a primeira temporada .

A série é transmitida pela HBO e retrata de forma crua e polêmica os dramas e aventuras de um grupo de adolescentes, vividos por uma nova geração de talentos hollywoodianos como Zendaya, Jacob Elordi, Sydney Sweeney e Barbie Ferreira. Em Euphoria, a nudez e as cenas explícitas de sexo e uso de drogas não são incomuns - a protagonista, Rue, interpretada por Zendaya, tenta se recuperar do vício em opióides, enquanto seus colegas de escola enfrentam relacionamentos abusivos, vazamento de fotos e vídeos íntimos, e experimentam com a própria sexualidade em sites de pornografia.

Entre as primeiras experiências e tentativas de entender a própria identidade sem "filtros", a intensidade da vivência dos personagens é ampliada pela trilha sonora, com episódios são recheados de músicas incríveis e que representam fielmente a geração retratada na série.


Incluindo popstars millenials como Billie Eilish, Rosalía e Lizzo, a trilha ainda traz composições originais do rapper e produtor Labrinth, feitas especialmente para Euphoria. Drake é também um dos nomes por trás da série, atuando como produtor executivo, além de ter alguns dos seus próprios sons nos episódios.

No próximo domingo (4), a primeira temporada chega ao seu oitavo e último episódio, e para os fãs que ficarão órfãos da série ou para quem ainda precisa de um incentivo para começar a assistir, listamos algumas das nossas músicas favoritas da trilha de Euphoria.

‘Everest’, Labrinth
A track original de Labrinth surge na série em um dos momentos mais tensos na temporada, após uma recaída de Rue com uma droga pesadíssima na casa de seu traficante, e uma brutal agressão de Nate, um dos principais personagens masculinos, contra um garoto que ficou com a sua namorada. Ali, fica clara a grandeza da trilha e a grandeza de Labrinth como compositor no projeto, com uma faixa que se encaixa perfeitamente naquela sequência de sensações viscerais.

‘Champagne Coast’, Blood Orange
Rue e Jules são o maior ship da temporada, em um relacionamento confuso que é mais próximo de uma amizade muito forte e colorida. Na cena com “Champagne Coast”, Rue ajuda Jules a tirar nudes, que ela pretende mandar para um cara que conheceu em um aplicativo - situação mega desconfortável para Rue, que ainda está tentando entender os seus sentimentos pela nova amiga. A música foi lançada por Blood Orange há 7 anos, mas funciona extremamente bem como pano de fundo do romance millenial.

‘Malamente’, Rosalía
Após o primeiro beijo das duas, o megahit de Rosalía acompanha os primeiros passos do romance de Rue e Jules, em um momento íntimo de Rue em que ela compara estar com Jules à sensação de tomar Fentanil, um opióide fortíssimo.

‘151 Rum’, J.I.D
É 2019 e os adolescentes adoram trap, e o que não falta na trilha de Euphoria é trap - “151 Rum” é uma das faixas mais interessantes do gênero que aparecem na série. Talvez pela densidade das letras de J.I.D em contraste com a house party adolescente, é uma adição perfeita para o icônico episódio da festa de halloween.

‘You Should See Me in a Crown’, Billie Eilish
Ícone adolescente, Billie Eilish é quase obrigatória nessa trilha. Mas o hino “You Should See Me In A Crown” marca o ponto de virada na auto imagem de Kat, personagem de Barbie Ferreira, que vive em conflito com o próprio corpo. Antes da música, vem uma das melhores falas da série: “Nothing is more powerful than a fat girl who doesn’t give a fuck” (Nada é mais poderoso do que uma garota gorda que não se importa).

‘Tempo’, Lizzo
Sim, estamos obcecados pela Kat, e ela merece mais um momento de glória na nossa lista fazendo twerk ao som de Lizzo. E também porque a Lizzo é uma das coisas mais interessantes que surgiram na música recentemente e os adolescentes devem sim ouvir tudo que ela lança.

Com sons que vão do Hot 100 a orquestras completas e novos nomes do trap americano underground, a música em Euphoria é fundamental para a intensidade da narrativa, totalmente engajada com a geração que está sendo representada e que consome aquele conteúdo. A gente mal pode esperar por um lançamento da trilha completa. Alô, dona HBO, ajuda aqui?

A música em Euphoria: os nossos destaques da trilha sonora tão intensa quanto a série A música em Euphoria: os nossos destaques da trilha sonora tão intensa quanto a série Reviewed by Marilia Dutra on 8/03/2019 01:30:00 PM Rating: 5