Lizzo quer te fazer dançar enquanto te ensina sobre amor próprio em seu novo disco, "Cuz I Love You"

Sem conceitinho, sem grandes explicações por trás, o terceiro disco da Lizzo foi feito pra você mexer seu corpinho e aprender a se amar enquanto isso

Cê já segue o @instadoit? Também temos conteúdo te esperando por lá! ;)

Se você está procurando ouvir música nova nessa sexta-feira (19), especialmente algo de um artista menos conhecido, temos uma ótima informação pra te dar: a estrela em ascensão Lizzo acaba de lançar seu mais novo e impecável disco, "Cuz I Love You"

Esse é o primeiro projeto dela lançado por uma grande gravadora, a Warner Music. Antes, a Lizzo já tinha lançado dois álbuns, o "Lizzobangers" (2014) e o "Big GRRRL Small World" (2015), todos explorando um lado mais hip-hop. Agora, em seu novo material, ela se diverte também em outros estilos: tem rap sim, mas tem também R&B, jazz, trap e neo soul, tudo junto e misturado resultando num pop único, uma introdução perfeita ao mundo da Lizzo. 

Liderado pela ótima e oitentista "Juice", o "Cuz I Love You" é um álbum compacto: são apenas 11 faixas espalhadas por 33 minutos. E embora cada música tenha suas referências e sua mensagem a passar, elas se completam perfeitamente e cumprem uma missão principal, que é fazer você se sentir bem consigo mesmo, mexer o seu corpinho em frente ao espelho e se amar muito.



Em "Like A Girl", produzida pelo OAK, a Lizzo fala sobre aqueles dias que a gente acorda se sentindo tanto que quer até se candidatar a presidência e transforma o tal "fazer algo como uma garota" em algo bom, exaltando mulheres negras icônicas, como a Lauryn Hill e a tenista Serena Williams.

Em "Soulmate", o papo é sobre como a gente precisa se olhar no espelho e mandar um "Damn, she da one". Em um jogo de palavras em inglês, a cantora fala sobre como "True love ain't something you can buy yourself / True love finally happens when you by yourself" (em tradução: "Amor verdadeiro não é algo que você pode comprar / Amor verdadeiro finalmente acontece quando você está consigo mesmo"). Yessss, girl!

"Jerome" e "Cry Baby" formam um combo: aqui, a artista conta sobre como saiu de um relacionamento tóxico e aprendeu a lidar com seu coração partido. Lizzo sabe que por mais que "grandes garotas precisem chorar", ela é um mulherão da p*rra, uma força da natureza, "realeza". 

As músicas com participações especiais também são destaque. Em "Tempo", Lizzo e Missy Elliott formam uma dupla dinâmica, enquanto em "Exactly How I Feel", com Gucci Mane, ela canta sobre a beleza de não esconder suas emoções: "não posso segurar minhas lágrimas, isso seria um crime porque eu fico linda chorando". 

Sem conceitinho, sem grandes explicações por trás, o terceiro disco da Lizzo foi feito pra você dançar e aprender a se amar enquanto isso. O que ela quer é passar um pouco de seu brilho e toda a sua atitude pra gente, e ela faz isso de forma genuína, honesta e com muita personalidade. Uma declaração de amor dela pra ela mesma, dela pra gente e, no final de tudo, ao absorvermos todo o material, de nós para nós mesmos.

Lizzo quer te fazer dançar enquanto te ensina sobre amor próprio em seu novo disco, "Cuz I Love You" Lizzo quer te fazer dançar enquanto te ensina sobre amor próprio em seu novo disco, "Cuz I Love You" Reviewed by Nathalia Accioly on 4/19/2019 02:24:00 AM Rating: 5