Duda Beat abre 2º dia de Lollapalooza com pop virilhante e protesto por Rennan da Penha

Pernambucana levou público significativo para o comecinho de dia do festival, com hits de seu álbum de estreia e versão brasileira de Lana Del Rey.

Cê já segue o @instadoit? Também temos conteúdo te esperando por lá! ;)

Foto: Mila Maluhy

Se para os artistas consolidados no pop brasileiro falar em assuntos políticos é um dos seus piores pesadelos, para aqueles que ainda buscam seu lugar ao sol, tocar nesses assuntos se torna quesito obrigatório. Sendo assim, foi na abertura do Lollapalooza deste sábado (06) que a pernambucana Duda Beat cumpriu com o requisito: fez, pelo telão, provocações ao governo Bolsonaro, relembrou a ditadura de 64 e, de quebra, ainda pediu por liberdade ao DJ Rennan da Penha, acusado de envolvimento com tráfico de drogas em meio a cruzada das autoridades contra o funk e os bailes de rua.


Uma das últimas boas revelações da música nacional, Duda canta um pop sofrência pra dançarmos enquanto lembramos daquele amor que não superamos. Seu disco “Sinto Muito” figurou entre os melhores registros do último ano e, com tamanho hype, garantiu dois hits pra brasileira: “Bixinho”, que encerra seu show, e “Bédi Beat”.


No Lolla, apesar das letras tristes, o clima era de festa: a cantora conta com a participação de uma grande banda e um balé pra lá de diverso que, somando a sua encantadora presença de palco, mal permitem que pisquemos os olhos.

Atração de abertura do palco Adidas, que na sexta (05) já havia recebido artistas como St. Vincent e Troye Sivan, a pernambucana não escondeu a felicidade em ver a quantidade de público que atraiu ao Autódromo de Interlagos e, retribuindo o carinho, economizou até mesmo nas falas. “Temos pouco tempo e quero cantar tudinho pra vocês.”

Além dos hits de seu primeiro CD, o repertório trouxe a parceria com Omulu em “Meu jeito de amar”, um bregafunk romântico em 150BPM, a versão abrasileirada de Lana Del Rey em “Chapadinha na praia” e a inédita “Chega”, que contou com a participação especial dos músicos Jaloo e Mateus Carrilho, com quem divide os vocais da faixa.


No fim, quem ainda não conhecia a cantora, muito provavelmente deixou o festival disposto a garimpar o que os streamings têm a oferecer sobre ela, enquanto quem já conhecia só confirmou que seus hits da internet conseguem soar ainda mais envolventes e virilhantes ao vivo. Um nome que, de certo, já assinou passaporte para muitos outros Lollapaloozas.

Duda Beat abre 2º dia de Lollapalooza com pop virilhante e protesto por Rennan da Penha Duda Beat abre 2º dia de Lollapalooza com pop virilhante e protesto por Rennan da Penha Reviewed by Guilherme Tintel on 4/06/2019 01:30:00 PM Rating: 5