A gente não consegue parar de ouvir “Pink Money”, o single novo da drag maranhense Frimes

Crítico e bem humorado, o single ostenta o poder aquisitivo da drag e incentiva seu uso consciente quanto aos lugares e pessoas com quem pretende gastá-lo.

“Baby, cê fica esperta, em estado de alerta. Ser POC é a nova sensação!”, canta a drag queen Frimes logo nos primeiros versos do seu novo single, “Pink Money”. 

A música, inspirada na sonoridade da PC Music, foi composta e produzida pela própria artista, sucede o single lançado pela cantora no ano passado, “Fadinha”, e traz uma dose de ironia para as discussões sobre “pink money”: o dinheiro de pessoas LGBTQs intencionado por artistas e marcas que se aproximam dessas bandeiras a fim de lucrarem por seus discursos.

Crítico e bem humorado, o single ostenta o poder aquisitivo da drag e incentiva seu uso consciente quanto aos lugares e pessoas com quem pretende gastá-lo, caindo como uma luva quanto ao timing das tantas discussões atuais envolvendo artistas héteros que se beneficiam do consumo de LGBTQs, mas se omitem em momentos que pedem por algum posicionamento político. 

Frimes vem da mesma terra que Pabllo Vittar, Maranhão, e tem como diferencial a estética e sonoridade inspiradas na PC Music, de artistas como SOPHIE, Hannah Diamond, A.G. Cook e Charli XCX.

“Pink Money” tá disponível nas principais plataformas de streaming.

A gente não consegue parar de ouvir “Pink Money”, o single novo da drag maranhense Frimes A gente não consegue parar de ouvir “Pink Money”, o single novo da drag maranhense Frimes Reviewed by Guilherme Tintel on 1/30/2019 06:31:00 PM Rating: 5

0 COMENTÁRIOS

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.